Fotos

Anderson Cooper, âncora da CNN norte-americana, abre sua casa em Trancoso, na Bahia: “É difícil explicar a atração, mas eu apenas fiquei encantado”

Como passa boa parte de sua rotina em Nova York, o jornalista arrumou uma maneira de matar as saudades do lar brasileiro: "No meu escritório, porém, eu mantenho uma imagem do Quadrado, que eu acho muito meditativa e calma. Basta saber que existe a minha casa que fico feliz"

Publicado em 06/07/2016 | Por Leonardo Rocha

Acostumado a cobrir conflitos, guerras e revoluções em zonas de crise internacionais, o jornalista norte-americano Anderson Cooper, âncora do canal CNN, parece ter encontrado seu refúgio de paz aqui no Brasil. Isso porque o nova-iorquino, de 49 anos, abriu recentemente sua casa de veraneio em Trancoso, na Bahia, para ilustrar a edição deste mês da revista estadunidense Architectural Digest. À publicação, ele contou que sua primeira visita ao vilarejo aconteceu há alguns anos quando ficou hospedado no UXUA Casa Hotel & Spa, um conglomerado de casas cinco estrelas que celebram o estilo rústico, tradição e simplicidade do sul da Bahia. Criado pelo designer Wilbert Das, amigo de Cooper, o hotel inspirou o projeto de sua casa brasileira – também assinada por Das. Cooper, filho da socialite Gloria Vanderbilt, divide a casa com o namorado, o empresário Benjamin Maisani, com quem vive há vários anos no bairro de Greenwich, em Manhattan, Estados Unidos.

Andreson Cooper (Foto: Divulgação)

Andreson Cooper (Foto: Divulgação)

Fugindo da correria da cidade de Nova York, Cooper descreveu o novo lar como um devaneio intoxicante. “Na primeira vez que cheguei aqui, coloquei minhas malas no bangalô onde estávamos, eu saí para a varanda com vista para o Quadrado, a praça da cidade, e fiquei ali por horas. No final da tarde, as crianças começaram a jogar futebol e as luzes se acenderam nas casas dos pequenos pescadores. É difícil explicar a atração, mas eu apenas fiquei lá, encantado”,contou ele à publicação.

Anderson Cooper, âncora da CNN norte-americana, abre sua casa em Trancoso, na Bahia:

Andrson Cooper e Benjamin Maisani em Trancoso (Foto: Divulgação)

Anderson comprou um dos poucos lotes vazios no Quadrado, no coração de Trancoso, perto da histórica igreja da cidade e vislumbrou um projeto totalmente sustentável: nenhuma árvore foi cortada e quase todos os materiais utilizados são recuperados. Essa é uma forte filosofia no trabalho de Wilbert Das, que utiliza insumos como pedaços de madeira de celeiros desativados, caçambas de caminhão, antigos barcos de pesca, telhas e cerâmicas de casas demolidas para criar móveis e pisos do UXUA, premiado por seu design e respeito ao meio-ambiente.

Jornalista passeia pelo Quadrado (Foto: Divulgação)

Jornalista passeia pelo Quadrado (Foto: Divulgação)

“Ás vezes, quando estou em algum lugar distante do mundo, cercado por conflito e caos, eu fecho meus olhos e, se eu presto atenção no barulho da minha respiração, no bater no meu coração, começo a ouvir os sons de Trancoso: uma música quieta e distante ecoando pelo Quadrado em uma noite quente de verão”, declarou Cooper em seu artigo sobre o vilarejo baiano.

Sala da casa de Cooper em Trancoso (Foto: Divulgação)

Sala da casa de Cooper em Trancoso (Foto: Divulgação)

Além dos materiais reutilizados, a casa revela outra importante faceta do trabalho de Wilbert Das: o designer trabalha apenas com artesãos locais para desenvolver peças que se integram com perfeição aos ambientes rústicos. Um bom exemplo é o trabalho feito nos banheiros da propriedade: as luminárias, pias, chuveiros e torneiras foram desenvolvidos a partir de materiais reciclados, cobre velho e troncos de árvores antigas. “Nós não éramos obrigados a construir num estilo puramente histórico, mas sentimos que era importante criar algo em sintonia com a cultura local,” explicou o arquiteto Wilbert Das.

Segundo Cooper, Trancoso é seu retiro espiritual (Foto: Divulgação)

Segundo Cooper, Trancoso é seu retiro espiritual (Foto: Divulgação)

Mas como se trata de uma casa de férias, Anderson Cooper passa mais tempo em seu escritório nos Estados Unidos. Para matar as saudades de seu refúgio espiritual, o jornalista garantiu que levou um quadro com a foto de Trancoso como forma de meditação. “No meu escritório de Nova York, porém, eu mantenho uma imagem do Quadrado, que eu acho muito meditativa e calma. Basta saber que existe a minha casa que fico feliz”, completou.

Âncora da CNN destaca a natureza como seu refujo (Foto: Divulgação)

Âncora da CNN destaca a natureza como seu refujo (Foto: Divulgação)

Pesquisas relacionadas