Música & Badalo

Viva Tim Maia: Ivete Sangalo e Criolo esbanjam charme, talento e cumplicidade musical em espetáculo incrível. Saiba como foi a estreia!

Artistas cantaram repertório do rei da black music nacional através de projeto da Nívea, e HT conta como foi a estreia, mostra a setlist e o que mais rolou nessa supernova parceria musical

Publicado em 01/04/2015 | Por João Ker

Depois de presentar o Brasil com espetáculos como Vanessa da Mata cantando Tom Jobim, Maria Rita interpretando Elis Regina; Diogo Nogueira, Alcione, Martinho da Vila e Roberta Sá homenageando o samba, chegou a vez do projeto Nívea Viva honrar o repertório de Tim Maia, um dos maiores e mais eternos nomes no catálogo nacional. Para isso, a marca escalou uma dupla de deixar as emoções “à flor da pele”: Ivete Sangalo, “a maior cantora a atualidade” e Criolo, “a maior revelação da última década”, de acordo com Nelson Motta. O jornalista e biógrafo de Tim, autor do livro que deu origem ao filme e ao musical baseados na vida do cantor de soul, foi a personalidade escolhida – e ideal, diga-se de passagem – para abrir a avant-premiére do show “Viva Tim Maia”, na noite desta terça-feira, no Vivo Rio.

Nelson Motta faz discurso na abertura de "Viva Tim Maia" (Foto: Vinícius Pereira)

Nelson Motta faz discurso na abertura de “Viva Tim Maia” (Foto: Vinícius Pereira)

A importância e singularidade de Tim Maia dispensam apresentações. Como disse o próprio Nelson, este foi um artista que conseguiu transcender qualquer limite com sua obra, agradando ricos e pobres, brancos e pretos, caretas e doidões, velhos e jovens. Na plateia, uma parcela dessa diversidade era encontrada entre as mesas repletas de celebridades: Giba, Sophie Charlotte acompanhada por Daniel de Oliveira, Glória Maria, Thiago Martins, Joaquim Lopes, Samantha Schmutz e Cacau Potássio, todos se renderam à magia da apresentação de Ivete e Criolo durante a noite.

O show começa com a figura imponente de Ivete Sangalo usando um vestido assimétrico todo azul e com franjas brilhantes, bronzeada até o último fio de cabelo liso, cantando “Não Quero Dinheiro”, “Gostava Tanto de Você” e “Você”, tudo no mesmo fôlego. A direção musical de Daniel Ganjaman merece destaque, não só pela banda sensacional, mas pelos rearranjos sutis e perceptíveis nas canções, se ajustando um pouco mais ao timbre de Ivete. A cantora apenas para e fala com o público ao final da terceira música, fazendo uma daquelas suas brincadeiras carismáticas e pedindo mais aplausos. “Tim é bom para tudo, né? Para fazer filho então! É bom também para matar a saudade, dançar juntinho…”, diz, fazendo piada. Antes de sair do palco, ela finaliza com “Azul da Cor do Mar” e os videografismos se destacam mais uma vez. Aplausos também para a diretora geral, Monique Gardenberg.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Se o público parecia um pouco quietinho no início, bastou Criolo chegar de mansinho com um terno branco para as mulheres pirarem e gritarem: “lindo!”. Cantando “Primavera”, o artista mostrou por que é realmente uma das melhores revelações a surgirem na cena musical dos últimos anos e, além de fazer rap sobre vários ritmos, ainda tem gogó para segurar uma das baladas românticas mais famosas do imaginário brasileiro. Assim como Ivete, que em minutos estava no palco toda sexy com “Telefone”, o artista revelou sua personalidade galanteadora – quem consegue resistir às letras de Tim, não é mesmo? -, antes de cantar “Chocolate” e sair de cena.

Criolo

Este slideshow necessita de JavaScript.

Os dois vão se revezando dessa maneira até quase metade do show. Ivete Sangalo cita Roberto Carlos ao cantar “Não Vou Ficar”, mas não toca no assunto polêmico da briga e separação entre os dois artistas. Em “O Que Me Importa”, sua preferida de acordo com a própria, a cantora solta o vozeirão sentadinha no palco, com arranjo minimalista e acústico, fazendo o Vivo Rio pequeno para tanta emoção. “Lamento” marca o primeiro momento de encontro entre os dois meteoros musicais. Ivete convida Criolo a “parar de sofrer e ir para o baile”, quando o show atinge seu auge: os dois começam a cantar um medley que envolve “Sossego”, “Do Leme ao Pontal” “Não Quero Dinheiro”, no melhor estilo de festa possível, o que foi o suficiente para qualquer um dos convidados esquecer as regras comportamentais e se amontoar na frente do palco dançando com as mãos para o alto. Prova de que misturar Ivete Sangalo, Criolo e Tim Maia no mesmo caldeirão é uma receita infalível para a diversão de qualquer ser humano.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Ivete sai de cena e Criolo volta com as canções “mela-cueca”, como descreveria Tim, com “Ela Voltou” e aquela sua pronuncia americanizada, gritando no refrão: “Ela sumiu e nunca mais volthou!”. Eles se encontram novamente para reviver o famoso dueto entre Tim Maia e Gal Costa em “Dia de Domingo”, com cada um rasgando elogios ao outro, declarando amizades e destacando a iconografia, respectivamente. O entrosamento e a cumplicidade no palco parecem genuínos, algo que dá gosto de ver e torna todo o propósito da apresentação mais poético e emocionante – até para os cantores, que em muitos momentos ficavam com o olhos marejados de lágrimas. “Esse cara é talento puro na música, no abraço, no jeito de conversar com as pessoas… Eu espero que essa amizade seja eterna”, comenta ela.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O espetáculo, claro, termina em clima de celebração: os dois finalizam com “Descobridor dos Sete Mares” e voltam para o bis com o mesmo medley festivo do início. A partir de 12 de abril, em Porto Alegre, o show começa a rodar o Brasil em apresentações abertas ao público, que deve conferir em massa essa união musicalmente divina. Mais do que uma ação de marketing, o “Viva Tim Maia” já se destaca não só como uma momento histórico na cena nacional, mas um marco na carreira de dois artistas que, ao se juntarem sob o catálogo de Tim, criam um dos trios mais poderosos dos últimos anos.

Setlist:

“Não Quero Dinheiro” – Ivete Sangalo

“Gostava Tanto de Você” – Ivete Sangalo

“Você” – Ivete Sangalo

“Primavera” – Criolo

“Chocolate” – Criolo

“Que Beleza” – Ivete Sangalo

“Bom Senso” – Ivete Sangalo

“Telefone” – Ivete Sangalo

“Não Vou Ficar” – Ivete Sangalo

“O Que Me Importa” – Ivete Sangalo

“Lamento” – Ivete Sangalo e Criolo

“Sossego” – Ivete Sanaglo e Criolo

“Do Leme ao Pontal” – Ivete Sangalo e Criolo

“Não Quero Dinheiro” – Ivete Sangalo e Criolo

“Ela Voltou” – Criolo

“Coroné Antonio Bento” – Criolo

“Leva” – Criolo

“Me Dê Motivos” – Criolo

“Dia de Domingo” – Ivete Sangalo e Criolo

“Lábios de Mel” – Ivete Sangalo

“Descobridor dos Sete Mares” – Ivete Sangalo e Criolo

 

AGENDA DE SHOWS NIVEA VIVA Tim Maia:

PORTO ALEGRE

12 de abril (domingo), às 16h30

Anfiteatro Pôr do Sol

Av. Edwaldo Pereira Paiva, s/n (Localizado no Parque Maurício Sirotsky

Sobrinho, na orla do Lago Guaíba) – Porto Alegre – RS

 

RECIFE

26 de abril (domingo) 

Local a confirmar

 

SALVADOR        

24 de maio (domingo), às 16h30

Praça Visconde de Cairu, s/n – Cidade Alta – Salvador – BA

 

FORTALEZA

31 de maio (domingo), às 16h30

Aterro da Praia de Iracema

Avenida Historiador Raimundo Girão, 800 – Fortaleza – CE

  

BRASÍLIA       

14 de junho (domingo), às 17h00

Parque da Cidade Dona Sarah Kubitschek

Praça das Fontes

Asa Sul de Brasília – Estacionamento 9 – acesso 906/7 Sul – Brasília – DF

 

RIO DE JANEIRO

21 de junho (domingo), às 17h00

Praia de Copacabana

(altura da Av. Princesa Isabel) – Copacabana – Rio de Janeiro – RJ

 

SÃO PAULO

28 de junho (domingo)

Local a confirmar

Pesquisas relacionadas