Moda & Beleza

Cavalera apresenta coleção com base no conceito “see now, buy now” com Bruno Gagliasso encarnando um mafioso na passarela

Alberto Hiar e sua equipe criativa se inspiraram em nomes como Al Capone, Heisenberg e outros para criar peças repletas de simbolismo que fizeram sucesso no desfile montado no antigo Moinho Matarazzo

Publicado em 14/04/2016 | Por Karina Kuperman

Aniversário em grande estilo. Literalmente. Assim foi o dia de Bruno Gagliasso ontem, dia 13 de abril, ao completar 34 anos. O ator foi o convidado de honra para cruzar a passarela da Cavalera em um desfile para lá de estiloso. A marca fez um desfile independente com foco no outono-inverno e peças inspiradas na máfia, como adiantamos aqui. O charme extra ficou por conta da locação: o antigo Moinho Matarazzo, no bairro de Brás, em São Paulo, foi o palco do evento de Alberto Hiar, que apresentou um trabalho com foco na estamparia sem fugir de suas origens – peças que podem migrar da passarela direto para o guarda-roupa. Vale lembrar que a marca tem como tradição promover apresentações surpreendentes para suas coleções e sempre leva os desfiles para locações inusitadas – como quando apresentou as peças às margens do Rio Tietê, no Minhocão, no Autódromo de Interlagos e em outros locais. Tudo, sempre, com um tom de manifesto, como é a cara da Cavalera.

Bruno Gagliasso: o aniversariante e grande astro da noite (Foto: Luciana Prezia/Getty Images)

Bruno Gagliasso: o aniversariante e grande astro da noite (Foto: Luciana Prezia/Getty Images)

Focar em outro ponto de vista sob a máfia e se inspirar na história por trás da história para mostrar como os elementos que compõem esse universo podem dominar a moda foi a ideia inicial de Alberto Hiar, que mergulhou na linguagem, música e sons da vida dos personagens reais e transformou essas referências em roupas repletas de simbolismo, além, é claro, do design e matéria-prima de primeira. A saída do line up da São Paulo Fashion Week tem explicação: a grife tem buscado se reposicionar no mercado e adotar o formato “see now, buy now”, que aproxima a moda do varejo e tem ganhado cada vez mais espaço com grandes marcas. Por isso, boa notícia, fashionistas: as peças desfiladas ontem já estão disponíveis para compra pelo site e nas lojas.

Leia também: Alberto Hiar fala com exclusividade sobre a compra da Zoomp: “A marca está em uma UTI. Vou pegar os melhores médicos da moda para curá-la”

Este slideshow necessita de JavaScript.

Bruno Gagliasso arrancou suspiros ao cruzar a passarela com looks que uniam elementos rústicos e urbanos, mostrando que universos opostos podem – e devem – interagir e provando, novamente, que a Cavalera defende um lifestyle superabrangente. Jeans, moletons e joggings com bases e modelagens contemporâneas fizeram sucesso no corpo do aniversariante, que surpreendeu com um corte de cabelo feito exclusivamente para o evento.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O desfile, com direção assinada por Pazetto e beleza de Robert Estevão, apresentou diversos looks que remetiam aos anos 30, com muitas transparências, vestidos fluidos, alfaiataria, sobreposições, calças skinny e pantalonas, casacões oversized, estampas em P&B e mais. Para criar tudo isso, a equipe comandada por Hiar se inspirou em referências como Al Capone, Pablo Escobar e outros mafiosos. Enquanto os looks masculinos uniram perfeitamente o retrô com um estilo jovem, despojado e street pelo qual a marca é conhecida, a coleção feminina teve muita cor, mistura de tecidos, toque festivo e androginia. Camisas e peças de alfaiataria foram combinadas com jaquetas de modelagens soltas e chapéus e correntes de ouro foram os acessórios mais bombados. Uma verdadeira viagem aos anos 30.

Veja também as fotos de backstage:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Pesquisas relacionadas