Música & Badalo

Semana é dominada por mulheres, com lançamentos de Janet Jackson, Claudia Leitte e Lauryn Hill, além de Janelle Monae fazendo parceria com Duran Duran

Entre os outros destaques, Madonna lança clipe de seu terceiro single, Hilary Duff lança álbum cheio de ótimos compositores pop e Maíra Labanca mostra que o som de Minas é universal

Publicado em 19/06/2015 | Por João Ker

Os lançamentos musicais dessa semana foram marcados pela presença feminina. Seja o novo disco de Hilary Duff, “Breathe In. Breathe Out.” alcançando o topo do iTunes, seja Claudia Leitte finalmente mostrando que sentido irá seguir com sua carreira internacional, foram elas que dominaram as notícias. E mais: entre os destaques, ainda é possível ouvir a excelente regravação de “Feeling Good” feita por Lauryn Hill, uma prévia do retorno de Janet Jackson e a incrível, dançante e imperdível parceria entre Janelle Monae, Duran Duran e Nile Rodgers. Play já!

montagi

Hilary Duff, “Breathe In. Breathe Out.”: Por incrível que pareça, o retorno surpresa de Hilary Duff à cena pop é mais promissor do que suas antigas investidas – com fracassos como “Chasing The Sun” – poderiam sugerir. Reunindo um time de compositores como Bloodshy, Ed Sheeran e Tove Lo, a ex-princesinha da Disney fez bonito e merece mais atenção com o disco. Veja abaixo a apresentação acústica de “Tattoo”, composta por Ed Sheeran.

Claudia Leitte, “Signs”: Depois de ter anunciado já há bastante tempo a sua investida internacional e seu novo contrato com a gravadora Roc Nation, que ela mesma descreveu em entrevista exclusiva ao HT como “uma extensão de sua carreira aqui”, Cláudia deu a primeira prévia de trabalho com a balada “Signs”. E podemos falar? A música surpreende de maneira positiva tanto pela pronúncia correta do idioma – algo que sempre preocupa quando artistas nacionais tentam cantar em inglês -, quanto pelos vocais.

Madonna, “Bitch, I’m Madonna”: Como HT mostrou aqui, Madonna lançou essa semana o videoclipe de seu terceiro single do álbum “Rebel Heart” que, apesar de pecar nas participações-relâmpago, ainda traz para o verão norte-americano uma das melhores músicas do disco e, na produção geral, traz a estética impecável do diretor Jonas Akerlünd em um clima divertido.

Tove Lo, “Timebomb”: Apesar de ainda não ter emplacado um hit tão grande quanto “Habits (Stay High)”, uma das novas compositoras queridinhas do pop volta a apostar no término como tema de seu novo single, “Timebomb”. O piano e a produção dançante com os versos corridos podem até lembrar o trabalho antigo de Kesha (sem o autotune, claro),  em uma música chiclete que tem o ponto alto no refrão, mas precisará de uma divulgação massiva para se tornar um sucesso.

Janet Jackson, “Love”: Enquanto Madonna lançava seu clipe, outra Rainha voltava à cena, com o lançamento de seu primeiro single em anos. Infelizmente, a faixa está mais para um interlúdio do que uma música propriamente dita, mas ainda assim dá para se ter uma noção de como será essa nova fase de Janet. Ouça aqui.

Duran Duran feat. Janelle Monaé e Nile Rodgers, “Pressure Off”: HT anunciou aqui que a banda faria seu retorno em breve e, realmente, o ‘breve’ acabou sendo essa semana. Se o disco ainda trará participações de Usher e Lindsay Lohan – que não deve cantar, infelizmente, mas apenas narrar uma intro -, esse primeiro single com Janelle Monaé traz groove, guitarras dançantes e distorcidas, com um som divertido que transforma a parceria em algo sonoramente perfeito e estimulante cheio de malabarismos eletrônicos, obras de Nile, provavelmente.

Lauryn Hill, “Feeling Good”: Aqui no HT nós já estamos tendo arrepios só em ver o trailer de “What Happened, Miss Simone?”, o documentário produzido pela Netflix que mostra rá toda a emblemática história de Nina Simone. Se o filme em si não fosse um motivo para comemorar com as mãos para o alto, um álbum-tributo também será lançado no dia 10 de julho com gente como Mary J. Blige, Usher, Alice Smith, Lisa Simone e Lauryn Hill reinterpretando os maiores clássico de Nina. Por enquanto, o único áudio disponível é o de Lauryn cantando “Feeling Good”, mas  isso já merece a sua atenção. Repare nas guitarras do final e no próprio jeito com que a vocalista faz jus à versão de Nina Simone com as improvisações vocais antes de deixar a produção tomar conta. Emocionante e incomparável.

Bruno Monteiro, “Desperto”: Em parceria com Arthur Nogueira (que acabou de contribuir para o “Gal Estratosférica”), Bruno Monteiro lança o primeiro gostinho de seu EP, com um vídeo artístico gravado na Zona Norte do Rio, som eletronicamente experimental, mas que não abafa a voz do cantor. Este, por sua vez, passeia por uma canção sombria e deprimida, com um sotaque bastante agradável, diga-se de passagem.

Maíra Labanca, “Labanca”: A mineira acaba de disponibilizar seu primeiro disco para download gratuito no seu site oficial. Com produção e direção musical de PJ, do Jota Quest, a cantora passeia por um pop leve e solar, com violões e um quê de interior que, combinados com sua voz, são uma delícia para os ouvidos.

Pesquisas relacionadas