Fotos

Com direito a “Salve Rainha” por Regina Casé e cantoria ao lado do irmão Caetano Veloso, Maria Bethânia festeja seus 70 anos muito bem rodeada no Rio!

O almoço intimista aconteceu em um imponente casarão no bairro da Glória, no Rio de Janeiro

Publicado em 20/06/2016 | Por Lucas Rezende

Foi em um fim de semana tranquilo, em um casarão tradicional e imponente no bairro da Glória, no Rio de Janeiro, que Maria Bethânia comemorou – com almoço – seus 70 anos. A festança, aliás, foi dupla: a estilista Gilda Midani, grande amiga da cantora e mãe do guapo João Vicente de Castro, também foi festejada, já que aniversariou um dia antes. A dupla de geminianas, portanto, recebeu, no casarão ornamentado com grandes palmeiras e colunas brancas e enormes, um timaço de celebs: Alcione, Caetano Veloso, Nana Caymmi, Regina Casé, o filhote Roque o maridão Estevão Ciavatta, Giovanni Bianco, Gregório Duvivier, Nelson Motta, Mariana Ximenes, Maitê Proença, Leda Nagle (agora sogra de Sabrina Sato) e por aí foi…

A hora do "Parabéns" para Maria Bethânia (Foto: Reprodução)

A hora do “Parabéns” para Maria Bethânia (Foto: Reprodução)

Dois super momentos? Quando Regina Casé inflou o peito e, na cara e na coragem, soltou um “Salve Rainha”: “Salve Rainha, Mãe de misericórdia, vida, doçura e esperança nossa, salve! A vós bradamos os degradados filhos de Eva. A vós suspiramos, gemendo e chorando neste vale de lágrimas. Eia pois advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei. E depois deste desterro, mostrai-nos Jesus, bendito fruto de vosso ventre. Ó clemente ! ó piedosa ! ó doce sempre Virgem Maria!”. Bethânia, como se sabe, é chamada de “a Menina de Oyá”, por ser, no candomblé, filha de Oyá (ou Iansã), divindade das águas como Oxum e Iemanjá – e aplaudiu, como todos os presentes. Depois dos parabéns (no momento do assoprar das velas, Bethânia, sorridente, mas de braços cruzados, foi ciceroneada pelo irmão Caetano Veloso e por Nana Caymmi.

E foi a dupla, a responsável pelo segundo momento de ápice do festejo: foi ao lado dos dois que Bethânia soltou o gógó e, of course, com o embalo dos amigos presentes, cantarolou um pouco – como não poderia ser diferente. E viva a Abelha Rainha!

Pesquisas relacionadas