Moda & Beleza

Day1: com desfile marcado pela religiosidade e diversidade do estado, Minas Trend inicia edição ano.dez com homenagem a Minas Gerais

Com styling assinado por Paulo Martinez e trilha sonora em homenagem ao compositor Fernando Brant – com melodia da orquestra SESI/Minas Gerais e voz de Mariana Sobreira –, a noite de segunda-feira reuniu mais de 100 marcas participantes do Salão de Negócios em 60 looks lindíssimos

Publicado em 03/10/2017 | Por Julia Pimentel

Minas Gerais. O estado, que durante esta semana assume o centro da moda nacional, também foi a inspiração do desfile que abriu os trabalhos da 21ª edição do Minas Trend. Seguindo a comemoração do ano.dez, o evento que reúne tendências e negócios em um só lugar iniciou a maratona com uma apresentação em homenagem à cultura do estado. Com styling assinado por Paulo Martinez e trilha sonora lembrando o compositor Fernando Brant – com melodia da orquestra SESI/Minas Gerais e voz de Mariana Sobreira –, a noite de segunda-feira foi embalada por diferentes emoções em um desfile que trouxe a religiosidade de Minas Gerais como tema da apresentação. Na passarela, mais de 100 marcas participantes do Salão de Negócios do Minas Trend compuseram os 60 looks que tiveram como destaque o vermelho colorindo a passarela.

Leia também: Até sexta-feira, nos negócios e as tendências do Inverno 2018 se encontram na 21ª edição do Minas Trend que comemora a década de sucesso do evento no ano.dez

Ipê amarelo em homenagem ao estado de Minas Gerais na Sala de Desfiles desta 21ª edição do Minas Trend (Foto: Henrique Fonseca)

De Xica da Silva à Hilda Furacão, o desfile de ontem à noite também trouxe grandes nomes femininos do Minas Trend. “A ideia foi fazer uma pseudo procissão por causa da religiosidade do estado e, com isso, aproveitar para fazer uma homenagem a diversas mulheres mineiras. Então, na passarela tivemos Xica da Silva, Dona Beja, Hilda Furacão e uma representação às mineradoras, caipiras e religiosas. Tem um pouco de tudo nessa procissão”, explicou Paulo Martinez que assinou o desfile.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Nesta procissão plural, o vermelho, com toques de nude, rosa e metalizado, foi o destaque. Não por acaso, o tema e a cor forte foram estratégias de Paulo Martinez para costurar a apresentação de múltiplas tendências e conceitos. “A gente sempre elege uma cor símbolo porque, como são mais de 100 marcas para pôr na passarela, precisamos criar uma unidade na edição. Neste desfile, estamos falando de diferentes DNAs e conceitos que foram combinados me apenas 60 looks”, disse o stylist que não escondeu a difícil missão de assinar um desfile como o de abertura do Minas Trend. “É um quebra-cabeça. Por isso precisamos inventar histórias como a homenagem ao estado nesta edição. Isso faz com que a gente tenha um instrumento que seja acima das tendências. É um trabalhão, mas a gente consegue”, completou.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Apesar de não ter sido a preocupação principal de Paulo Martinez, o stylist apontou que tendências que poderão ser vistas no Salão de Negócios também marcaram presença na passarela do evento. Mesmo com as mais diversas interpretações das grifes que receberão empresários de todo o Brasil pelos próximos dias, Paulo destacou elementos em comum na apresentação. “Nesse desfile eu não me preocupo com a missão de mostrar tendências. Mas, mesmo assim, podemos destacar o vinil, o bordado que sempre tem e os comprimentos mais alongados. Então, os recados da temporada estão implícitos em uma apresentação mais temática”, explicou.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Quem também quebrou a cabeça para um belíssimo resultado na passarela do Minas Trend foi Ricardo dos Anjos. O beauty stylist, que hoje e amanhã assina a beleza de todos os desfiles do line-up do Minas Trend, elaborou diferentes criações para a apresentação de abertura desta edição da fashion week. Entre bocas e olhos marcados e cabelos lisos e mega cacheados, Ricardo criou dezenas de belezas diferentes para o casting com 60 modelos. “Eu brinquei com o Paulo para nós construirmos a identidade de cada personagem na passarela. Com isso, a beleza ganha diferentes formas. Tem mulher com boca vermelha, outras com um efeito glossy nos olhos. Aqui estamos aproveitando a oportunidade de criar”, disse o beauty stylist que, por sinal, comemorou a chance de desenvolver novas apostas para a passarela no Minas Trend. “O evento me dá uma oportunidade muito ampla de explorar a beleza com a variedade de desfiles que eu assino. Então, aqui eu posso realmente explorar o repertório de tendências na maquiagem e no cabelo de diferentes maneiras”, disse.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Neste repertório, pudemos notar duas propostas que prometem ser unanimidade na estação, de acordo com Ricardo dos Anjos. Uma, segundo ele, é o vermelho, que ganha as roupas, os acessórios e, claro, a maquiagem. O outro, que volta com tudo, é o efeito glossy, que pode aparecer em qualquer ponto da produção. “A mulher perdeu o medo do brilho e usa isso a todo momento”, defendeu.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Para completar, no Minas Trend, além da liberdade para criar, Ricardo dos Anjos tem uma variedade como tela de seu talento. E não é de hoje. Em tempos de valorização do diferente em que os castings estão ganhando novas cores, formas e gêneros, o beauty stylist comemorou o conceito que já faz parte da fashion week mineira há algumas edições. “Quando nós começamos a falar de diversidade há uns cinco anos, eu senti que a moda passou a viver um cenário de inclusão também ao colocar pessoas diferentes nos desfiles e campanhas. Mas essa é uma tecla que batemos há muito tempo aqui no Minas Trend. Essa sempre foi uma ideia natural e valorizada. Ou seja, viver isso agora é uma libertação. Cada ser é um mesmo”, reforçou. E nós assinamos embaixo!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Pesquisas relacionadas