Moda & Beleza

União de forças: Associação da Indústria Têxtil e de Confecção integra time do Inspiramais e potencializa as ações do evento que atrai os olhares internacionais

O evento, realizado no Centro de Eventos Pro Magno, apresenta as inspirações e apostas para as coleções de Verão 2018 e já adianta destaques para o Inverno 2018. Em comum, as novidades do Salão de Design e Inovação de Componentes apresentam a preocupação com a sustentabilidade como pilar

Publicado em 16/01/2017 | Por Julia Pimentel

O que já era bom ficou ainda melhor. O Inspiramais, que está sendo realizado no Centro de Eventos Pro Magno, em São Paulo, para apresentar as inovações e apostas da moda para o Verão 2018, ganhou mais forças para esta 15ª edição. Realizado pela Associação Brasileira de Empresas de Componentes para Couro, Calçados e Artefatos (Assintecal) e pelo Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil (CICB), o evento passa a ter a parceria da Associação Brasileira de Indústria Têxtil e de Confecção (Abit).  A união entre as associações potencializa as ações do Inspiramais que, nesta edição, espera superar a marca dos dois milhões de dólares negociados na feira de inovações.

Leia também: Inspiramais: No Salão de Design e Inovação de Componentes, entre os dias 16 e 17, em São Paulo, será dada a largada para o Verão 2018. Confira os destaques!

Insider como é, o site HT acompanhou o encontro dos grandes nomes responsáveis pelo evento com os jornalistas da imprensa nacional e representantes internacionais que estão no Salão de Design e Inovação de Componentes para conferir as inspirações in loco. Por lá, Ilse Guimarães, superintendente da Assintecal, comentou a importância desta união da associação calçadista com a de indústrias têxteis. Para a executiva, a parceria representa o reconhecimento das poderosas ações do Inspiramais no mercado da moda brasileira. “Eu vejo o quanto as pontas estão unidas buscando soluções em comum. Seja na parceria com o CICB ou agora com a Abit, nós estamos sempre nos preocupando com o nosso consumidor final”, disse Ilse.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Já para Walter Rodrigues, coordenador do Núcleo de Design da Assintecal, a união da Abit ao universo do Inspiramais é o reconhecimento e a comprovação de um bom trabalho nas últimas 14 edições. “A chegada da Abit traz para mim um novo alento para fazer com que o mercado têxtil perceba o nosso trabalho, a nossa força e tudo aquilo que viemos construindo durante todos esses anos de Inspiramais”, afirmou Walter que nesta edição do evento apresenta a palavra apropriação como inspiração para as coleções de Verão 2018. “Este ainda é um termo muito novo no nosso vocabulário, mas que nós o fazemos há muito tempo. A gente sempre se apropriou de muitas ideias. Agora, estamos vendo qual a melhor maneira de fazermos isso de forma cultural, sustentável e ética”, completou.

Leia também: Inspiramais Verão 2018: Walter Rodrigues conversa com o site HT sobre apropriação cultural, inspirações, sustentabilidade, inovações em tempos de crise e mais. Vem ler!

Do outro lado desta união, Fernando Pimentel, presidente da Abit, também comemorou a parceria. Segundo ele, a associação das indústrias têxteis com o setor calçadista renderá bons frutos para além do mercado brasileiro. “Nós esperamos nos inspirar profundamente nas grandes e criativas ideias do evento para conseguirmos traduzi-las naquilo que as pessoas mais desejam. Eu estou certo de que esse trabalho em conjunto dará muitos frutos para o mercado da moda nacional e internacional”, destacou Fernando Pimentel que acredita ter mais indústrias têxteis participantes no Salão de Design e Inovação de Componente nas próximas edições do Inspiramais. “Futuramente, eu não tenho dúvidas de que teremos um contingente cada vez maior de participantes, porque essa consciência de cadeia de moda precisa estar cada vez mais introjetada em nosso DNA”, apontou.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Leia também: Pertencimento, Movimento, Cotidiano, Apropriacão, Adaptacão e Humor: palavras de ordem que vão guiar o Inverno 2017 e o Verão 2018, de acordo com o Inspiramais 

Assim como a inclusão da Abit nesta edição do Inspiramais é uma novidade luxuosa, outra questão também está agitando os corredores do Salão de Design e Inovação de Componente. A preocupação com a sustentabilidade ganha ainda mais força nesta 15ª edição do Inspiramais. Nestes dois dias de Salão, palestras com grandes nomes do mercado da moda irão mostrar a jornalistas, compradores, produtores e designers a importância da preocupação ambiental nos processos de desenvolvimento de materiais e produtos. Para Milton Killing, presidente da Assintecal, esta é uma questão tão importante quanto a inovação das novas apostas fashion. “De um tempo para cá, nós batemos na tecla de que todo produto inovador precisa se amparar no pilar da sustentabilidade. Isso é premissa importante que a gente vem trabalhando e que também está presente nesta edição da feira”, disse Milton Killing.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Leia também: Conexão Inspiramais adianta as inspirações para o Verão 2018 no contexto do Brasil moderno: “Ninguém precisa comprar muito mais para sobreviver”, analisou o consultor Marnei Carminatti

No encontro de boas-vindas que ocorreu na manhã de segunda-feira, o presidente da Assintecal ainda entregou o Selo Ouro de Sustentabilidade a Rosnei Alfredo da Silva, diretor administrativo e financeiro da Bibi Calçados, pelo trabalho de consciência ambiental realizado à frente da empresa. O executivo, que há dois anos já tinha conquistado o Selo Prata pelas mudanças no processo de produção dos calçados, destacou que este reconhecimento é fruto de um trabalho em equipe. “Temos que agradecer aos organismos que nos ajudaram e permitiram que conseguíssemos atingir essa meta. Isso é um trabalho de equipe. A gente se propôs a correr atrás, criar condições, relacionamentos e posturas adequadas para conseguirmos realizar o objetivo sustentável. Mas só conseguirmos traduzir toda essa ideia em práticas, porque tivemos a ajuda de outras pessoas”, ressaltou Rosnei.

Da mesma forma que a Assintecal promove um reconhecimento às empresas do setor calçadista pela iniciativa sustentável em seus processos de produção, o CICB também possui engajamento ambiental. Segundo Fernando Bello, presidente do Centro das Indústrias de Cortumes do Brasil, a expectativa a médio prazo da instituição é garantir a procedência correta de todo o couro nacional. “O CICB tem o Certificado de Sustentabilidade do Couro Brasileiro para todos os cortumes que se preocupam e ingressam neste movimento. Em dois ou três anos, a gente acredita que todo o couro brasileiro será certificado e, com isso, proporcionará uma garantia a mais aos consumidores”, analisou Fernando que, nesta edição do Inspiramais, apresenta as tendências do couro sustentável e traz 20 cortumes ao Salão de Design e Inovação de Componentes para antecipar as inovações para o Inverno 2018.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Leia também: Moda do futuro: com mais de um ano de antecedência, Inspiramais antecipa o que será destaque no Inverno 2018. Fique por dentro!

Outro assunto abordado neste encontro inicial da 15ª edição do Inspiramais foi a importância do evento e do Sebrae no trabalho de empresas de pequeno porte do setor. O gerente regional da instituição no Rio Grande do Sul, Marco Copetti, ressaltou que o Salão de Design e Inovação de Componentes é uma plataforma que promove ao longo desses anos de história o crescimento e o encadeamento dos elos deste setor. “Hoje, nós estamos debruçados em novos projetos e apoiando algumas empresas que participam da feira. O nosso compromisso é estar alinhado com o trabalho dessas associações no sul do país e gerar novas e boas experiências”, disse Marco que foi completado por Fábio Krieger, do Sebrae do Rio Grande do Sul, que apontou a sustentabilidade e a criatividade como temáticas trabalhadas dentro dessas empresas assistidas pela instituição. “São dois pontos que nós temos muita forma em nosso traço cultural. E, quando colocados na cadeia, eles promovem integração e a teoria da competitividade. E isso é, de fato, o que estamos querendo trabalhar em nossos projetos de valorização dos produtos”, completou.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Como exemplo de todo o trabalho exemplar exercido pelo Inspiramais e por todos os colaboradores e patrocinadores do evento ao longo desses anos, Pedro Silva agradeceu ao apoio recebido pelas associações em 2016. Ele, que é produtor empresário de São Gonçalo do Pará, em Minas Gerais, e representante do Sindinova afirmou que para o setor, as mudanças no governo nacional não são os principais influenciadores do trabalho. “Para a gente, o governo não faz diferença. Quem realmente importa é o Sebrae, a Assintecal, a Abicalçados e todas as outras instituições que estão envolvidas com o nosso processo de produção”, disse Pedro Silva que se mostrou otimista para o ano que se inicia. “Eu acho que em 2017 nós vamos produzir muito mais do que fizemos no ano passado e teremos um resultado muito maior. A sensação que nós estamos tendo é que tudo o que tinha de ruim para acontecer já foi”, completou. Que assim seja!

Leia também: Conexão Inspiramais dá a planta de tudo que estará em voga no Verão 2018: “É hora de transformar o ordinário em extraordinário”, diz Tatiana Souza

E o otimismo não é uma sensação exclusiva ao produtor mineiro. Para Walter Rodrigues, coordenador do Núcleo de Design da Assintecal, este é um comentário muito escutado entre os corredores do Salão de Design e Inovação de Componentes. “Muitas pessoas dizem que o evento é um momento de otimismo. Mas eu acredito que nós precisamos reverberar essa sensação para a moda e para a produção depois. Afinal, será essa energia boa que vai fazer o ano ser melhor para todos nós”, destacou Walter que contou animado da cena que presenciou na abertura desta 15ª edição. “É muito bom ver essa quantidade de pessoas entrando no Inspiramais com uma sede por novidades. E nós também fazemos a nossa parte para isso. A cada edição do evento, o nosso objetivo é poder trazer mais de 700 produtos novos para fazer com que essa indústria tenha energia positiva e alegria para continuar trabalhando e produzindo”, afirmou Walter Rodrigues.

Pesquisas relacionadas

, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,