Música & Badalo

Rock in Rio: entre o blues e o pop açucarado, John Mayer embala corações românticos com show suave – mas sem afetação

Cantor americano exibiu repertório eficiente, demonstrando sua versatilidade ao protagonizar um longo solo de guitarra ao final, durante a execução de 'Gravity'

Publicado em 22/09/2013 | Por Heloisa Tolipan

Por Pedro Willmersdorf

Mocinhas histéricas à beira da grade contrastando com casais mais afastados à espera do embaixador romântico da noite, galã arrasa-quarteirão fora dos palcos e figura discreta e profissionalmente correta quando está sobre um. Assim, suavizando ainda mais a atmosfera deste sexto dia de Rock in Rio, John Mayer, do alto de seus 35 anos, cumpriu a promessa de arrancar suspiros dos mais românticos, lágrimas dos mais sensíveis e aplausos de todos que curtiram de perto sua performance mergulhada em uma mistura envolvente de pop, folk e blues. Tudo carregado no açúcar, mas sem afetação.

No repertório, uma mistura interessante de seus maiores sucessos, como ‘Your Body Is a Wonderland’, ‘Daughters’, ‘No Such Thing’ e ‘Why Georgia’, com faixas mais recentes, como ‘Queen of California’, do álbum ‘Born and Raised’ (2012), e ‘Wildfire’ + ‘Dear Marie’, presentes em ‘Paradise Valley’, trabalho lançado no mês passado. Uma fórmula que, mesmo rendendo explicitamente mais durante a execução dos hits, manteve  a vibração delicada que permeou sua apresentação integralmente.

O final, com um solo intenso (e extenso) durante ‘Gravity’, expôs de forma definitiva a versatilidade (e a entrega) de Mayer, passeando tranquilamente por todos os rótulos que o envolvem: galã, compositor de mão cheia, popstar, amante do blues, guitarrista talentoso e artista de uma ‘eficiência pacata’ quando está em ação. Assim, ele prova que a suavidade de sua música pode se tornar uma densa experiência.

John Mayer, mesmo com seu figurino de gosto duvidoso, arrancou suspiros das mocinhas à grade e de casais apaixonados no Rock in Rio (Foto: I Hate Flash/Divulgação)

John Mayer, mesmo com seu figurino de gosto duvidoso, arrancou suspiros das mocinhas à grade e de casais apaixonados no Rock in Rio (Foto: I Hate Flash/Divulgação)

Pesquisas relacionadas