Quotes

A repercussão da tragédia no Centro de Treinamento do Flamengo nas redes sociais

Zico, Neymar, Lucas Paquetá e representantes de clubes se manifestaram sobre o incêndio no Ninho do Urubu

Publicado em 08/02/2019 | Por Leticia Sabbatini

 

O incêndio deixou dez mortos e três feridos, que tinham entre 14 e 17 anos (Foto: Reprodução)

A internet acordou hoje com mais uma trágica notícia. Um incêndio, iniciado por volta das 5h da manhã, fez dez mortos em um alojamento no Ninho do Urubu, centro de treinamento do Flamengo, localizado na zona oeste do Rio. O lugar abrigava jovens atletas com idade entre 14 e 17 anos, que não podiam retornar para as suas casas, seja por distância elevada ou condição financeira.  Pelas redes sociais, o Clube de Regatas do Flamengo manifestou o luto em poucas palavras e recebeu, pelos comentários, o apoio dos torcedores. Veja a repercussão do caso!

Apesar da lista com o nome dos dez falecidos ainda não ter sido liberada, todos que estão acompanhando o ocorrido já torcem para a recuperação dos três jovens feridos. Cauan Emanuel Gomes Nunes, de 14 anos, Francisco Diogo Bento Alves, de 15 anos e Jonathan Cruz Ventura, de 15 anos, em estado mais grave. Ambos permanecem no Hospital Municipal Lourenço Jorge, na Barra, mas até o fechamento dessa matéria, Jonathan aguardava transferência para o Hospital Municipal Pedro II, referência em tratamento de queimados, em Santa Cruz. Cauan e Francisco devem ser transferidos para centros particulares.

Pelas redes sociais, muitas são as manifestações. A começar pelos clubes mais tradicionais do Rio, como o Fluminense que, por meio do Instagram, escreveu: “Hoje não há clima para treino. As atividades do dia foram canceladas. Jogadores e membros da comissão técnica se solidarizam com as vitimas e familiares da tragédia que aconteceu no Ninho do Urubu. O Fluminense Football Club decretou luto oficial de três dias”. Já o Vasco, por todas as redes sociais que possui conta ativa, colocou-se de prontidão para ajudar no que for preciso: “O @vascodagama lamenta profundamente o trágico incêndio no CT do @Flamengo. A Diretoria Administrativa manifesta pesar e solidariedade aos familiares das vítimas, bem como à Direção e a todos os atletas do Flamengo. Colocamo-nos à disposição para auxiliar no que for necessário”.

Como é de conhecimento geral, o Flamengo tem o hábito de fazer com que os seus jogadores cresçam no clube, passando pelas categorias de base até chegarem ao profissional. Dessa forma, muitos dos atletas conhecidos do time frequentaram o centro de treinamento incendiado, bem como os meninos atingidos na madrugada de hoje (08/01). Vinicius Junior, que hoje faz sucesso no Real Madrid, foi um desses jovens treinados no Ninho do Urubu. Federado pelo clube ainda pequeno, com 10 anos de idade, ele lamentou: “Que notícia triste, ainda sem acreditar…Oremos por todos! Força, força e força aos familiares dos jovens sonhadores que estavam presentes no CT do Flamengo”. Lucas Paquetá, muito conhecido pelos torcedores do clube, hoje atua como meia no Milan, mas relembrou a sua trajetória no time que o deu visibilidade: “A tristeza que essa notícia traz é imensa, passei 12 anos da minha vida vivenciando esse ambiente, o desejo de se tornar um garoto do ninho, sonhos e objetivos interrompidos por uma tragédia que não tem como acreditar”.

O maior ídolo do Flamengo, Zico, também se manifestou. Em uma publicação com uma imagem na cor preta, representando o luto, ele falou: “Que tragédia essa com a base do Flamengo. Que choque receber essa notícia aqui do outro lado do mundo. Que tenha sido uma fatalidade. […] Meninos que sonhavam com um futuro em suas vidas e muitos, sem dúvida, em ajudarem as suas famílias. Que se apure tudo pois uma tragédia dessas não pode passar em branco. Vidas se foram. Que a Nação Rubro-Negra tenha força e fé para superar esse momento”. O craque Neymar compartilhou a mesma imagem publicada pelo perfil oficial do Flamengo, demonstrando solidariedade a todos os envolvidos. No Twitter, #ForçaFlamengo é o assunto mais comentado desde a manhã, com quase 200 mil publicações em poucas horas.

O governador Wilson Witzel decretou luto oficial de 3 dias no Estado do Rio de Janeiro.

View this post on Instagram

O Clube de Regatas do Flamengo lamenta profundamente a tragédia que fez dez vítimas fatais no Centro de Treinamento George Helal na madrugada desta sexta-feira (8) e se coloca inteiramente à disposição das autoridades e das famílias para auxiliar na apuração das causas do incêndio e, de alguma forma, minimizar a dor e o sofrimento das famílias dos atletas e funcionários atingidos. ⠀ O presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, falou aos jornalistas na manhã desta sexta-feira (8). O dirigente classificou o acidente como "a maior tragédia pela qual o clube já passou nos 123 anos de sua existência". ⠀ "Eu estava até agora envolvido em ações emergenciais e na distribuição de algumas tarefas importantes, só agora consegui me desvencilhar dessas tarefas e vir falar com vocês. Estamos todos consternados. Certamente essa é a maior tragédia pela qual o clube já passou nos 123 anos de sua existência, com a perda dessas pessoas. Queremos tentar minimizar o sofrimento dessas famílias. Estejam certos de que o Flamengo não irá poupar esforços para minimizar ao máximo essa dor. O clube está colaborando com as autoridades para que as causas do incêndio possam ser apuradas. Ninguém mais do que nós tem total interesse para que isso ocorra. Todos no clube estão de luto", disse o mandatário rubro-negro.

A post shared by Flamengo (@flamengo) on

 

Lista de vítimas fatais confirmadas por amigos ou familiares (até 12h20):

Pablo Henrique- 14 anos, Oliveiro, Minas Gerais

Vítor Isaias- 14 anos,  Florianópolis, Santa Catarina

Christian Esmério- 15 anos, Madureira, Rio de Janeiro

Arthur Vinicius- 14 anos, Volta Redonda, Rio de Janeiro

Bernardo Pisetta- 15 anos, Indaial, Santa Catarina

 

Pesquisas relacionadas