Música & Badalo

Ícone da música eletrônica nacional, DJ Meme apresenta programa no YouTube e vai lançar novo disco

O produtor está cheio de projetos para este ano, que inclui um CD com canções de estética sonora dos anos 60 e 70. "Cresci ouvindo estes sons, porque o meu pai sempre colocava. Faz parte da minha educação musical. Queria fazer este projeto há um tempão e quando encontrei uma brecha saiu uma atrás da outra”, contou

Publicado em 14/01/2019 | Por Ana Clara Xavier

Um dos principais nomes da história da música eletrônica no Brasil vai lançar um disco com estilos sonoros que passeiam pelo jazz, bossa nova e soul music. É isso mesmo que você leu. DJ Meme, conhecido por brilhar no house music, preparou para este ano um CD em que impera a estética musical dos anos 60 e 70. “Cresci ouvindo estes sons, porque o meu pai sempre colocava. Faz parte da minha educação musical. Queria fazer este projeto há um tempão e quando encontrei uma brecha saiu uma atrás da outra”, contou Meme, conhecido por manjar muito de house no Brasil. O projeto foi gravado no final ano passado e será divulgado ainda este ano. Além de produzir duas músicas do Lulu Santos, ele ainda está apresentando a web-série Eletro Abramus, que é exclusivo para o canal do YouTube da Associação Brasileira de Música e Arte (Abramus). Com a agenda cheia para este ano, o DJ, produtor e remixer promete surpreender o público. Vem saber de tudo!

DJ Meme é um dos profissionais mais respeitados do ramo da música eletrônica, já tendo trabalhado com vários nomes de sucesso (Foto: Divulgação)

Parece que não há nada que DJ Meme não consiga fazer. O produtor está tirando de letra o cargo de apresentador do canal da Abramus no YouTube. Por já ter apresentado programas de rádios antes e até recebido prêmio por isso em 1990 e 1991 pela Academia Brasileira de Letras e DJ Sound Magazine, respectivamente, o DJ está tirando de letra a sua desenvoltura frente às câmeras. “Facilitou muito o meu trabalho o fato de ser um conteúdo que domino. Eu não tinha script, todas as perguntas vinham da minha cabeça”, contou.

E este projeto não surgiu do nada. Na verdade, já é quase uma tradição da Abramus. A associação investe em programas parecidos com outros estilos musicais como sertanejo e samba. A diferença é que esta foi a vez de valorizar o meio eletrônico. “Cada tijolinho colocado ajuda a propagar ainda mais a música brasileira, então é um projeto que contribui para expandir o mercado. Além disso, o eletrônico é um ritmo mais consumido em festas e na rua mesmo. Quanto mais conseguirmos levar para dentro da casa das pessoas, melhor. Sem contar que o povo está com fome de informação”, garantiu Meme.

DJ Meme ao lado de Leo Janeiro, primeiro convidado deste ano no programa (Foto: Divulgação)

E já que estamos falando em fortalecer o meio da música eletrônica, está aí um cara que fez a sua parte no cenário brasileiro. DJ Meme foi o primeiro profissional da área a lançar um disco. “Era uma época que as gravadoras olhavam torto para nós”, comentou o artista. Desde então, o que não falta por aí são DJs renomados brilhando nos palcos do Brasil e do exterior. E, com tantas mudanças que tiveram de lá para cá, o mercado é completamente diferente daquele no qual o produtor começou. “Quando Nostradamus falou que o mundo iria acabar na virada do século, as pessoas foram para o lado mais literal da palavra. Mas a verdade é que o planeta como conhecíamos de fato acabou. A tecnologia mudou tudo, fazendo com que novas possibilidades apareçam e nós consigamos experimentar mais”, salientou.

Junto com as novas possibilidades e um mercado totalmente próspero é claro que mais profissionais foram surgindo. Com isso, a competição só aumentou. Apesar desta constante renovação, existem certas pessoas como DJ Meme que não considerados ícones, com uma boa base de fãs e um nome de grande prestígio. “Quando nos chamam para tocar, a casa nos quer e não qualquer DJ”, garantiu. Para ter este destaque ao longo de tantos anos foi preciso uma única coisa: inovação. “O artista que se mantém no mercado não muda. Na verdade, a arte reflete o que está rolando no mundo e o artista, naturalmente, vai se encaixando nestes novos padrões. Estar há muito tempo no ramo me ajuda a acumular cada vez mais informações e a lidar com estas alterações”, explicou.

DJ Meme vai lançar novo disco com um estilo totalmente diferente da música eletrônica (Foto: Divulgação)

Para Meme, a canção que importa é aquela que sairá amanhã. Sempre antenado nas novidades do momento, ele acredita que a música brasileira atual é um reflexo do que somos e, por isso, é tão boa quanto os hits das outras épocas. “Quando nasci, o meu avô já dizia que a música do seu tempo era melhor. E o meu pai a mesma coisa. Isto é um pensamento de pessoas que deixaram de sair à noite e param de acompanhar os trabalhos que estão sendo produzidos na música. E quando isso acontece a pessoa vai estranhar mesmo. O povo tende a jogar para baixo aquilo que não entende. Isto é uma bobagem, um simples preconceito. Estou fazendo sucesso hoje em dia porque não olho para trás”, garantiu. Um exercício para todos, né?

Pesquisas relacionadas