Quotes

Caso Bruno Gagliasso: Polícia do Rio de Janeiro apreende menor suspeita de ser autora das ofensas racistas contra Titi nas redes sociais

De acordo com os investigadores do processo, um dos suspeitos de envolvidos no caso é uma adolescente de apenas 14 anos

Publicado em 20/12/2016 | Por Leonardo Rocha

O processo aberto pelo ator Bruno Gagliasso na Justiça contra o crime de injúria racial sofrido por sua filha, a pequena Titi, de três anos, começou a dar resultados na manhã desta terça-feira. Isso porque, a Polícia Cilvil do Rio de Janeiro cumpriu dois mandados de busca e apreensão, um em Guarulhos e o outro em Itaquaquecetuba, na Cidade de São Paulo, como desdobramento da Operação Gagliasso. De acordo com os investigadores do processo, um dos suspeitos de envolvidos no caso é uma adolescente de apenas 14 anos. Ainda segundo a polícia, a jovem confessou ser uma das autoras do crime e ainda afirmou ter criado um perfil falso em uma rede social para proferir as ofensas, acreditando que estaria ilesa ao reconhecimento. Outras sere pessoas também foram levadas para prestar esclarecimentos na delegacia.

Bruno Gagliasso, Titi e Giovanna Ewbank (Foto Divulgação)

Bruno Gagliasso, Titi e Giovanna Ewbank (Foto Divulgação)

Na ocasião, um dos suspeitos, usuário do Instagram foi até o perfil de Giovanna Ewbank, mãe da menina, para destilar todo o seu ódio contra garotinha.  Logo após a confusão, o ator foi até a delegacia prestar queixa e segue firma na casa às bruxas. “Como ser humano e como pai, eu fico muito triste. Essa situação é muito séria. Isso é crime. Eu realmente espero que os culpados sejam encontrados muito em breve e que a gente não precise mais ficar falando sobre isso”, destacou ele ao site HT.

Pesquisas relacionadas