ToliBlog

Daniela Mercury fala sobre causa LGBT no Congresso Nacional: “Nos marginalizaram e continuam a fazer isso”

A cantora esteve com Malu Verçosa na Câmara dos Deputados, onde foi homenageada por sua luta

Publicado em 24/06/2019 | Por Heloisa Tolipan

Um dia após a Parada do Orgulho LGBT tomar as ruas de São Paulo, Daniela Mercury e Malu Verçosa estiveram, na manhã dessa segunda, 24, no Congresso Nacional, por conta da sua luta em prol da comunidade LGBT. A homenagem ocorreu durante a sessão em comemoração aos 50 anos da Revolta de Stonewall, de junho de 1969, quando frequentadores do Stonewall Inn, bar gay localizado no bairro de Greenwich Village, em Nova York, reagiram a uma batida policial no estabelecimento, o que deu início a seis noites de protesto que são consideradas um divisor de águas para o movimento LGBT nos Estados Unidos e no mundo.

Daniela Mercury e Malu Verçosa na Parada do Orgulho LGBT em São Paulo (Foto: AgNews)

A cantora baiana e sua amada fizeram um discurso para celebrar o momento e, em seguida, se beijaram. “Nosso beijo dentro da Câmara dos Deputados é símbolo de amor e de luta. Eu e Malu viemos ser homenageadas e viemos pedir ao Congresso que legisle a favor da comunidade LGBTIQ+. Somos todos brasileiros”, disse.

Daniela e Malu (Foto: Reprodução/Instagram)

Daniela falou, ainda, dos direitos LGBT: “Eu era casada com homens e, quando casei com a Malu, perdi todos os meus direitos”, explicou, dando como exemplo a questão do nome das mães na identidade dos filhos. “Como as pessoas não tem seus direitos básicos contemplados? Como, dentro de uma democracia, deixamos isso acontecer?”, questionou. “Nos marginalizaram, nos discriminaram e continuam a fazer isso. Claramente e na luz do dia, em um país democrático, em 2019. Precisamos de muitas rebeliões, de muitos stonewalls, de um movimento contínuo da sociedade para que a democracia se efetive e se equalize no direito de todos”, completou.

Malu e Daniela na Câmara (Foto: Reprodução/Câmara)

Antes da homenagem na Câmara, o Daniela já tinha falado sobre o assunto: “Bom dia! Já já estaremos no Congresso Nacional, em Brasília, onde seremos homenageadas pela nossa luta! Dedicamos esse prêmio à toda comunidade LGBTQI+. Cada dia é uma luta, cada dia uma vitória”.

Pesquisas relacionadas