Cinema & TV

Festival Cine Ceará: “A Vida Invisível”, de Karim Aïnouz, indicado do Brasil ao Oscar, terá première nacional

Na festa de abertura, no dia 30, no histórico Cineteatro São Luiz, no centro da capital Fortaleza, convidados serão brindados com a première nacional de “A Vida Invisível”, de Karim Aïnouz, premiado na mostra Un Certain Regard, no Festival de Cannes e escolhido pela Academia Brasileira de Cinema para tentar uma vaga no Oscar 2020. As atrizes Fernanda Montenegro, Julia Stockler e Carol Duarte estarão presentes e o diretor cearense será homenageado com o Troféu Eusélio Oliveira

Publicado em 27/08/2019 | Por Heloisa Tolipan

Cenas do filme “A Vida Invisível” (Foto: Divulgação)

*Com Iron Ferreira

Contagem regressiva para a 29ª edição do Cine Ceará – Festival Ibero Americano. Na festa de abertura, no dia 30, no histórico Cineteatro São Luiz, no centro da capital Fortaleza, convidados serão brindados com a première nacional de “A Vida Invisível”, de Karim Aïnouz, premiado na mostra Un Certain Regard, no Festival de Cannes e escolhido pela Academia Brasileira de Cinema para tentar uma vaga no Oscar 2020. As atrizes Fernanda Montenegro, Julia Stockler e Carol Duarte estarão presentes e o diretor cearense será homenageado com o Troféu Eusélio Oliveira. As trajetórias profissionais de dois grandes atores da sétima arte também serão celebradas durante o festival: Matheus Nachtergaele e Lilia Cabral. Esta edição do Cine Ceará já nasce com uma grande chancela: a força do cinema nordestino, a representação feminina na sétima arte e um intercâmbio entre países América inigualável.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O site Heloisa Tolipan acompanha o trabalho de Karim Aïnouz desde o início de sua investida no cinema e ficamos muito felizes com a notícia de que a Academia Brasileira de Cinema anunciou, na Cinemateca de São Paulo, que o longa “A Vida Invisível”, será a produção brasileira que irá concorrer a uma vaga entre os indicados ao Oscar de Melhor Longa-Metragem Internacional pela Academy of Motion Picture Arts and Sciences. O longa, coproduzido pelo Canal Brasil, que fala da invisibilidade dos mais variados tipos de violência sofridos por mulheres, foi selecionado entre uma lista de 12 concorrentes e, agora, aguarda o anúncio dos finalistas, que acontece no dia 13 de janeiro, em Los Angeles. A cerimônia do Oscar® está marcada para o dia 9 de fevereiro. A última vez que o Brasil emplacou uma indicação foi em 1999, com o filme Central do Brasil, de Walter Salles.

O filme conta a história de duas irmãs que são separadas e impedidas de viver os sonhos que construíram juntas quando eram adolescentes, obrigadas a sobreviverem em um mundo machista. Rio de Janeiro, 1950. Eurídice, 18, e Guida, 20, são duas irmãs inseparáveis que moram com os pais em um lar conservador. Eurídice que se tornar uma pianista profissional e Guida viver uma grande história de amor. Mas elas acabam sendo separadas pelo pai e forçadas a viver distantes uma da outra. Sozinhas, elas irão lutar para tomar as rédeas dos seus destinos, enquanto nunca desistem de se reencontrar.

Assista:

Com a capital Fortaleza como epicentro da sétima arte até o dia 6 de setembro mais de 40 filmes, entre curtas e longas, serão exibidos na mostra competitiva, incluindo o curta-metragem “Marie“, de Leo Tabosa, ganhador do Prêmio especial do júri do 47ª edição do Festival de Cinema de Gramado para as atrizes Divina Valéria e Wallie Ruy, Juri da Crítica, e Melhor Ator, Rômulo Braga. Entre o Cineteatro São Luiz e no Cinema do Dragão, estreias e exibições de outras grandes produções, como “Greta”, dirigido por Armando Praça, “Maria do Caritó”, de João Paulo Jabur, e “Notícias do Fim do Mundo”, de Rosemberg Cariry.

Este slideshow necessita de JavaScript.

“Estamos promovendo a festa do cinema no Ceará desde o início dos anos 90. Para a nossa satisfação, estamos conseguindo fazer mais uma edição cumprindo rigorosamente a data anunciada e com a melhor programação dos últimos anos. Estamos abrindo os trabalhos com o filme do Karim, um cearense que divulga a nossa cultura no Brasil de Norte a Sul e no exterior. Ele sempre teve um trabalho de formação junto à Secretaria de Cultural do Ceará muito importante. Foi vencedor em Cannes e um possível indicado ao Oscar. E vamos ter ainda “Pacarrete“, o maior vencedor do Festival de Gramado e que estreou mundialmente no Festival Internacional de Cinema de Xangai. São dois grandes títulos da cinematografia brasileira dentre outras de muita importância para a cultura do Brasil e internacional”, afirmou Wolney Oliveira, cineasta e diretor do Cine Ceará, em entrevista exclusiva ao site HT.

Wolney Oliveira, diretor do Cine Ceará (Foto: Lia de Paula)

Com mais de 1.200 produções inscritas inscritos, o maior número de sua história, o festival irá receber obras de 12 países, como México, Argentina, El Salvador, Venezuela, Chile, Peru, Espanha, Portugal, Cuba, Colômbia, Bolívia e Brasil. Impulsionando os conteúdos locais, o público também poderá acompanhar a Mostra Olhar do Ceará, que irá apresentar 20 filmes cearenses, sendo três longas e 17 curtas. Além das mostras e da competição oficial, o festival irá promover o curso “Histórias de Cinema no Acervo do Arquivo Eusélio Oiveira – UFC”, ministrado por Ana Carla Sabino, e o lançamentos dos livros “A História do Cinema Para Quem Tem Pressa”, de Celso Sabadin, e “Fissuras e Fronteiras – O coletivo Alumbramento e o cinema contemporâneo brasileiro”, de Marcelo Ikeda.

Outro filme que também será exibido durante o festival é “Maria do Caritó”, dirigido por João Paulo Jabur. Além do autor da peça homônima que inspirou o filme, Newton Moreno, a protagonista Lilia Cabral também estará presente, sendo a segunda homenageada desta edição. Prestes a completar 50 anos, Maria, uma solteirona virgem, executa simpatias para arranjar um marido. Prometida para São Djalminha desde o seu nascimento, ela vive desesperada para arranjar um pretendente.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Assista:

Dando continuidade à Mostra Competitiva Ibero-Americana de Longa-Metragem, o cineasta Rosemberg Cariry apresentará, no dia 1o, o lançamento mundial do longa “Notícias do Fim do Mundo”. Alexandre Taylor é um ator que trabalha coordenando um grupo de dança dramática popular, na periferia da capital Kibuna. Convidados pelo governador para fazer uma apresentação em uma festa, Alexandre enxerga no evento a oportunidade perfeita para o último e grandioso ato da sua vida, assumindo o nome de Mestre Jacaúna.

Este slideshow necessita de JavaScript.

A Viagem Extraordinária de Celeste Garcia”, de Arturo Infante, que fez sua estreia no Festival de Toronto, será a grande atração do dia seguinte. A trama conta a história de uma professora aposentada de Havana, que divide seu tempo entre o trabalho em um planetário e o filho. Quando o governo surpreende a população com a notícia que tem alienígenas vivendo na Terra e eles estão convidando humanos para visitar seu planeta, ela recebe e aceita o convite de sua vizinha, que ela acreditava ser russa.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O ator Marco Nanini estará em Fortaleza no penúltimo dia do festival para prestigiar a exibição do filme “Greta”, dirigido por Armando Praça. Além do diretor e de Nanini, Démick Lopes, Gretta Star e Denise Weinberg, que integram o elenco, também estarão na capital cearense. Um enfermeiro de 70 anos, vivido por Nanini, sequestra um paciente recém-chegado ao hospital para que sua melhor amiga, uma artista transexual que enfrenta graves problemas de saúde, consiga uma vaga. Embora no início ele sinta medo do paciente, foragido da polícia por ter assassinado uma pessoa a facadas, com o tempo acaba nascendo uma relação de amizade entre os dois.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Assista:

Na noite de premiação, longas e curtas-metragens disputarão o Troféu Mucuripe e, durante a festa, haverá uma cerimônia em homenagem ao ator Matheus Nachtergaele. O filme cearense “Pacarrete”, dirigido por Allan Deberton, que fez sua estreia mundial no Festival Internacional de Cinema de Xangai, irá fechar o 29º Cine Ceará. No fim de semana passado, em Gramado, na Serra Gaúcha “Pacarrete”, foi o grande vencedor de oito Kikitos no 47º Festival de Cinema de Gramado além do comemoradíssimo Kikito de melhor atriz para Marcélia Cartaxo, a produção cearense levou ainda melhor filme do júri oficial e popular, melhor direção para Allan Deberton, melhor roteiro, melhor ator e atriz coadjuvantes e melhor desenho de som.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Assista:

Conheça os indicados na categoria longa-metragem:

A Viagem Extraordinária de Celeste Garcia”, de Arturo Infante. País: Cuba-Alemanha

Canção Sem Nome”, de Melina León. País: Perú-Espanha-Estados Unidos

Greta”, de Armando Praça. País: Brasil

Luciérnagas”, de Bani Khoshnoudi. País: México-Grécia-República Dominicana

Notícias do Fim do Mundo”, de Rosemberg Cariry. País: Brasil

Ressaca”, de Vincent Rimbaux e Patrizia Landi. País: Brasil

Vozes da Floresta”, de Betse de Paula. País: Brasil

Troféu Mucuripe (Foto: Arlindo Barreto)

Conheça os indicados na categoria curta-metragem:

Além da Jornada”, de Gabriel Silveira e Victor Furtado. Local: Ceará

As Constituintes de 88”, de Gregory Baltz. Local: Rio de Janeiro

Ilhas de Calor”, de Ulisses Arthur. Local: Alagoas

Livro e Meio”, de Giu Nishiyama e Pedro Nishi. Local: São Paulo

Marco”, de Sara Benvenuto. Local: Ceará

Marie”, de Leo Tabosa. Local: Pernambuco

O Grande Amor de Um Lobo”, de Kennel Rogis e Adrianderson Barbosa. Local: Rio Grande do Norte

O Tempo do Olhar e o Olhar no Tempo”, de Samuel Brasileiro. Local: Ceará

Oração ao Cadáver Desconhecido”, de Sávio Fernandes. Local: Ceará

Pop Ritual”, de Mozart Freire. Local: Ceará

Primeiro Ato”, de Matheus Parizi. Local: São Paulo

Rua Augusta, 1029”, de Mirrah Iañez. Local: São Paulo

Serviço:

29° Cine Ceará – Festival Ibero-Americano de Cinema – De 30 de agosto a 6 de setembro de 2019 em Fortaleza. Cineteatro São Luiz (Praça do Ferreira, s/n – Centro) e Cinema do Dragão (R. Dragão do Mar, 81 – Praia de Iracema).

Mais informações: www.cineceara.com. Email: contatos@cineceara.com. Tels: (85)3055-3465 e 99134-1101. Instagram: @cineceara. Facebook: FestivalCineCeara.

Acesso gratuito mediante ingressos com distribuição no local.

Abertura dia 30/08: Parte para convidados e parte aberta para o público, com distribuição de 200 ingressos na bilheteria do Cineteatro São Luiz a partir das 10h30 do dia 29/08.

Para a programação de 31/08 a 06/09 (encerramento) no Cineteatro São Luiz: Distribuição de ingressos na bilheteria uma hora antes do início de cada sessão.  Gratuito.

Mostras no Cinema do Dragão: a partir das 14h, na bilheteria. Gratuito.

Pesquisas relacionadas