Viagem & Gastronomia

Uma viagem pelo Lavandário de Cunha: o cenário da campanha “Mãe Natureza” da Karamello é o local perfeito para um mergulho em um universo de flores e aromas

Localizado na serra paulista, a 230km da capital, o local foi o palco do shooting da campanha de Inverno 2016 da marca de Rosilane Jardim e vai além: “ A preocupação com a preservação ambiental, o planejamento do negócio e a utilização de recursos locais que vieram com o empreendimento do Lavandário são uma forma de agregar benefícios ao desenvolvimento sustentável da região”, explicou Fernanda Freire, do Lavandário

Publicado em 29/03/2016 | Por Karina Kuperman

Se a moda pode fazer ode à natureza, Rosilane Jardim alia perfeitamente moda e natureza. Tanto que foi em pleno Lavandário de Cunha, a cerca de 230 km de São Paulo, que a campanha de sua coleção de inverno 2016 Karamello – batizada de “Mãe Natureza” – foi clicada. “É o reflexo da coleção. Uma campanha de moda tem como objetivo representar, por meio das imagens, o conceito do que foi criado. Nessa temporada eu falo, com as minhas peças, da conexão que temos com a natureza”, analisou a empresária. Fernanda Freire, da administração do Lavandário, nos contou que a Karamello foi além: “A Rosilane fotografou a campanha de inverno 2016 em nossa propriedade e teve a ideia de levar alguns produtos para as lojas para fazer um link com a campanha. Os nossos produtos cosméticos, desenvolvidos com nossos óleos essenciais, têm uma identidade com a Karamello, que acredita na economia criativa e no poder de transformação social que sua marca possui”, disse Fernanda.

karamello3

A campanha Karamello no Lavandário de Cunha

E as visões são parecidas! “Para nós, o ‘respeito à natureza e aos interesses da comunidade’ são fundamentais”, declarou Fernanda, confessando que “não tínhamos pensado nesse segmento especificamente, mas a moda tem o poder de transformar e criar uma consciência individual e social, através da auto-estima e espírito de coletividade. É uma visão de crescimento com responsabilidade e ética, necessária ao país. Todos se beneficiaram com essa parceria”, afirmou ela, que deixou a equipe Karamello bem à vontade durante o shooting. “Quando nossos clientes e amigos nos procuram para inserir seus produtos e marcas em nosso ambiente, deixamos por conta deles o processo de ambientação e de otimização do cenário à marca. Assim não tivemos envolvimento nessa fase, pois para nós a liberdade de cada empreendedor é muito importante. Mas considerando as decisões posteriores da Rosi em linkar o cenário aos nossos produtos e às suas criações achamos que o resultado foi muito bom”, elogiou.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O Lavandário de Cunha já tem mais de 25 mil pés de lavandas plantados, sendo 10 mil delas em plena floração. Cada uma das plantas leva cerca de oito meses para florir, mas, por lá, ao longo de todo ano é possível imergir em uma área florida e perfumada. A ideia é chegar a 100 mil pés. “Estamos no alto da serra, em uma pequena comunidade com muitos produtos locais e o maior núcleo de cerâmica artística de alta temperatura do país, com amplos horizontes em todos os sentidos. A preocupação com a preservação ambiental, o planejamento do negócio, a utilização de recursos locais que vieram com o empreendimento do Lavandário são uma forma de agregar muitos benefícios ao desenvolvimento sustentável dessa região. Flores são uma maneira de mostrar que tudo isso pode ser bonito e cheiroso também”, explicou Fernanda.

O cenário da vez foi o Lavandário de Campos, no interior paulista

O Lavandário de Cunha, no interior paulista

Cultivar lavandas foi uma inspiração direto da região de Provence, no Sul da França, e o cenário de um local situado na serra entre o vale do Paraíba e o litoral, com altitude média entre 900 m e 1.300 m, foi perfeito para colocar a experiência em prática. “Essa semelhança foi determinante na germinação da ideia, o que nos levou a iniciar uma pequena plantação de lavanda, que se mostrou muito bem adaptada ao local”, contou Fernanda.

lavanda

Por lá, além dos longos campos floridos, os horizontes chegam a produtos cosméticos e gastronômicos, para a saúde e cuidados com a casa. As flores secas da lavanda também são usadas para aromatizar doces, salgados, chás e outras bebidas. Tudo servido por lá, claro. “Caminhar pelos campos de lavanda é um passeio obrigatório na Provence, além de visitar uma destilaria, comprar produtos derivados do óleo essencial e apreciar a culinária local, que também utiliza a lavanda”, disse. Os produtos do Lavandário foram, de fato, criados para proporcionar bem-estar, seja através de suas propriedades terapêuticas, da beleza que transformou a região ou do perfume clássico das lavandas. “Trazer essa experiência para o Brasil tem sido gratificante. As pessoas que nos visitam podem conhecer e vivenciar as propriedades da lavanda e levam para casa paz e tranquiidade oferecidas por seu aroma e beleza”, contou Fernanda. Não temos dúvidas.

Serviço:
Local: Estrada Cunha-Paraty, SP 171 – km 54,7,Cunha, SP
Telefone: (12) 3111-6034.
E-mail: olavandario@lavandario.com.br
Aberto para visitas de sexta a domingo e feriados, das 10hs até o pôr-do-sol

Pesquisas relacionadas