Música & Badalo

Ai, que Réveillon! Narcisa Tamborindeguy e Henrique Pinto reúnem a nata da sociedade em Ano Novo e a anfitriã declara: “Quero um grande amor em 2016”

A dupla promoveu uma celebração no apartamento da estrela, no tradicional edifício Chopin, reunindo nomes como Lenny Niemeyer, Helcius Pitanguy, João Otávio Brizola, Cris Vianna, entre outros

Publicado em 01/01/2016 | Por João Ker

No apartamento 1102 no edifício Chopin, a sociedade carioca presenciou a volta de uma das festas mais comentadas da virada de ano: o badalo organizado por Narcisa Tamborindeguy, que em 2015 recebeu o apoio do empresário Henrique Alves Pinto e o nome oficial “Ai, que Réveillon!”. Ali, na Avenida Atlântica, ao lado do Copacabana Palace e de frente para uma das comemorações mais assistidas do planeta, um mix de influenciadores, celebridades e nomes importantes da cena social brindaram a chegada do Ano Novo, enquanto assistiam à queima de fogos e se esbaldavam na pista de dança.

Henrique Pinto, além de ser um dos empresários brasileiros de maior sucesso, é também conhecido ao redor do globo por organizar as maiores e mais privadas festas de Réveillon do país, reunindo nomes como Ronaldo Fenômeno, Bar Refaeli e Pamela Anderson em iates, Trancoso ou nos arredores do Rio de Janeiro. Some a isso a energia fervorosa e contagiante de Narcisa e, voilá, eis a fórmula perfeita para uma festa que ninguém põe defeito. Também é indispensável citar o próprio simbolismo do Chopin, um dos endereços mais cobiçados durante as comemorações de Ano Novo, que já foi palco para badalos de Pelé, André Ramos e Bruno Chateaubriand, Liliane Rodrigues, Regina Marcondes Ferraz e por aí vai.

Henrique Alves Pinto e Narcisa Tamborindeguy, os anfitriões da "Ai, que Réveillon!" (foto: João Ker)

Henrique Alves Pinto e Narcisa Tamborindeguy, os anfitriões da “Ai, que Réveillon!” (foto: João Ker)

Com o dress code pautado no total white, os convidados puderam dançar ao som de hits atemporais de artistas como Madonna, Donna Summer, Eurythmics, Bob Marley e por aí vai, todos orquestrados pelo DJ Eduardo Korelli. No bar, os garçons se revezavam entre garrafas de Golden Label e energético ou vodca Cîroc, champanhe e garrafas de água personalizadas com o nome da anfitriã e desejos de um feliz 2016.

Na decoração luxuosa, o branco dos outfits ganhava tons de azul com as luzes neon, enquanto as paredes eram cobertas por fotos e quadros que retratavam as diferentes fases de Narcisa, desde uma pintura pop com quatro imagens da estrela a uma divertida peça na qual ela aparece apontando para os convidados, com a frase “Don’t touch!”, um de seus famosos bordões. Com cabelos longos, beleza assinada por Lucas Vieira e trajando um vestido de renda da amiga Calliope Marcondes Ferraz, a anfitriã contou para HT, com exclusividade, como organiza a festa: “Convido uma mistura de amigos amados, gente animada e pessoas que eu gosto, todas muito queridas por mim. O próprio Henrique é um amigo de anos e tem sido muito divertida a experiência de fazer essa festa com ele”, comentou, com o famoso sorriso no rosto.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Narcisa também revelou seu desejo para 2016: “Um grande amor. Quero viver um grande amor e ter muita paz e saúde! Também quero deixar em 2015 as pessoas hipócritas e os amigos falsos”, disse, assumindo um tom mais sério do que anteriormente. Mas, enfim, é hora de deixar as vibrações negativas para trás e, em um piscar de olhos, a anfitriã já está na pista de dança, com o microfone em mãos enquanto anima os convidados: “Ai, que Réveillon! Ai, que gayzada! Eu sou a rainha dos gays! Toca uma para os gays!!!”, enquanto os presentes aplaudiam.

A essa altura, Narcisa já havia trocado de vestido e estava com um modelito da nova coleção de Lenny Niemeyer. Em bate-papo com HT, a estilista revelou que essa era a sua primeira virada no apartamento da amiga: “Estou amando! A energia daqui é incrível, ainda mais com ela, né?”, comentou animada. Lenny ainda dividiu os seus desejos para 2016: “Saúde, sempre. E que o nosso querido país finalmente volte aos eixos”, disse, erguendo as mãos para o alto, como que suplicando a alguma força divina. Outra estreante no 1102 era a atriz Cris Vianna, que foi acompanhada do namorado, Luiz Roque. “Quero continuar com a boa maré de sucesso profissional e pessoal que tive em 2015, porque consegui muitas conquistas boas que me satisfizeram”, explicou a musa, que adiantou já ter planos para um casamento.

Este slideshow necessita de JavaScript.

No quarto de Narcisa, uma turma de amigos íntimos se reunia em volta da dona do apartamento, todos animados com as comemorações. Entre eles, o arquiteto João Otávio Brizola e o filho, João Eduardo Brizola, assim como a advogada de Narcisa, Fernanda Serra, e Helcius Pitanguy. “Não passo o Réveillon aqui há cerca de dez anos, porque sempre fui com a minha família para a Suíça ou para a nossa ilha em Angra dos Reis. Sou amigo da Narcisa há 40 anos, e acho que ela é uma pessoa muito especial, iluminada e com uma presença que anima qualquer festa. Esse quarto, com essa vista, proporciona um espetáculo único no mundo”, comentou, completando que deseja paz e saúde para 2016, além da realização de alguns projetos que preferiu não citar por enquanto.

Uma das mais próximas de Narcisa ao longo da noite era a socialite Nina Stevens, que estava deslumbrante em um vestido longo Balmain. “Ela não é só minha amiga, é minha irmãzinha. Uma de suas grandes qualidades é o coração puro, com uma espontaneidade e um sorriso incomparáveis. Para mim, a alegria da Narcisa é o símbolo perfeito do Brasil, e é exatamente o que estamos precisando nos dias de hoje, principalmente com o período complicado pelo qual estamos passando”, desabafou.

Por ali, também era possível encontrar o casal Liège Monteiro e Luiz Fernando Coutinho, dois dos RPs mais influentes do Rio. Em conversa com HT, o casal comentou sobre os desejos para o ano que acaba de começar. “Eu quero ver o país sair da crise. Ainda acredito que seja possível”, declarou ela, enquanto lia um livro da Kabbalah. Já o marido confessou: “Acho triste abrir o jornal diariamente e me deparar com tanta notícia sobre desemprego. Nós dois não podemos reclamar porque tivemos um ano incrível, mas não adianta poucos estarem bem e o resto não. Esse cenário precisa mudar”, avaliou.

No quarto de Narcisa Tamborindeguy, amigos como Nina Stevens, Helcius Pitanguy, Liège Monteiro, Carmen Dalessio, Luís Fernando Coutinho, João Eduardo Brizola e Carla Lubisco se reúnem para ver a queima de fogos na Praia de Copacabana (Foto: João Ker)

No quarto de Narcisa Tamborindeguy, amigos como Nina Stevens, Helcius Pitanguy, Liège Monteiro, Carmen D’Alessio, Luiz Fernando Coutinho, João Eduardo Brizola e Carla Lubisco se reúnem para ver a queima de fogos na Praia de Copacabana (Foto: João Ker)

Enquanto a meia-noite se aproximava, os convidados foram se organizando em frente às janelas, fosse na sala, que ficou com a pista de dança vazia, ou no quarto de Narcisa, onde nomes como a britânica Philippa Copleston-Warren se emocionaram com o espetáculo de 15 minutos. Não à toa, quando perguntada por HT o que mais a empolga a realizar uma festa de Réveillon após tantos anos firmando seu nome na agenda nacional, a anfitriã abriu o sorriso largo e, com os olhos brilhando, respondeu: “Os fogos! São apaixonantes e sempre me emocionam!”. E, em clima de união, todos brindaram a chegada de 2016.

Pesquisas relacionadas