ToliBlog

Rafael Cortez lamenta a morte de Cauby Peixoto: “Por uma dessas curiosidades do destino, foi a mim que ele deu sua última entrevista”

Em uma recente entrevista ao HT, o cantor, que morreu por complicações de uma crise de pneumonia, revelou que cantava para não ser esquecido. "Canto, porque amo cantar, nasci para cantar"

Publicado em 16/05/2016 | Por Leonardo Rocha

Luto na classe artística. Considerado um dos maiores cantores do Brasil, Cauby Peixoto, que estava internado desde o dia 9 de de maio, no Hospital Sancta Maggiore, em São Paulo, teve sua morte confirmada na madrugada desta terça-feira (16/05), após sofrer complicações de uma crise aguda de pneumonia. Com 65 anos de carreira e 85 de idade, o intérprete de “Conceição” estava ativo nos palcos em uma turnê conjunta com Ângela Maria, mas, no entanto, já apresentava lapsos de memória e cansaço físico durante suas últimas apresentações. O falecimento do icônico cantor pegou amigos de surpresa. O ator e apresentador Rafael Cortez aproveitou para lembrar da última entrevista que teve com Cauby há alguns dias atrás.

Rafael Cortez e Cauby Peixoto (Foto: Instagram)

Rafael Cortez e Cauby Peixoto (Foto: Instagram)

“Cauby Peixoto morreu no fim da noite de domingo aos 85 anos. Estou triste, mas com a sensação de que o grande artista cumpriu bem – e como!! – sua longa e apaixonante jornada. Por uma dessas curiosidades do destino, foi a mim que ele deu sua última entrevista. Ela foi gravada no dia 3 de maio, terça, antes de seu derradeiro show com a Angela Maria. Essa matéria foi exibida na sexta passada no “Vídeo Show”, e vcs podem revê-la no Gshow. Depois da gravação, assisti ao maior cantor do Brasil em um show bonito, ele e a Sapoti, mas um pouco tenso. Por vezes, Cauby se confundiu nas letras e evidenciou um pouco mais seu cansaço. Mas ele foi guerreiro, pois aguentou firme e empregou uma formidável beleza à voz que, como sabemos, triunfou soberana na nossa MPB por ininterruptos e inacreditáveis 65 anos. Foi uma honra poder passar alguns minutos a seu lado com sua equipe carinhosa em seu camarim: pude testemunhar o enorme respeito que ele sempre teve em apresentar-se a seu público, mesmo já tão debilitado… Mas ainda assim tão envolvido e, como sempre, tão apaixonado por cantar e fazer felizes seus fãs e espectadores. Uma dessas pessoas que Cauby tocou especialmente foi minha avó, dona Regina – tbm fã desse grande artista. Ela tem 92 anos, completados em abril. Eu estava devendo um presente legal, e na maior cara de pau pedi ao Cauby que mandasse a ela um beijo em vídeo. E ele topou! Quanta gentileza por parte de um homem tão genial… CAUBY! O beijo que você mandou pra minha avó está sendo devolvido aos prantos por milhares de brasileiros e brasileiras que já sentem sua falta… Obrigado, lindo artista, por uma carreira de paixões no apaixonante timbre da sua voz!”, comentou.

Já a atriz Patrícia Pillar lembrou da irreverência do cantor ao se apresentar diante dos holofotes. “Os brilhos, os blazers, o cavalheirismo, o rosto desenhado, a doçura, o camarim, o gin, a Conceição, A VOZ! Que inspiração arrebatadora, que artista! Cauby, obrigado por ter sido tanto nas minhas escolhas. Vou te ver e ouvir pra sempre, cada vez mais! Que noite triste”, lamentou. “Um beijo carinhoso e minha última homenagem ao querido Cauby Peixoto, que com sua voz inconfundível, linda, grave, doce e poderosa enfeitou nossa vida por tantas décadas. Se vai um querido amigo e vitorioso artista e galã de multidões. #caubypeixoto #saudade”, escreveu Daniela Mercury em uma de suas redes sociais.

Ângela Maria e Cauby Peixoto (Foto: Divulgação)

Ângela Maria e Cauby Peixoto (Foto: Divulgação)

Maria Rita se mostrou profundamente triste a perda do artista. “Arrasada com essa notícia… não ta fácil não, hein… #qued’usothem #emierriesuaturma #caubypeixoto”. “Estou muito triste. O Brasil acaba de perder um de seus maiores ídolos, meu padrinho Cauby Peixoto. Que Nossa Senhora o receba em seus braços e que ele descanse em paz. Obrigado Cauby em nome da música popular brasileira”, disse Elimar Santos. “Sempre digo que os grandes artistas são eternos. Cauby…uma voz eterna…uma voz especial que sempre vai nos encantar…uma voz abençoada. Que Deus conforte o coração dos mais próximos e dos grandes admiradores deste grande talento. Que nosso #caubypeixoto descanse em paz”, comentou a cantora Marina Elali.

Em uma recente entrevista ao HT, Cauby revelou que cantava “para não ser esquecido”. “Canto, porque amo cantar, nasci para cantar. Cada um vive como quer. Não me envolvo em política, religião  ou orientação sexual de cada um. O meu assunto é música, música e música”, disse o cantor. Vá em paz, Cauby!

Pesquisas relacionadas