Música & Badalo

De rosa, Roberto Carlos evita polêmicas com ministra Damares Alves

Cantor celebra 15 anos do Projeto Emoções em Alto Mar e se mostra favorável à liberação do porte de armas

Publicado em 17/02/2019 | Por Heloisa Tolipan

Roberto é ovacionado em entrevista da edição 2019 do Projeto Emoções em Alto Mar (Agnews)

* Por Bárbara Tenório e Iron Ferreira

Roberto Carlos surpreendeu o público na tarde deste domingo durante entrevista coletiva concedida a bordo do navio Costa Favolosa, no qual há 15 anos comanda o Projeto Emoções em Alto Mar. Diante de um batalhão de jornalistas, o Rei surgiu de camisa de linho rosa e calça branca, sem qualquer alusão ao tradicional azul marcante em seu figurino. Perguntado se a escolha tinha relação com as polêmicas declarações da ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, que, em vídeo vazado na internet, declarou estar o Brasil iniciando uma nova era com meninos vestindo azul e meninas usando rosa, Roberto se esquivou: “Estou com essa cor, pois quis fugir um pouco do azul que virou um TOC. E também porque garanto o homem que sou”, disse, buscando evitar embates políticos publicamente.

Neste 2019, o Projeto Emoções completa 15 anos. É um empreendimento de sucesso, idealizado e pilotado pelo empresário do cantor, Dody Sirena, que esteve ao lado do artista durante toda a coletiva. Outros temas polêmicos que pautam o cotidiano político e dos noticiários foram abordados. Roberto, no entanto, demonstrou firmeza em suas convicções, como quando fora questionado sobre o debate acerca da liberação do porte de armas. Ratificou que vivemos uma guerra: “Desculpe se vou decepcionar alguns, mas nessa guerra um lado está armado e o outro, que somos nós, não.  Cresci vendo o meu pai tendo uma arma em casa, numa gavetinha. Ele protegia nossa casa dessa forma”, destacou. A declaração sinaliza que o cantor, embora não explicite, tende a concordar com a medida do presidente Jair Bolsonaro que, em meados de janeiro, baixou decreto que facilita a posse de armamentos no Brasil.

Agora à noite,o Rei fará o tradicional show de abertura para convidados, dando início a mais uma edição do projeto que se estenderá até o dia 20. Todas as cabines do navio já foram vendidas para as próximas apresentações.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Pesquisas relacionadas