Cinema & TV

Em oitava e última temporada, ‘Game of Thrones’ ganha Emmy de série dramática, mas o destaque é ‘Fleabag’

Série cômica inglesa criada e estrelada por Phoebe Waller-Bridge é a maior vencedora da 71ª edição do prêmio com quatro estatuetas, inclusive a de melhor comédia

Publicado em 23/09/2019 | Por Heloisa Tolipan

Parte do elenco de ‘Game of Thrones’, vencedora do Emmy de melhor série dramática (Reprodução)

*Por Jeff Lessa

Foi o último ano de “Game of Thrones” – e foi também o quarto e último o ano em que venceu o Emmy como melhor série de drama, encerrando sua carreira de oito temporadas. Uma conquista e tanto para um dos programas mais vitoriosos da TV de todos os tempos, mas que não chegou a bater seu recorde de 12 estatuetas. Apesar de estar concorrendo em sete categorias, “GoT” conquistou apenas esta e a de melhor ator coadjuvante em série de drama, para Peter Dinklage. O destaque, porém, coube à série de comédia “Fleabag” que, com quatro prêmios, foi a maior vencedora da 71ª edição do Emmy. Outro destaque foi a minissérie “Chernobyl”, que levou três estatuetas. A cerimônia foi realizada na noite deste domingo, 22, em Los Angeles.

Peter Dinklage ganhou o prêmio de melhor ator coadjuvante em série dramática por ‘Game of Thrones’ (Reprodução)

Em 16 anos, esta foi a primeira vez em que a festa não teve um apresentador (as outras três foram em 1975, 1998 e 2003). A decisão foi inspirada no Oscar, que, em fevereiro, conseguiu um aumento de audiência em relação a 2018 sem ter um anfitrião único. A ideia era concentrar o evento na celebração das séries: títulos importantes como “Game of Thrones”, “Empire”, “Veep” e “The Big Bang Theory” se despediram em 2019.

A noite começou com Homer Simpson no palco e o ator Anthony Anderson, da série “Black-ish”, fazendo piadas sobre a ausência do apresentador. Depois, ainda em cima da ausência de um âncora, os anfitriões Stephen Colbert, do “The Late Show”, e Jimmy Kimmel, do “Jimmy Kimmel Live!”, foram substituídos pela Alexa, a assistente pessoal virtual da Amazon na hora de anunciar as concorrentes a melhor atriz de comédia.

As primeiras estatuetas foram entregues para Tony Shalhoub e Alex Borstein, melhor ator e atriz coadjuvantes, respectivamente, por suas atuações na série “The Marvelous Mrs Maisel”, comédia dramática passada nos anos 1950 em que uma mulher é abandonada por seu marido e descobre, acidentalmente, seu talento para a stand-up comedy. Alex Borstein dedicou o prêmio a Amy Sherman-Palladino (criadora da série), para sua mãe e avó. Contou que a avó só sobreviveu porque teve a coragem de sair da fila que a levaria para a morte pelas mãos dos nazistas. “Ela saiu da fila. Por isso, eu estou aqui e meus filhos também. Então, saiam da fila, senhoras”, disse.

Alex Borstein com o prêmio de melhor atriz coadjuvante pela série ‘The Marvelous Mrs. Maisel’ (Reprodução)

Os dois primeiros prêmios de “Fleabag”, melhor roteiro de comédia (para Phoebe Waller-Bridge) e melhor direção (Harry Bradbeer), ambos para o primeiro episódio da segunda temporada, vieram logo em seguida. Mais tarde, Phoebe Waller-Bridge recebeu o Emmy de melhor atriz de comédia, e no final da noite, arrebatou a estatueta de melhor comédia. “Isso já está ficando ridículo!”, disse, rindo.

Phoebe Waller-Bridge recebeu os Emmy de melhor atriz de comédia também arrebatou a estatueta de melhor comédia para ‘Fleabeg’ (Reprodução)

Chernobyl”, que retrata o acidente nuclear ocorrido em 1986 na União Soviética, levou seu primeiro prêmio para o diretor Johan Renck. A minissérie, uma das produções mais comentadas da temporada, também ganhou em roteiro e levou o prêmio de melhor série limitada ou filme para a TV, concorrendo com “Olhos Que Condenam” eA Very English Scandal”, entre outras.

Apesar de “Game of Thrones” ter quatro entre as seis concorrentes a atriz coadjuvante, a vencedora foi Julia Garner, de “Ozark”. Kit Harington e Emilia Clarke, também de “GoT”, que concorriam como melhor ator e atriz em drama, perderam para Pray Tell, de “Pose”, e Jodie Comer, de “Killing Eve”. A montagem com cenas marcantes da série que encantou meio mundo por oito temporadas, porém, foi aplaudida de pé, junto com os principais nomes do elenco.

Como o número de categorias do Emmy é muito alto (100), a cerimônia é dividida em duas. No fim de semana passado, foram anunciados os vencedores das categorias técnicas. “Game of Thrones” levou dez prêmios.

 

Confira os principais vencedores da noite:

Melhor série de comédia

Veep (HBO)

Barry (HBO)

The Marvelous Mrs. Maisel (Amazon)

Fleabag (Amazon) – Vencedora

The Good Place (NBC)

Schitt’s Creek (Pop)

Russian Doll (Netflix)

Melhor série de drama

Game of Thrones (HBO) – Vencedora

Succession (HBO)

Killing Eve (BBC America)

Bodyguard (Netflix)

Ozark (Netflix)

Pose (FX)

Better Call Saul (AMC)

This Is Us (NBC)

Melhor ator de drama

Kit Harington, Game of Thrones (HBO)

Billy Porter, Pose (FX) – Vencedor

Bob Odenkirk, Better Call Saul (AMC)

Jason Bateman, Ozark (Netflix)

Sterling K. Brown, This is Us (NBC)

Milo Ventimiglia, This is Us (NBC)

Melhor atriz de drama

Sandra Oh, Killing Eve (BBC America)

Jodie Comer, Killing Eve (BBC America) – Vencedora

Emilia Clarke, Game of Thrones (HBO)

Laura Linney, Ozark (Netflix)

Robin Wright, House of Cards (Netflix)

Mandy Moore, This Is Us (NBC)

Viola Davis, How to Get Away With Murder (ABC)

Melhor ator de comédia

Bill Hader, Barry (HBO) – Vencedor

Ted Danson, The Good Place (NBC)

Don Cheadle, Black Monday (Showtime)

Michael Douglas, The Kominsky Method (Netflix)

Anthony Anderson, Black-ish (ABC)

Eugene Levy, Schitt’s Creek (Pop)

Melhor atriz de comédia

Julia Louis-Dreyfus, Veep (HBO)

Rachel Brosnahan, The Marvelous Mrs. Maisel (Amazon)

Phoebe Waller-Bridge, Fleabag (Amazon) – Vencedora

Natasha Lyonne, Russian Doll (Netflix)

Christina Applegate, Dead to Me (Netflix)

Catherine O’Hara, Schitt’s Creek (Pop)

Melhor ator em série limitada ou filme para TV

Mahershala Ali, True Detective (HBO)

Benicio del Toro, Escape at Dannemora (Showtime)

Hugh Grant, A Very English Scandal (Amazon)

Jared Harris, Chernobyl (HBO)

Sam Rockwell, Fosse/Verdon (FX)

Jharrel Jerome, When They See Us (Netflix) – Vencedor

Ator coadjuvante em série limitada ou filme para a TV

Ben Whishaw (A Very English Scandal) – Vencedor

Stellan Skarsgård (Chernobyl)

Paul Dano (Escape at Dannemora)

Michael K. Williams (Olhos que Condenam)

Asante Blackk (Olhos que Condenam)

John Leguizamo (Olhos que Condenam)

Melhor atriz coadjuvante em minissérie ou filme para a TV

Patricia Arquette (The Act) – Vencedora

Emily Watson (Chernobyl)

Margaret Qualley (Fosse/Verdon)

Patricia Clarkson (Sharp Objects)

Marsha Stephanie Blake (Olhos que Condenam)

Vera Farmiga (Olhos que Condenam)

Melhor atriz em série limitada ou filme para TV

Amy Adams, Sharp Objects (HBO)

Patricia Arquette, Escape at Dannemora (Showtime)

Joey King, The Act (Hulu)

Michelle Williams, Fosse/Verdon (FX) – Vencedora

Niecy Nash, When They See Us (Netflix)

Aunjanue Ellis, When They See Us (Netflix)

elhor minissérie

Chernobyl (HBO) – Vencedora

Escape at Dannemora (Showtime)

When They See Us (Netflix)

Fosse/Verdon (FX)

Sharp Objects (HBO)

Melhor programa de variedades

Last Week Tonight With John Oliver (HBO) – Vencedor

The Late Show With Stephen Colbert (CBS)

The Late Late Show with James Corden (CBS)

Jimmy Kimmel Live (ABC)

Full Frontal With Samantha Bee (TBS)

The Daily Show With Trevor Noah (Comedy Central)

Melhor filme para TV

Brexit: The Uncivil War (HBO)

King Lear (Amazon)

Deadwood: The Movie (HBO)

My Dinner With Hervé (HBO)

Black Mirror: Bandersnatch (Netflix) – Vencedor

Melhor atriz coadjuvante em drama

Julia Garner, Ozark (Netflix) – Vencedora

Lena Headey, Game of Thrones (HBO)

Sophie Turner, Game of Thrones (HBO)

Maisie Williams, Game of Thrones (HBO)

Fiona Shaw, Killing Eve (BBC America)

Gwendoline Christie, Game of Thrones (HBO)

Melhor ator coadjuvante em drama

Chris Sullivan, This Is Us (NBC)

Alfie Allen, Game of Thrones (HBO)

Jonathan Banks, Better Call Saul (AMC)

Nikolaj Coster-Waldau, Game of Thrones (HBO)

Peter Dinklage, Game of Thrones (HBO) – Vencedor

Michael Kelly, House of Cards (Netflix)

Giancarlo Esposito, Better Call Saul (AMC)

Melhor atriz coadjuvante em comédia

Alex Borstein, The Marvelous Mrs. Maisel (Amazon)

Anna Chlumsky, Veep (HBO)

Sian Clifford, Fleabag (Amazon)

Olivia Colman, Fleabag (Amazon)

Kate McKinnon, Saturday Night Live (NBC)

Betty Gilpin, GLOW (Netflix)

Marin Hinkle, The Marvelous Mrs. Maisel (Amazon)

Sarah Goldberg, Barry (HBO)

Melhor ator coadjuvante em comédia

Alan Arkin, The Kominsky Method (Netflix)

Anthony Carrigan, Barry (HBO)

Tony Hale, Veep (HBO)

Tony Shalhoub, The Marvelous Mrs. Maisel (Amazon) – Vencedor

Henry Winkler, Barry (HBO)

Stephen Root, Barry (HBO)

Melhor roteiro de série cômica

Fleabag (Episódio 1) – Vencedora

Barry (ronny/lily)

PEN15 (Anna Ishii-Peters)

Boneca Russa (Nothing In This World Is Easy)

Boneca Russa (A Warm Body)

The Good Place (Janet(s))

Melhor direção de série cômica

Fleabag (Episódio 1) – Vencedora

Barry (The Audition)

Barry (ronny/lily)

The Big Bang Theory (The Stockholm Syndrome)

The Marvelous Mrs. Maisel (All Alone)

The Marvelous Mrs. Maisel (We’re Going to the Catskills!)

Direção de série limitada ou filme para a TV

Chernobyl – Vencedor

A Very English Scandal

Escape at Dannemora

Fosse/Verdon (episódio Glory)

Fosse/Verdon (episódio Who’s Got the Pain)

Olhos que Condenam

Roteiro de série limitada ou filme para a TV

Chernobyl – Vencedor

A Very English Scandal

Escape at Dannemora (Episódio 6)

Escape at Dannemora (Episódio 7)

Fosse/Verdon (Providence)

Olhos que Condenam (Parte Quatro)

Pesquisas relacionadas