Música & Badalo

No clipe de “Canto de Ossanha”, Rodrigo Pitta leva Vinícius de Moraes para um rolê esperto na selva de Nelson Rodrigues!

No clipe do novo single, o músico mistura referências do afrossamba com um roteiro baseado na peça "Vestido de Noiva" em resultado avassalador

Publicado em 11/11/2014 | Por Alexandre Schnabl

*Por João Ker

Rodrigo Pitta está perdido em uma selva onde a loucura rola mais solta do que no álbum temático gravado pelo É O TchanHT explica: o vídeo que o músico acaba de liberar para o single “Canto de Ossanha” traz uma mistura de referências que, sozinhas, já têm tantos significados nas entrelinhas que é preciso algumas horas pós-consumo para entender perfeitamente o que está acontecendo. Junte-se a isso a criatividade de Pitta e você chega a um vídeo cheio de metáforas e alusões a duas grandes obras da cultura brasileira: a música homônima escrita por Baden Powell com Vinícius de Moraes, e a peça “Vestido de Noiva”, um marco para o teatro brasileiro criado em 1943 por Nelson Rodrigues.

A música, que chega ao mercado digital como produto à parte do disco “Estados Alterados”, sai da sua tradicional roupagem de afrossamba para ganhar batidas eletrônicas assombrosas na versão de Pitta, que já executava o número pelos shows de divulgação que realizou mundo afora. É o próprio músico quem assina roteiro e direção – ao lado de Banca Halpern e Douglas Aguiar – do vídeo. Na história, a marca do candomblé inferida por Vinícius e Baden aparece na roupagem de uma selva que, para os desavisados, é tal o território de onde Ossanha retira todo o seu axé. O resto vem de uma releitura feita por Pitta do triângulo amoroso, teatral e dramático de “Vestido de Noiva”, com Vanessa Gerbelli como Alaíde; Guta Ruiz como a irmã traidora e traiçoeira, Lúcia; e Sérgio Marone como Pedro, o boy dividido e disputado por ambas. Mas há também uma participação especial do ator Theodoro Cochrane.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Antes de chegar aos canais online, o vídeo ganhou um début em meio à correria da São Paulo Fashion Week, com direito a show exclusivo de Pitta que, como era de se esperar, fez mais uma performance incrivelmente enérgica, ecoando sua voz por todos os cantos do Parque Cândido Portinari. Na ocasião, ele – que, fofo, distribuiu CDS na sala de imprensa – contou para HT que já se prepara para o lançamento do novo disco e que já tem bastante coisa no forninho (que a Giovana, mais uma vez, não vai conseguir segurar): “Já estou há dois anos com o “Estados Alterados”, então chegou a hora de criar coisa nova. O álbum deve sair mais para o início de 2015 e deve ter umas participações bacanas, de gente que eu fui agregando ao longo desse período, como Ana Carolina e Carlinhos Brown“. Com a cantora, por sinal, Pitta já tem a faixa “Bang Bang 2”, presente no  recém-indicado ao Grammy Latino, #AC.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Rodrigo agora diz que está divulgando o novo single, “porque com o advento do mercado digital fica mais fácil lançar material novo”. Mas também, paralelamente, espera que uma de suas músicas entre para uma novela da Rede Globo, que ele não pode dar detalhes no momento por estar em fase de negociação. “Mas estamos na torcida”, conta. Desde quando bateu aquele papo esperto com HT quando fez o show no palco do Miranda, em junho, Pitta tem andado frenético: já se apresentou na after party do Brazil Gala Foundation e fez um show para cerca de 80.000 pessoas em Paris, lado a lado com Daniela Mercury. Ainda assim, a nossa aposta é que você ainda ouvirá muito o nome Rodrigo Pitta (ou R. Pitta, se preferir) no futuro. Afinal, não é todo dia que o Brasil consegue espremer o suco de um talento tão completo em áreas tão diversas quanto visão criativa, performance, qualidade musical e – o mais raro de se encontrar atualmente – originalidade. Abaixo você confere o resultado dessa loucura visual (que a gente recomenda que se assista em HD). Para os moderninhos, a música já está no iTunes, Deezer, Spotify e no Google Play.

Pesquisas relacionadas