ToliBlog

Depois de não ganhar o troféu de Melhor Atriz no Melhores do Ano, Juliana Paes faz post no Instagram e comenta decepção: “Ficou aquele buraco no peito”

Na premiação que ocorreu ontem no Domingão do Faustão, o troféu da categoria foi para Paolla Oliveira, que interpretou a Jeiza em "A Força do Querer". Em sua legenda, Juliana disse que estava confiante com o reconhecimento. "Foi minha primeira vez no Melhores do Ano no Faustão e eu estava super ansiosa e esperançosa. Saí de casa com aquele clima de “vai que é tua” e quando o prêmio não veio, doeu mesmo"

Publicado em 11/12/2017 | Por Julia Pimentel

São 17 anos de carreira e quase a mesma quantidade de indicações a prêmios. Mas ontem tinha um gostinho especial. Por causa de sua atuação em “A Força do Querer” como Bibi, Juliana Paes foi indicada à categoria Melhor Atriz do Melhores do Ano do Domingão do Faustão pela primeira vez e perdeu. Concorrendo com Paolla Oliveira, colega de novela que fez a policial Jeiza, e Letícia Collin, de “Novo Mundo”, Juliana lamentou não ter conquistado o troféu nas redes sociais – que foi para Paolla. Em um post no qual aparece ao lado de Emílio Dantas, que interpretou o Rubinho, João Bravo, o Dedé, e Jonathan Azevedo, o Sabiá, todos parceiros de cena na trama de Gloria Perez e vencedores do Melhores do Ano em outras categorias, a atriz não escondeu a decepção.

No texto, Juliana Paes começou o desabafo com “ontem foi lindo e não foi fácil” e depois explicou seu mix de sentimentos. “Foi minha primeira vez no Melhores do Ano no Faustão e eu estava super ansiosa e esperançosa. Saí de casa com aquele clima de “vai que é tua” e quando o prêmio não veio, doeu mesmo. Ficou aquele buraco no peito… aquela pergunta: o que houve?”, escreveu a atriz que ainda comentou da decepção dos filhos com a situação. “Meu filho mais velho, o Pedro, ficou acordado para assistir e quando eu imaginei a decepção dele, aí eu chorei de verdade. Queria ganhar para ele, para os meus pequenos que sempre foram tão compreensivos”, lamentou.

Ontem foi lindo e não foi fácil!!!! Foi minha primeira vez no #melhoresdoano no #faustao e estava super ansiosa e esperançosa! Saí de casa com aquele clima ‘vai que é tua’ e quando o prêmio não veio, doeu mesmo!!! Ficou aquele buraco no peito… aquela pergunta: o que houve? Meu filho mais velho, o Pedro, ficou acordado pra assistir e quando imaginei a decepção dele, aí chorei de verdade!!!! Queria ganhar pra ele! Pros meus pequenos que sempre foram tão compreensivos a cada vez q eu ia gravar e eles perguntavam: vc vai virar a Bibi? Como somos vaidosos!!! Como isso nos golpeia de morte… Hoje, mais tranquila, consegui ver que mesmo sem a materialização do sucesso, o troféu, eu fui muito bem sucedida, tive a sorte de viver a Bibi, tive a bem aventurada cia de um Brasil inteiro que voltou a acompanhar as novelas, recebi milhões de mensagens indignadas e, o mais legal, tive colegas cheios de gratidão ao me abraçar ontem! E é isso que tem que valer… o que a gente faz pelos outros, pelos amigos, pelos colegas, pelas pessoas que nos amam! Meu prêmio é o amor que recebo e recebi de todos vcs por aqui!!!! Obrigada!!! @emiliodantas @negblack @joaobravooficial amo vcs!!!! Parabéns!!!!!!!!!!

Uma publicação compartilhada por Juliana Paes. Actress. Brazil (@julianapaes) em

No entanto, depois da premiação, Juliana Paes contou que enxergou o prêmio sobre uma nova ótica. Para ela, o sucesso de seu trabalho como Bibi vai além da materialização em um troféu e, segundo a atriz, sua recompensa foi ver a força da personagem entre os espectadores e o alcance que a novela teve. “Eu fui muito bem sucedida, tive a sorte de viver a Bibi, tive a bem aventurada companhia de um Brasil inteiro que voltou a acompanhar as novelas (…). E é isso que tem que valer. Meu prêmio é o amor que recebo e recebi de todos vocês por aqui”, escreveu a atriz.

E é verdade. Dias antes da premiação, Juliana Paes conversou com o site HT e comentou o sucesso e a boa repercussão da personagem. Mesmo após o fim da novela, com um novo trabalho já na carreira, o longa “Dona Flor e seus Dois Maridos”, Juliana Paes contou que a Bibi ainda era uma potência em sua vida. “A gente demora a abandonar os personagens, mas é uma saudade gostosa de sentir. Eu fiquei muito tempo sendo Bibi e até hoje isso faz parte do meu dia-a-dia”, disse a atriz que confessou ter ficado surpresa com a repercussão de seu trabalho em “A Força do Querer”. “Eu já imaginava que a Bibi seria uma personagem com muita discussão e talvez polêmica. Porém, nunca pensei que ela fosse cair tanto no gosto das pessoas”, completou Juliana.

Juliana Paes na cerimônia do Melhores do Ano ontem no Domingão do Faustão (Foto: Divulgação/Globo)

Pesquisas relacionadas