Música & Badalo

Após comentários transfóbicos, Nego do Borel e gravadora adiam gravação de novo DVD

O cantor junto à Sony Music decidiram adiar a gravação do novo projeto marcada para a próxima semana, depois de cancelamentos de participações e reações negativas

Publicado em 23/01/2019 | Por Bárbara Tenório

Ele já emplacou muitos hits na cena da música brasileira com seus Funk melody e Funk carioca. Mas agora Nego do Borel emplacou uma polêmica depois de comentários transfóbicos no Instagram contra Luisa Marilac. A confusão tomou grandes proporções e depois de artistas cancelarem a participação no novo DVD do cantor, Nego e a gravadora Sony Music decidiram adiar a gravação marcada para acontecer na próxima terça-feira, dia 29.

A declaração veio a público na tarde de hoje através de vídeos postados pelo artista na sua conta pessoal. “Nos últimos dias venho tentando aprender. Estou aprendendo e entendendo o significado de tudo que vem acontecendo. Descobri que no dia 29 de janeiro é o Dia da Visibilidade Trans. Em respeito a todas as pessoas que feri, a comunidade LGBT+ e aos meus amigos que convidei para gravar o DVD junto comigo, peguei, sentei com a minha galera e tomei a decisão de deixar o meu DVD para gravar em outro momento. Agora não vai ser um momento de comemoração. Vai ser um momento de reflexão”, declarou Nego, que se desculpou pelos últimos acontecimentos: “O que eu fiz não foi certo. E eu quero pedir a toda a galera que me segue para que procure aprender e entender sobre a comunidade e procurar não ferir ninguém como o que aconteceu”.

O funkeiro se envolveu em polêmica depois de comentários transfóbicos contra Luisa Marilac(Crédito: Divulgação)

Em nota, a gravadora do cantor, se pronunciou sobre o caso: “A Sony Music se solidariza com todos que têm sofrido algum tipo de constrangimento e discriminação e reafirma o compromisso com a promoção da igualdade de gênero, sexual, étnico-racial, religiosa, repudiando toda e qualquer manifestação de preconceito com todos os grupos sociais historicamente discriminados nesse país”.

A história toda teve início com um comentário de Luisa Marilac em uma foto do funkeiro. Poderia ser mais um entre tantos comentários elogiando o corpo do artista, entretanto, Borel respondeu a youtuber a chamando de “homem gato”. Após receber várias críticas por sua fala, ele gravou um vídeo se arrependendo: “Às vezes, eu faço umas brincadeiras sem noção e que acabam machucando as pessoas, mas não é o que eu quero. Tô fazendo de tudo pra aprender e melhorar mais todo dia”.

Só que não terminou aí. No último domingo o cantor foi vaiado no Bloco das Poderosas da Anitta e ao som de “Nego Não”, ele saiu do palco sem cantar. Logo depois, Luisa Sonza e Ludmilla decidiram cancelar as participações no DVD do artista. Wesley Safadão, a dupla Maiara e Maraisa e Felipe Araújo não se manifestaram a respeito e, portanto, continuavam confirmados para a gravação na próxima semana.

Nego do Borel não teve um final feliz, mas o importante é aprender a lição!

Pesquisas relacionadas