Quotes

Levi’s lança ação nacional pela sustentabilidade na qual o jeans será reciclado

A partir de sábado, 20 de abril, quem doar um jeans usado de qualquer marca para a Levi’s, ganha 20% de desconto nas compras acima de R$ 200. A iniciativa é parte integrante de um projeto iniciado pelo grupo Vichese

Publicado em 19/04/2019 | Por Heloisa Tolipan

Entre 20 de abril e 4 de maio, quem doar um jeans usado de qualquer marca às lojas Levi’s de Rio de Janeiro, São Paulo ou Curitiba ganhará 20% de desconto nas compras acima de R$ 200. O material recolhido será separado pela ONG Florescer e reciclado pela Recicla Jeans, que o transformará em peças novas.

Já a Santista Jeanswear vai produzir um novo tecido a partir do resíduo para confeccionar calças novas. Essas ideias exigem muita atenção. Pois são grandes empresas abraçando a causa.

Leia aqui: Levi’s celebra o feminino, a sororidade e a diversidade com projeto ‘I shape my world’

Lançada em plena Páscoa, celebração familiar por excelência, a ação também comemora o Dia da Terra (22 de abril), parte de um projeto criado inicialmente pelo grupo Vichese e ampliado nacionalmente pela Levi’s, que tem a sustentabilidade como um de seus principais pilares.

Não é à toa que a marca centenária se mantém na melhor posição do aplicativo Moda Livre, que avalia ações adotadas por marcas e varejistas para combater o trabalho escravo entre fornecedores.

A partir dos anos 1960, o jeans passou a ser seriamente associado à ideia de liberdade. O movimento social foi capitaneado pelos hippies, que queriam uma alternativa de vida baseada na paz e no amor. De lá para cá, o jeans mostrou-se capaz de se adaptar a qualquer situação, da mais formal à mais corriqueira com ênfase na identidade. Mega importante para a imagem de seu usuário.

(Lembra do lançamento da coleção inspirada pelos Peanuts, a turma criada por Charles M. Schulz que está brilhando nesta estação? Pois é, super sucesso).

Leia aqui: Levi’s e Peanuts reeditam colaboração que fez sucesso com Snoopy trazendo agora Charlie Brown, Linus, Lucy e Paty Pimentinha

Um pouco da história da Levi’s

O fundador da Levi’s, Levi Strauss, nasceu na Baviera francesa e chegou aos Estados Unidos em 1847, no auge da Corrida do Ouro. No começo trabalhou para seus irmãos mais velhos no Kentucky, mas, dois anos depois, partiu para a Califórnia em busca de riqueza. Ele começou seu negócio costurando calças para mineiros com o tecido marrom resistente usado para fazer barracas e cobrir carroças. A partir de 1850, transformou as calças em práticos macacões e trocou a lona pelo chamado tecido de Nîmes, mais durável que a lona, que era tingido com o índigo, de forte coloração azul. Assim surgiu o Denim, corruptela de “De Nîmes”, que os americanos não conseguiam pronunciar. Daí para o Blue Denim ou Blue Jeans foi um pulo.

Uma curiosidade: o modelo 501 deve seu nome ao fato de ser o número do primeiro lote das primeiras calças jeans fabricadas no planeta. Na década de 1860, Levi Strauss se associou ao alfaiate Jacob Davis para patentear um modelo com rebites de cobre nos pontos de maior tensão nos bolsos das calças, onde rasgavam-se com mais facilidade. Desde então, o modelo é chamado Levi’s 501. Os rebites foram patenteados em 1873. Hoje, o portfólio da Levi’s® continua a evoluir através de um pioneirismo persistente e um espírito inovador sem paralelo na indústria de vestuário. Nossa linha líder de jeans e acessórios está disponível em mais de 110 países, permitindo que pessoas do mundo inteiro expressem seu estilo pessoal.

Levi’s

https://www.levi.com.br/

 

Pesquisas relacionadas