Música & Badalo

Lançamentos musicas: Adele anuncia seu retorno e Gwen Stefani volta à fossa, enquanto Sia supera o término

E mais: ouça também os lançamentos de Justin Bieber + Selena Gomez, Fall Out Boy + Demi Lovato, One Direction, Paula Fernandes e até da vlogger Jout Jout

Publicado em 19/10/2015 | Por João Ker

A segunda-feira (19/10) já começa bem, com o anúncio do retorno de Adele, que ontem deu a primeira prévia do seu novo trabalho durante os intervalos comerciais do X-Factor britânico. Falando em volta, Gwen Stefani repete a tradição de décadas e abre o coração partido após seu divórcio em “Used to love you”, apresentada ao vivo em Nova York. Quem também mostra que não está parada é Sia, cantando sobre superação em “My Arena”, enquanto a relação ioiô de Justin Bieber e Selena Gomez ganha trilha sonora oficial em “Power”.

music

Os outros destaques, com novas de Fall Out Boy, One Direction, Demi Lovato, Paula Fernandes e Jout Jout, você ouve abaixo:

Adele, “25”: Depois de muita especulação e notícias de músicas registradas, eis que Adele dá o seu primeiro indício oficial de retorno à cena musical. Ontem, durante o intervalo do X-Factor britânico, a cantora surpreendeu o público com uma prévia de 30 segundos de seu novo single, ainda sem título revelado ou data de estreia agendada. O que dá para saber, então?

Que o álbum pode/deve se chamar “25”, seguindo a tradição dos anteriores; que a música provavelmente será divulgada ainda essa semana, já que o disco está previsto para ser lançado dia 20 de novembro; e sim, Adele ainda está cantando tristeza sobre o amor, pelo menos nessa faixa. Acompanhada apenas por um piano, a cantora fala para seu ex que o tempo não apagou a memória dos dois e que ela quer reencontrá-lo, quase como em uma continuação de “Someone like you”. Por sinal, a produção parece ter sido assinada por Ryan Tedder (“Rumour has it”), que comemorou a novidade no Twitter.

Gwen Stefani, “Used to love you”: em 1995, através do No Doubt, Gwen lançou uma de suas baladas poderosas, “Don’t speak”. Uma década depois, ela voltou a abrir o coração em “Cool”, um de seus maiores sucessos como artista solo. Agora, retornando do período sabático de 10 anos, a cantora mostra o seu primeiro trabalho após o divórcio de Gavin Rossdale e, olha, o resultado não poderia ser melhor. Fugindo da mesmice dos singles anteriores, “Baby don’t lie” e “Start the fire”, Gwen volta influenciada pelo dub, ao mesmo tempo em que vai se dando conta do término e de como costumava amar o marido. Aparentemente, o vídeo, exibido como backdrop da performance, deve ser lançado em breve.

Justin Bieber feat. Selena Gomez, “Strong”realizando o que os fãs de Britney Spears e Justin Timberlake sempre quiseram, o casal de ídolos da geração Z aparece junto em uma faixa divulgada através do programa de Drake na Beats 1. Ainda não se sabe se a música será incluída em “Purpose”, novo álbum de Justin, ou se é apenas uma antiga demo vazada. De uma forma ou de outra, a colaboração vai de encontro à sonoridade que ambos estão apresentando em seus trabalhos, e fala sobre um relacionamento no qual os dois integrantes se ajudam mutuamente.

Sia, “My Arena”: depois de “Alive”, essa é a segunda faixa de Sia  cair na rede enquanto a artista divulga o seu próximo álbum, “This is acting”. Não se sabe também se a música faz parte do projeto ou se é apenas uma das milhares de demos que a compositora tem na manga, mas tanto a sonoridade quanto o tema da letra lembram um pouco “Elastic Heart”, gravada para a trilha de “Jogos vorazes”. Enquanto afirma que seu coração foi partida novamente pela mesma pessoa, a artista vai comparando o relacionamento a um disco arranhado, com os mesmos vocais potentes e emocionantes.

Fall Out Boy feat. Demi Lovato, “Irresistible”: apesar de não ter feito muito barulho com seu retorno à cena musical, a FOB pelo menos não pode ser acusada de não ter tentado. No novo single, que traz os vocais poderosos de Demi, além de surpreenderem pela parceria inusitada, os roqueiros trazem uma produção bem similar a de “Confident”, atual single da ex-Disney, com muitas cornetas, tentativa de épico e uma forçação de barra ao colocarem a sensação online Doug The Pug para estrelar o clipe, que deve ganhar uma nova versão com a cantora em breve. É preciso ressaltar que a performance de Demi aqui continua a mostrar seu desenvolvimento como artista e gera bons momentos.

 

One Direction, “Perfect”: apesar de, a essa altura, conseguirem colocar até barulho de trânsito no topo do iTunes, não se deixe enganar pelo novo single do 1D. A produção não só lembra a de “Style”, da Taylor Swift, mas é uma cópia quase descarada do refrão da ex de Harry Styles, que ainda manda indiretas ao longo da letra com versos como “Se você estiver procurando alguém para escrever suas músicas de término, eu sou perfeito”. Do jeito que Taylor é, não se surpreenda se rolar um processo por direitos autorais nas próximas semanas…

Jout Jout, “Biscoito” e “Funk do cajado”: não basta fazer sucesso no Youtube, onde é uma das vloggers mais divertidas e assistidas do site, Jout Jout agora traz o seu humor para o mundo musical em duas faixas próprias. Na primeira, a webceleb aquece a discussão ente “biscoito” e “bolacha’, com os MCs “Faceless” e “Diggs“; já na segunda, Jout² mergulha no batidão mesmo, sem muitos significados, há não ser uma faixa divertida como ela e que, diga-se de passagem, entrou para a lista de virais do Spotify, ultrapassando Anitta.

Paula Fernandes, “Amanhecer”: em seu oitavo disco de estúdio, a cantora sertaneja apresenta 12 faixas inéditas, todas compostas por ela mesma, além de parcerias com Gustavo Fagundes, Victor Chaves e Almir Satter. Romântica ao extremo, frágil e com letras sinceras, Paula também divulgou o videoclipe da faixa que dá nome ao álbum e que você vê abaixo.

Pesquisas relacionadas