ToliBlog

Depois de defender os diferentes corpos, Preta Gil volta a subir ao palco com figurino colado e pernas de fora. “Não vou me render nem virar escrava de um padrão de beleza”

A cantora fez uma nova apresentação do ensaio de seu bloco de Carnaval, o Bloco da Preta, e encheu a casa de shows Audio Club com direito à presença estrelada de Fernanda Paes Leme, Paulo Vilhena e outros!

Publicado em 23/01/2016 | Por Karina Kuperman

Após ter sua aparência criticada na internet por conta do figurino no show em que conduziu o ensaio de seu bloco de Carnaval na última terça-feira, 19, e de desabafar na internet dizendo que “não vai se render nem virar escrava” de um padrão de beleza que não é o dela”, Preta Gil voltou a mostrar que é poderosa e vestiu outro body em um show na madrugada dessa sexta-feira, 22. Durante a apresentação no Audio Club, em São Paulo, a cantora recebeu famosos como Fernanda Paes Leme, Paulo Vilhena, Theodoro Cochrane, Vivi Orth e outros e empolgou uma plateia calorosa.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Nessa semana, a cantora chegou a declarar que usaria esse tipo de roupa sempre que tivesse vontade. “Eu posso, devo, coloquei e vou colocar aquele tipo de roupa quando eu quiser. Quem paga as minhas contas sou eu. Não preciso provar nada para ninguém. Tenho um marido que me ama do jeito que eu sou e é com ele que pretendo ficar casada para o resto da vida. É isso que importa. Quem não gosta de mim tem o direito de desligar a televisão, de não querer me ver e ouvir”, disse ela, que lembrou da época em que desfilou à frente da bateria da Mangueira e lutou contra o estereótipo. “Quando fui rainha de bateria da Mangueira, me lembro que eram capas de jornal dizendo que eu não tinha estereótipo. Levantei a bandeira da mulher brasileira, das mulheres que não podem fazer academia, que pariram e ganharam peso na gravidez e de mulheres que podem malhar, mas que não estão na academia para ficar saradas. Eu malho e não estou na academia com o objetivo de ficar com a perna torneada e cheia de músculos. Malho a perna por causa do meu trabalho, para aguentar o tranco dos shows”, ressaltou.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Além disso, Preta confessou que já tentou mudar o corpo diversas vezes e, atualmente, defende os diversos tipos de beleza. “Já fiz lipoaspiração, plástica, já me mutilei e me arrependi. Sou uma mulher de 41 anos que tem a consciência disso tudo, mas tem meninas de 17 anos que me seguem e se afetam com esses comentários. Daí, elas vão tomar remédio para emagrecer, fazem operações, sofrem ataques. Esse não é um assunto estético, é de saúde pública. Temos que saber lidar com a doença psicológica do ser humano. Nunca tentei me encaixar em nenhum padrão que não fosse o meu”, declarou.

Ainda em êxtase com o #ensaiodoblocodapreta . Foi tudo PERFEITO!! Obrigada a todos que lotaram o Monte Líbano ontem, todos que vieram de outros estados, meus fãs e amigos amados!! Nosso Bloco completa 7 anos e a cada ano vocês me fazem mais feliz!! Acordei e me deparei com o que já imaginava que iria acontecer: uma chuva podre de ofensas, xingamentos e pseudo opiniões sobre meu corpo e minha roupa !! Não quero e não posso acreditar que as redes sociais sejam o esgoto do mundo, pois o que recebo de positividade também é tremendo, mas eu fico realmente chocada com a capacidade do ser humano ser tão preconceituoso e principalmente ter valores tão deturpados. Sou uma mulher de 41 anos que já vivi muita coisa. Aprendi a me amar e me valorizar pelo meu caráter. Meu corpo, minhas gordurinhas e minhas celulites não medem o meu caráter a minha garra !! Tenho celulite SIM e não tenho vergonha delas. Não vou me render nem virar escrava de um padrão de beleza que não é o meu! Eu também sou padrão de beleza, pois a maioria da mulher Brasileira tem o meu biotipo. Gente, chega, guardem suas “opiniões” para vocês. Existem muitas mulheres que levam em consideração o que vocês falam e acabam pagando um preço alto para se encaixar no padrão imposto pela sociedade e mídia !! Tenho saúde, tenho amor e isso é o mais importante de tudo !! Tenho autoestima SIM e tenho senso, senso que um dia a terra come a nossa carne mas a nossa alma tem que ser leve e livre !!!

Uma foto publicada por Preta Gil (@pretagil) em

Em suas redes sociais, ela endossou ainda mais a causa: “Acordei e me deparei com o que já imaginava que iria acontecer: uma chuva podre de ofensas, xingamentos e pseudo opiniões sobre meu corpo e minha roupa! Não quero e não posso acreditar que as redes sociais sejam o esgoto do mundo, pois o que recebo de positividade também é tremendo, mas eu fico realmente chocada com a capacidade do ser humano ser tão preconceituoso e principalmente ter valores tão deturpados. Sou uma mulher de 41 anos que já vivi muita coisa. Aprendi a me amar e me valorizar pelo meu caráter. Meu corpo, minhas gordurinhas e minhas celulites não medem o meu caráter a minha garra!! Tenho celulite sim e não tenho vergonha delas. Não vou me render nem virar escrava de um padrão de beleza que não é o meu! Eu também sou padrão de beleza, pois a maioria da mulher Brasileira tem o meu biotipo. Gente, chega, guardem suas ‘opiniões’ para vocês. Existem muitas mulheres que levam em consideração o que vocês falam e acabam pagando um preço alto para se encaixar no padrão imposto pela sociedade e mídia! Tenho saúde, tenho amor e isso é o mais importante de tudo! Tenho autoestima sim e tenho senso, senso que um dia a terra come a nossa carne mas a nossa alma tem que ser leve e livre!”, discursou. Nós, do site HT, aplaudimos Preta de pé!

Pesquisas relacionadas