Quotes

Wagner Moura como Aécio Neves e até o japonês da federal no jogo? São as últimas da série sobre a Operação Lava Jato by Netflix

Nomes como Milhem Cortaz e Maria Ribeiro também estão cotados para a produção que será dirigida pelo nosso José Padilha

Publicado em 17/04/2016 | Por Lucas Rezende

De forma pública e notória, a Netflix confirmou que deu início a produção de uma nova série, desta vez baseada nas investigações de corrupção da Operação Lava Jato, o maior escândalo político da história do Brasil, iniciado com a revelação de casos de desvios de dinheiro da Petrobras. A direção ficará a cargo do nosso cineasta José Padilha, que já assina “Narcos” para a empresa de serviço de streaming, sobre a vida do narcotraficante Pablo Escobar. Segundo o diretor, “esse projeto vai narrar a operação policial em si e mostrar detalhes sobre o maior esquema de corrupção já visto no Brasil”. As novidades, no entanto, são as primeiras notícias sobre o elenco. Um dos nomes mais cotados é de Wagner Moura, que interpreta Escobar com direção de Padilha, cotado para viver o senador tucano Aécio Neves em uma participação especial.

wagner moura

Nomes como Milhem Cortaz e Maria Ribeiro, que trabalharam com Padilha em “Tropa de Elite”, também surgiram com força desde que o anúncio foi feito. Ah, e o famoso japonês da federal, agente da política responsável pelas maiores importantes prisões da Lava Jato; e a presidenta Dilma Rousseff (PT) estarão no roteiro e, por isso, a busca por intérpretes também já começou.

*O roteiro ficará sob responsabilidade escrita de Elena Soares (de“Xingu”).

*O lançamento está previsto para 2017.

*Vale lembrar, ainda, que Wagner Moura é contra o impedimento de mandato da presidenta Dilma Rousseff, coisa que Aécio Neves discorda.

*Vale lembrar que HT já contou que Padilha também está trabalhando em “The Brand” (“A Marca”, na tradução livre), uma série com 10 episódios sobre a ascensão de gangues em presídios americanos para a emissora gringa Showtime.

Pesquisas relacionadas