Moda & Beleza

Inspiramais 2019_II: Projeto Referências Brasileiras se destaca ao transformar papel em produtos de moda

Norteada pela temática ''Play'', que estará presente no Inspiramais 2020_I, o projeto exibiu produtos inspirados na trajetória do imigrante italiano na região da Farroupilha, localizada na Serra Gaúcha, durante os dois dias do Salão de Design e Inovação de Materiais

Publicado em 19/07/2018 | Por Thaissa Barzellai

O Inspiramais sempre traz inovações e novos olhares para o mundo da moda e é claro que a nova edição do Salão de Design e Inovação de Materiais, promovida pela Associação Brasileira de Empresas de Componentes para Couro, Calçados e Artefatos (Assintecal), ByBrasil – Components and Chemicals, ABIT, TexBrasil, CICB, Brazilian Leather e Apex-Brasil, realizada nos dias 17 e 18 de julho no Centro de eventos Pro Magno, em São Paulo, foi sucesso de público. Entre os destaques desta edição o projeto Referências Brasileiras, que busca instigar a criação de produtos com um olhar sobre as referências do Brasil e desta vez trouxe um olhar carregado de história para os corredores do evento. Inspirado pela trajetória do imigrante italiano na região da Farroupilha, localizada na Serra Gaúcha, a elaboração dos produtos, como bolsas e calçados, foi totalmente baseada no uso de uma matéria-prima principal: o papel, importante símbolo na identidade desse povo, que enfrentava grandes dificuldades econômicas e sociais no período do século XIX, marcado pela unificação e introdução do capitalismo, e buscava um futuro diferente em uma outra cultura.

Inspirado na imigração italiana, Referências Brasileiras utilizada papel como principal matéria-prima na confecção de produtos. (Foto: Henrique Fonseca)

‘’Ao mesmo tempo que o Brasil estava com o governo imperial repleto de campanhas para a vinda de imigrantes europeus para o país, estava também com o fim da escravidão e com toda aquela vontade de ocupar terras, que estavam abertas e, portanto, tinha uma forte propaganda para a vinda ao nosso Brasil. Essa propaganda chega ao imigrante e quando ele está naquela situação difícil segurando um papel que promete o país das maravilhas esse toque do papel na mão vira sinônimo de sonho’’, conta Julia Webber, integrante do Núcleo de Design da Assintecal, coordenado por Walter Rodrigues. Foi ela a responsável pelo projeto nesta edição, que enxerga o papel como importante símbolo de conexão. Segundo Julia, além de ter tido uma função publicitária essencial na imigração desse povo, o papel carrega nessa história um teor emocional que é muito visto não só nos documentos, como passaporte, como também em cartas para parentes distantes e que permaneceram na Itália. ‘’A saudade se materializa justamente com carta, que acaba sendo a ponte, a conexão com quem ficou e comecei, a partir disso, uma outra família de produtos e materiais explorando o universo das cartas com estampas de cartas escritas, com dobraduras que as cartas fazem para entrar no envelope, as camadas de papel e desenvolvi a frase: ‘’Saudade de Tutti Volti’’, que significa saudade de todo mundo. Depois revisitei com um aspecto mais contemporâneo quando eu usei como referência a escultura que existe em Farroupilha do Carlos Augusto Tenius que foi uma feita em homenagem ao centenário da imigração italiana e ele fez esse trabalho abstrato de formas geométricas que desdobra simbolizando a coragem do povo italiano que veio’’, explica.

 

Sempre à frente, o Referências Brasileiras tem como objetivo unir a indústria do componente e a do calçado a fim de criar uma linguagem efetiva de elaboração de produtos criativos e inéditos que enalteçam a cultura brasileira para além dos estereótipos que norteiam a identidade do Brasil. ‘’Um dos objetivos é mostrar que a gente pode sim pegar uma tendência global e olhar para a nossa identidade brasileira aplicando-a de uma forma incrível e bacana que dê para comercializar e conversar com o mundo inteiro, mas sem ficar nesse folclórico óbvio que estamos acostumados, que são referências que já se esgotaram’’, afirma. Este ano, em busca desse mapeamento de importantes influências culturais e a elaboração de um novo design de materiais que resultam em inspirações para esses setores, o projeto trouxe à tona para a discussão no mundo da moda a ideia de Reconfiguração, um dos três conceitos que estarão presentes na temática Play no ano que vem durante o Inspiramais 2020_I, que é vista como um resgate do passado em um tempo presente. ‘’O meu projeto traz essa questão de deixar para trás o que não serve mais, o que está batido e reconfigurar em cima de uma base muito bem feita, construída, em cima de uma história que temos pensado com empoderamento. É revisitar o passado pensando nas nossas origens, nas nossas identidades de uma forma realmente nova, deixando de fora a questão da cópia, ou seja, revisitar o passado de forma autoral e madura’’, reflete.

Enquanto a edição deste ano explora a ideia de Alquimia no tema ‘’Encontros Alquímicos da Moda’’, o Inspiramais 2020_I embarcará nas possibilidades existentes na palavra Play, que, como foi dito acima, pôde ser visto durante a exibição do Referências Brasileiras nesta edição. Segundo o coordenador do Núcleo de Pesquisa da Assintecal, Walter Rodrigues, a palavra play será usada em dois sentidos: divertimento e exploração do futuro. ‘’Play de ser divertido, porque a moda vai ter que incorporar esse encantamento da diversão, de ser mais do que uma roupa, e ter a função de tornar a gente mais criativo na maneira de usar. O que a gente tem visto de certa forma é que a roupa como forma de comunicação tem crescido e essa ideia da roupa divertida tem crescido de forma cada vez mais clara. Por outro lado, também é no sentido de dar play e ir para a frente sem ficar olhando para trás, que é o que a indústria precisa entender’’,  conta Walter.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Seguindo essa premissa, foram exibidos, portanto, produtos que, baseados no papel, desconstruíam o óbvios em um mapeamento de importantes influências culturais e possibilitava exatamente o olhar que o projeto busca: desenvolvimento de novos componentes capazes de inspirar e originar coleções na produção de calçados, acessórios e confecções. Entre os produtos exibidos, os que mais chamaram a atenção foram o tênis produzido de material sustentável e as botinas inspiradas nos sapatos utilizados pelos imigrantes, que traziam inovações caprichadas nos detalhes. ‘’A bota em específico veio da ideia das botinas dos imigrantes com a brincadeira do papel se desdobrando, se reconfigurando em cima do toque do couro, que parece um papel amassado. Já um dos tênis é bem legal. porque foi feito de Tyvek e é todo sustentável.  Ele parece papel, ele é impermeável e está no mercado faz bastante tempo e está sendo agora, graças às novas tecnologias, bastante utilizado já que hoje estamos olhando muito para a sustentabilidade’’, afirma Webber.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Para ela, essa atenção aos detalhes dos produtos, é algo que a indústria de moda brasileira precisa adotar para que haja uma criação mais inovadora e viva. ‘’É importante pensar em detalhes, em produtos que estão sendo pensados no todo, e é algo que falta muito para o Brasil hoje. As pessoas parecem que querem resolver problemas, cumprir cota porque precisam ter tantos produtos na coleção e fazer apenas o número. Temos que pensar no detalhe, no porquê disso estar aqui para realmente fazer algo que tem início, meio e fim, que tem uma história para contar’’, diz a designer que busca sempre criar produtos que caminham junto ao consumidor.

Designer Julia Webber assumiu o comando do projeto Referências Brasileiras durante o Inspiramais 2019_II. (Foto: Henrique Fonseca)

A fim de propor novos caminhos e linguagens para superfícies, formas e estéticas de materiais e produtos de moda por meio de uma pesquisa histórica e iconográfica, o Referências Brasileiras tornou-se hoje um espaço de inovação e abertura de possibilidades não só para os estilistas como também para o consumidor, que hoje é bombardeado com diversas opções de compra, estilo, produtos e afins, de design de produtos e relacionamento com a moda. ‘’Os produtos têm que dar possibilidades hoje e isso era algo que eu queria apresentar com o Referências. Pensar nas outras possibilidades, pensar que tem tanto produto, a gente está escolhendo tanto onde gastar o nosso dinheiro, onde comprar, então eu quero algo que me acompanhe, me conte uma história que eu me identifique, que me traga outras possibilidades, facilite o meu dia a dia’’, conta. Vem Inspiramais 2020_I!

Quem faz: O salão é promovido pela Associação Brasileira de Empresas de Componentes para Couro, Calçados e Artefatos (Assintecal), Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit), Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil (CICB) e Programa de Internacionalização da Indústria Têxtil e de Moda Brasileira (Texbrasil), Brazilian Leather, By Brasil Components, Machinery and Chemicals e Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). Tem patrocínio da Cipatex, Altero, Bertex, York, Grupo Lunelli, Sappi Dinaco, Wolfstore, Caimi & Liason, Brisa, Intexco, Tecnoblu, Britânnia Têxtil, Cofrag, Colorgraf, Endutex, Componarte, Branyl, Berlan, e Suntex. Conta com o apoio da ABEST, ABICAV, Abicalçados, IBGM, Instituto By Brasil (IBB), In-Mod, ABV-Tex, Ápice, Abimóvel e Guia JeansWear by Style WF.

Pesquisas relacionadas

, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,