Música & Badalo

Exclusivo! Anitta fala sobre o vídeo de “Ritmo Perfeito” e sua carreira meteórica: “Me sinto mais preparada para esse ofício”

Cantora acabou consolidando ainda mais sua carreira este ano e conseguiu arranjar uma brecha na agenda apertada para falar com HT. Vem conferir!

Publicado em 30/12/2014 | Por Heloisa Tolipan

*Por João Ker

É quase redundante dizer que 2014 foi um ano grande para Anitta, assim como foram todos os outros desde quando começou sua jornada de ascensão à fama e abandonou seu nome de batismo. Claro que, se você acompanha colunas de fofoca e se interessa na persona que Larissa criou para si, você se lembra da tão comentada e discutida cirurgia plástica no nariz – a qual foi anunciada ao Brasil durante o Domingão do Faustão e sua audiência que atinge praticamente todas as massas de brasileiros. Mas tiveram outras mudanças na carreira da ex-funkeira que começaram a chamar a atenção da mídia e da crítica para um novo tipo de artista que está surgindo nas rádios e nas TVs do país: provocante, feminina, sem travas na língua ou medo de errar e, para desgosto ou revolta de muitos, repleta de talento.

Este repórter acompanhou de camarote o show que Anitta lotou na Praia de Copacabana durante a Copa do Mundo no FIFA Fan Fest. Ali, ela se mostrou em total controle do palco e da multidão composta pelos mais diferentes tipos de pessoas – incluindo gringos que a desconheciam -, soube lidar com jogo de cintura digno de uma veterana com os impasses e imprevistos que aconteciam, esbanjou simpatia e soube até falar de futebol sem ofender ninguém. Isso tudo apenas como um complemento para o espetáculo cheio de dançarinos, coreografias, covers de divas do pop internacionais como Katy Perry e Jessie J, além de seus próprios hits, que a essa altura já são vários e levantam coros por onde tocam.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Este foi o ano em que a ex-MC lançou o seu primeiro DVD, “Meu Lugar”; seu segundo disco de estúdio, “Ritmo Perfeito”, o mesmo que rendeu os sucessos comerciais “Cobertor” (parceria com o rapper Projota), “Na Batida” e o mais recente single, homônimo ao álbum. Para cada um, Anitta reinventa seu look e sua identidade visual, apresentando transformações com planejamento digno de uma grande popstar, talvez a maior que exista atualmente no Brasil. Em “Ritmo Perfeito”, a cantora assina roteiro e idealização do vídeo, no qual aparece com visual mais crescido e abrasileirado, vivendo uma história de amor casual pelos becos e bares da Lapa. Em meio à correria de fim de ano, Anitta conseguiu achar uma brechinha na sua agenda para falar com HT e comentar, dentre outras coisas, o processo criativo pelo qual ela passa na hora de fazer um vídeo desses.

Vídeo oficial de “Ritmo Perfeito”

’Ritmo Perfeito’ veio mais simples, a intenção era que ele passasse uma imagem mais madura, sofisticada e simples. O próximo vai ser mais chocante e complexo”, fala a morena, fazendo mistério sobre a continuação da história. “Eu amo ver e fazer clipe. Quando componho uma música, já penso logo no roteiro. Gosto de participar de todos os processos: direção, produção, corte, finalização. Acompanho todos os detalhes. Nesse, em especial, eu pensei em uma história completa, que terá continuação. Gosto de criar novidade e de despertar o interesse dos meus fãs e foi essa a minha intenção”, conta.

Este slideshow necessita de JavaScript.

A música apresenta características sonoras que casam muito bem com o que acontece de melhor no Brasil, saindo um pouco do funk melody e da influência do pop eletrônico internacional que Anitta mostrava antigamente. Mas quem já foi a um show da diva brasileira sabe que ela tem um gosto variado e exibe isso em seus covers, parcerias e nas próprias produções. “Eu sou muito eclética, gosto de ouvir de tudo. É por isso que não rotulo o meu trabalho, porque gosto de cantar de tudo um pouco”, diz a artista que é fã declarada de Mariah Carey e Rihanna (a ponto de ter perseguido a intérprete de “Diamonds” durante a Copa, até conseguir para si uma selfie).

 

Anitta assume sua porção tiete com Rihann, uma de suas ídolas e influências (Foto: Instagram Oficial)

Anitta assume sua porção tiete com Rihann, uma de suas ídolas e influências (Foto: Instagram Oficial)

Apesar de ter lançado seu primeiro disco há apenas dois anos, Anitta já parece ter vivido várias carreiras nesse meio-tempo, tamanho o número de suas transformações profissionais e pessoais e da velocidade meteórica com que conseguiu chegar ao topo. E ela reconhece que mudou sim, mas para melhor: “O amadurecimento pessoal e profissional é maravilhoso. Às vezes sofro um pouco, porque sou exigente e quero cuidar de tudo o que faço. Mas a cada trabalho aprendo um pouco com a equipe. Posso dizer que, a cada dia, me sinto mais preparada para esse ofício e faço tudo com muito amor e dedicação”. Ela pode ter certeza que os fãs e o público – querendo ou não – irão continuar a acompanhá-la bem de perto.

Pesquisas relacionadas