ToliBlog

Band e Polishop não renovam parceria e destino do “Miss Brasil” fica ameaçado

Apesar disso, a atual miss, Julia Horta, segue em suas funções para representar o Brasil no Miss Universo, que acontece no fim do ano

Publicado em 18/07/2019 | Por Heloisa Tolipan

*Por Karina Kuperman

Fim de uma era. Após oito anos exibindo os concursos Miss São Paulo e Miss Brasil, a Band anunciou, na tarde dessa quinta, que não realizará novas temporadas da competição. Desde 2014, ambos os concursos eram resultado de uma parceria com a empresa Polishop, que usava a marca Be Emotion na promoção. “Durante os últimos cinco anos, a Polishop, por meio de sua marca Be Emotion, foi a grande parceira da Band na realização dos concursos. Trouxe, com sua grande expertise, uma nova roupagem para os concursos de beleza, tornando-os mais próximos das mulheres modernas”, disse a emissora, em um comunicado oficial. “Frente à decisão de não renovar o contrato, a Band e a Polishop/Be Emotion deixam de ter qualquer responsabilidade acerca da realização dos concursos estaduais ou nacional que tenham relação com a cadeia de concursos Miss Universo 2020. Tanto a Band, que continua detentora das marcas estaduais, quanto a Polishop, não detêm qualquer responsabilidade de realização ou de apoio aos concursos estaduais relativos à temporada 2020, mesmo que aconteçam durante o ano de 2019”, explicou a emissora.

A coroação da mineira Julia Horta, em 2019, foi a última da parceria entre a Band e a Polishop (Foto: Reprodução/Miss Brasil Be Emotion)

Apesar disso, o reinado da mineira Julia Horta, miss Brasil eleita em março desse ano, não está ameaçado. A bela continua em sua trajetória de preparação para representar o país no Miss Universo 2019, no final do ano. “Fechando, assim, o ciclo de concursos da franquia Miss Universo nas telas da Band e sob a parceria com a Polishop/Be Emotion”. A Casé Comunica, até então responsável pela assessoria da Polishop, explicou: “O contrato tinha duração de cinco anos. Não estamos mais trabalhando com a Polishop, porque a Band não vai dar continuidade ao projeto, mas nada muda com a atual miss”. Até o fechamento da reportagem, a Polishop e a miss não se pronunciaram.

Pesquisas relacionadas