Música & Badalo

No Fifa Fan Fest, Anitta e brasileiros se despedem da Copa do Mundo

Funkeira lotou as praias de Copacabana enquanto brasileiros e gringos declaravam seu amor pelo "Carnaval" de quase 30 dias

Publicado em 13/07/2014 | Por Alexandre Schnabl

*Por João Ker

Acabou-se o que era doce. A Copa oficialmente chegou ao fim para os brasileiros, sem lugar no podium, sem bola na rede e sem Neymar em campo. Apesar do mais novo desgosto chegar em forma de 3 a 0 – melhor do que 7 a 1 -, quem esteve presente no Fifa Fan Fest durante a tarde deste sábado (12/07), conferiu o show de Anitta e estava mais preocupado com festa do que em sofrer mais uma vez pela Seleção.

Primeiro, é bom ressalvar que Anitta sabe animar um público, principalmente aquele composto por ‘crianças’ e adolescentes, todos paquerando (com ou sem pais no recinto), subindo nos ombros dos amigos e dançando os funks da cantora até o chão enquanto seguravam um copo de cerveja na mão. Nem os adultos resistiram à mistura de covers e ritmos que a garota fez, indo do funk melody e do pop internacional de Katy Perry ao reggae do Natirruts em questão de minutos. No quesito simpatia com a plateia, a morena do nariz afinado também ganha ponto, ficando em um limiar entre Claudia Leitte e Ivete Sangalo, sabendo dialogar com seu público-alvo e até fazer brincadeiras do tipo “alguém me arranja um gringo” – mesmo que vaiada quando pedisse para ouvir “o gritos dos hermanos”.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fotos: Vinícius Pereira

Se o objetivo da cantora é se parecer com Rihanna, ela está no caminho certo. Já quando entra em palco, no início da primeira música, Anitta dá tapinhas na virilha e, entre muitas reboladas, encarna uma versão sulamericana da rainha de Barbados. Aproveitando a energia positiva e o clima de verão que insiste em prevalecer por Copacabana, HT foi descobrir o que gringos e brasileiros mais sentirão falta quando a festa acabar amanhã e como eles superarão a DPC – Depressão Pós-Copa.

 

O canadense Brad Kowalski (35) diz que vai sentir muita falta da “diversão e atmosfera descontraída do Brasil”.

Brad estava até torcendo para o Brasil, tadinho

Brad estava até torcendo para o Brasil, tadinho

A produtora de moda carioca Bruna Silva (28) confessa que “a união mundial, a alegria e o clima de fraternidade nas ruas – tanto com gringos quanto com brasileiros” vai deixar falta.

Depois do fim, Bruna continuara o clima de Copa e beberá bastante

Depois do fim, Bruna continuara o clima de Copa e beberá bastante

O baiano erradicado no Rio Fernando Merceis (27) diz: “É difícil explicar, mas pelas ruas há um sentimento de que todo mundo está junto e disso eu vou sentir falta”.

Para Fernando, mesmo depois de acabada a acopa deixará um sentimento de "dever cumprido"

Para Fernando, mesmo depois de acabada a acopa deixará um sentimento de “dever cumprido”

Chegada direto de salvador, Ana Paula Rocha (28) faz coro ao amigo: “A alegria das pessoas, definitivamente. Parece que o mundo todo está em sintonia com o Brasil para curtir esse clima de Copa”.

Ana vai conseguir superar a Copa só no clima de expectativa: "O jeito agora é esperar as Olimpíadas"

Ana vai conseguir superar a Copa só no clima de expectativa: “O jeito agora é esperar as Olimpíadas”

A fofa da Marianne Svinivasan, que tem 59 anos e é de Singapura, disse que vai sentir bastante saudades “da atmosfera divertida, da comida boa e da música boa”. Parece que Anitta conquistou fãs ao redor do globo, hein?

Marianne vai aonde a bola está. Há quatro anos a senhorinha acompanhou o marido até a África do Sul

Marianne vai aonde a bola está. Há quatro anos a senhorinha acompanhou o marido até a África do Sul

Com 23 anos, Ana Luiza Viegas veio de Campinas e disse que terá saudades “de tudo parar para se tornar festa e de todo mundo passando junto essa energia positiva”.

Ana Luiza fica na torcida para que a derrota do Brasil "tenha boa repercussão política"

Ana Luiza fica na torcida para que a derrota do Brasil “tenha boa repercussão política”

Direto do Amapá, Madson Siqueira (26) vai pedir de volta “a festa, o clima, a praia e os jogos”. Ele pensa de novo e completa: “Todos os jogos não, só alguns”.

Madson vai esperar a Copa da Rússia porque acha que lá o Brasil ganha

Madson vai esperar a Copa da Rússia porque acha que lá o Brasil ganha

Com muita desconfiança, J.J. é canadense e está há dez dias no Brasil. Para ele, o que deixará mais saudades são as pessoas daqui: “Os brasileiros gostam muito de viver e raramente pensam no amanhã. Isso é bem contrastante com o jeito d os canadenses”.

J.J. e a desconfiança atípica dos gringos

J.J. e a desconfiança atípica dos gringos

Prsicila Martins (30) faz a linha fã de Anitta até na pose e confessa que vai sentir muita falta dos gringos. “Não consegui pegar nenhum! Veio um monte de alemão falando comigo e eu não entendi nada”, reclama.

Priscila vai superar a DPC indo para as noitadas cariocas

Priscila vai superar a DPC indo para as noitadas cariocas

 

Direto de Juiz de Fora, Mariana Pita (26) nem precisa pensar muito antes de responder: “Sentir falta da festa, né?”

Para Mari Pita, a vida continua depois da Copa: "É igual quando acaba Carnaval"

Para Mari Pita, a vida continua depois da Copa: “É igual quando acaba Carnaval”

Thiago Afonso (21), no seu melhor estilo Neymar, chegou de Campinas – onde as comemorações não são muito animadas – e disse que gostou bastante das festas e da integração do povo brasileiro.

Thiago ainda disse que vai beber tanto no final da Copa quanto bebeu no dia que o Brasil tomou lavada da Alemanha

Thiago ainda disse que vai beber tanto no final da Copa quanto bebeu no dia que o Brasil tomou lavada da Alemanha

 

A chinesa Huanyu Zhang (27) está no Rio há cinco dias e disse que sentirá saudades imensas do povo brasileiro: “Eles são muito felizes, independente de tudo o que está acontecendo”.

A fofa da Huanyu está na torcida da Alemanha

A fofa da Huanyu está na torcida da Alemanha

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fotos: Zeca Santos/Divulgação

 

Pesquisas relacionadas