Quotes

“Bombshell”: Filme sobre os escândalos sexuais envolvendo o ex-presidente da FOX News, Roger Ailes, ganha primeiro trailer

O drama, dirigido por Jay Roach, detalhará todo o processo que levou à queda de um dos maiores executivos da televisão americana, morto em 2017. Nicole Kidman, Margot Robbie e Charlize Theron estão no elenco

Publicado em 21/08/2019 | Por Heloisa Tolipan

Charlize Theron, Nicole Kidman e Margot Robbie irão estrelar a produção (Foto: Divulgação)

*Por Iron Ferreira

Roger Ailes, morto em 2017, foi um dos mais importantes executivos da televisão americana, responsável por presidir e chefiar o grupo FOX. Sob o seu comando foi fundada, em 1996, o FOX News, um dos maiores canais de jornalismo 24 horas dos Estados Unidos. O empresário chegou a ser consultor de mídia dos ex-presidentes Ronald Reagan, Richard Nixon e George W. Bush. Apesar da fama e do sucesso, a sua imagem foi machada em 2016, quando Gretchen Carlson, ex-âncora do canal, o processou por assédio sexual após ter sido demitida por recusar suas investidas. Com a denúncia, outras funcionárias da emissora também acusaram o executivo de crimes sexuais, entre elas, a jornalista Megyn Kelly.

Este slideshow necessita de JavaScript.

A conturbada história serviu de inspiração para a produção do filme “Bombshell”, que chega aos cinemas nacionais no dia 30 de janeiro de 2020, sob o título “O Escândalo”. Dirigido por Jay Roach e estrelado por Nicole Kidman, vencedora de um Oscar, dois Emmys e cinco prêmios Globo de Ouro, Charlize Theron, um Oscar, um Globo de Ouro e um Urso de Prata de melhor atriz, e Margot Robbie, indicada ao Oscar por “Eu, Tonya”, a trama abordará os bastidores que culminaram na demissão de Ailes.

Assista ao trailer:

O longa, que será lançado nos EUA em dezembro de 2019, estreia em um momento delicado, onde Hollywood ainda se recupera dos escândalos sexuais que abalaram a maior indústria cinematográfica do mundo. Atores, produtores e diretores consagrados, como Harvey Weinstein, Kevin Spacey, Ben Affleck, Mel Gibson, Woody Allen, Sean Penn, Johny Depp, Roman Polanski, Lars Von Trier, Bill Cosby, Nicolas Cage, Bill Murray, Charlie Sheen, Casey Affleck e Steven Seagal, viram suas reputações ruírem diante de inúmeras acusações de assédio e violência sexual. Tais casos desencadearam o início do movimento Time’s Up, criado em janeiro de 2018, que levou inúmeras mulheres e artistas do setor a se posicionarem e lutarem contra o machismo remanescente.

Pesquisas relacionadas