Música & Badalo

Performance surpresa de Beyoncé e Kendrick Lamar, homenagem ao cantor Prince e discursos politizados roubam a cena no BET Awads 2016

A cantora, que não estava na lista de apresentações, surpreendeu ao abrir o evento entoando a simbólica canção "Freedom"

Publicado em 27/06/2016 | Por Leonardo Rocha

Como não poderia ser diferente, a 16ª edição do Black Entertainment Television (BET) Awards, evento que premia anualmente personalidades que se destacam na cultura afro-americana, mostrou o porquê Beyoncé é considerada uma das maiores cantoras de sua geração. Com o nome fora da lista de apresentações, a artista surpreendeu ao abrir o evento entoando a simbólica canção “Freedom”, que integra seu último álbum  “Lemonade”, lançado há cerca de dois meses. Para o palco, ela levou seus dançarinos e toda a estrutura aquática da “Formation World Tour”. “Eu vou andar sobre a água até que a maré não se mova”, cantou Beyoncé em sua entrada, enquanto era molhada pelo seu corpo de bailarinos.

Beyoncé no palco do BET Awards (Foto: Divulgação)

Beyoncé no palco do BET Awards (Foto: Divulgação)

Além da performance, que também contou com a presença de Kendrick Lamar, compositor da canção, a intérprete de “Crazy in Love” e “Single Ladies” ainda levou quatro das cinco categorias que estava sendo indicada, incluindo “Vídeo do Ano” pelo clipe de “Formation” e “Melhor Artista Feminina de R&B/Pop”. No entanto, vale lembrar que o poderoso clipe lançado recentemente por Bey causou polêmica nos Estados Unidos por trazer referências diretas ao grupo Pantera Negra, partido ligado à cultura afro no país norte-americano.

Outro destaque da noite foi o tom político que cada celebridade trouxe para a premiação. Artistas como as
atrizes Tracee Ellis Ross, Taraji P. Hensen e o cantor Usher fizeram questão de criticar o político Donald Trump, candidato à presidência dos EUA conhecido por suas ideias conservadoras e preconceituosas. Seguindo a mesma linha, Jesse Williams, ator da série “Grey’s Anatomy”, venceu o Prêmio Humanitário do BET por seu ativismo e, em um discurso emocionado, ofereceu a estatueta aos colegas que lutam por igualdade.

Jesse Williams faz discurso emocionado (Foto: Divulgação)

Jesse Williams faz discurso emocionado (Foto: Divulgação)

“É para os organizadores reais de todo o país, os ativistas, os advogados de diretos civis, os pais que lutam, as famílias, os professores e os alunos que estão percebendo que o sistema construído para dividir, empobrecer e destruir-nos não pode continuar”, disse. “Este prêmio também é para as mulheres negras, em participar, as que passaram sua vida nitrindo todos antes de si mesmas”, ressaltou, que ainda deixou um recado. “Se você não tem interesse em igualdade de direitos para os negros então não faça sugestões para isto: Fique sentado”, ponderou. Mais tarde, o ator Samuel L. Jackson, que recebeu o prêmio honorário pelo conjunto da obra, disse que não tinha ouvido um discurso parecido desde a década de 1960.

Entre as apresentações musicais, Alicia Keys, que compareceu à premiação sem um vestígio de maquiagem no rosto – como já havia anunciado, há cerca de 20 dias -, animou o público presente com uma performance intimista de seu mais novo single “In Common”. A cantora ficou rodeada de instrumentos enquanto soltava seu vozeirão na faixa. Já o cantor Usher provou que voltou com o mesmo pique de antigamente. Acompanhado de Yung  Thug e vários dançarinos, o artista apresentou seu novo single “No Limit”, vestido com uma camisa que estampava a frase: “Don’t Trump America” (mais uma crítica a Donald Trump).

Alicia Kays sem maquiagem no BET Awards (Foto: Divulgação)

Alicia Kays sem maquiagem no BET Awards (Foto: Divulgação)

Apesar de tantos talentos, o espetáculo só ficaria completo após o tributo ao cantor Prince, morto em abril deste ano. A homenagem se desdobrou por muitos artistas, entre eles: Erikah Badu, que interpretou “The Ballad of Dorothy Parker” e Stevie Wonder e Tori Kelly, cantaram “Take me With U”. Um dos pontos altos da honraria ficou por conta de Jennifer Hudson com um trecho do megahit, “Purple Rain”, Maxwell com “Nothing Compares 2 U”, e Janelle Monae com medley de “Delirious” e “Kiss”.

Confira a lista completa de vencedores da noite:

Melhor artista feminina Pop/R&B

Beyonce
Adele
Andra Day
K. Michelle
Rihanna

Melhor artista masculino Pop/R&B

Bryson Tiller
Chris Brown
Jeremih
The Weeknd
Tyrese

Melhor Grupo

Drake & Future
2 Chainz & Lil Wayne
Puff Daddy & the Family
Rae Sremmurd
The Internet

Melhor Colaboração

Rihanna ft. Drake – “Work”
Big Sean ft. Chris Brown & Ty Dolla $ign – “Play No Games”
Big Sean ft. Kanye West & John Legend – “One Man Can Change the World”
Future ft. Drake – “Where Ya At”
Nicki Minaj ft. Beyonce – “Feeling Myself”

Melhor artista Hip-Hop

Drake
Fetty Wap
Future
J. Cole
Kanye West
Kendrick Lamar

Melhor Artista Feminina de Hip Hop

Nicki Minaj
Dej Loaf
Lil Kim
Missy Elliott
Remy Ma

Vídeo do Ano

Beyonce – “Formation”
Bryson Tiller – “Don’t”
Drake – “Hotline Bling”
Kendrick Lamar – “Alright”
Rihanna ft. Drake – “Work”

Revelação

Bryson Tiller
Alessia Cara
Andra Day
Kehlani
Tory Lanez

Melhor atriz

Taraji P. Henson
Gabrielle Union
Kerry Washington
Tracee Ellis Ross
Viola Davis

Melhor Ator

Michael B. Jordan
Anthony Anderson
Courtney B. Vance
Idris Elba
O’Shea Jackson Jr.

YoungStars (prêmio para atores jovens)

Amandla Stenberg
Quvenzhane Wallis
Silento
Willow Smith
Yara Shahidi

Melhor Filme

Straight Outta Compton – A História de N.W.A.
Beasts of No Nation
Concussion
Creed
Dope

Escolha do público

Beyonce – “Formation”
Bryson Tiller – “Don’t”
Chris Brown – “Back to Sleep”
Drake – “Hotline Bling”
Future ft. Drake – “Where Ya At”
Rihanna ft. Drake – “Work”

Prêmio Centric

Beyonce – “Formation” 
Andra Day – “Rise Up”
K. Michelle – “Not a Little Bit”
Rihanna – “BBHMM”
The Internet – “Under Control”

Pesquisas relacionadas