Viagem & Gastronomia

Natal Luz em Gramado – “Eu sou Maria”, o mega musical épico à beira do lago, que reúne 6 mil pessoas para um espetáculo apoteótico e pirotécnico

Em uma paisagem magnífica, à luz de velas, 200 atores e cantores proporcionam ao público uma viagem moderníssima e emocionante à história da mãe do homem que mudou a vida de todos nós. A simbiose entre artistas e público é tão grande que a constatação é uma só: todas as mulheres são Maria!

Publicado em 14/12/2016 | Por Heloisa Tolipan

Na minha última matéria sobre a viagem a Gramado, venho aqui reiterar que o Natal na cidade serrana do Rio Grande do Sul o Natal tem 80 dias de duração e as festividades só terminam na segunda quinzena de janeiro. No período em que estive na serra gaúcha para acompanhar a Zero Grau – Feira de Calçados e Acessórios, realizada pela Merkator Feiras e Eventos, no Serra Park, eu contei a vocês que pude sentir de perto o porquê da opção da cidade e da data feita por Frederico Pletsch, o nome por trás da Merkator, que conseguiu o sucesso de reunir mais de 12 mil visitantes interessados nos lançamentos de 1.500 marcas de 300 expositores do setor calçadista brasileiro.

A Zero Grau é uma realização da Merkator Feiras e Eventos em parceria com grandes – e poderosos – grupos do setor no país. São eles: Sindicato da Indústria de Calçados de Estância Velha, Sindicato da Indústria de Calçados de Ivoti, Sindicato da Indústria de Calçados de Igrejinha, Sindicato da Indústria de Calçados de Novo Hamburgo, Sindicato da Indústria de Calçados de Parobé, Sindicato da Indústria de Calçados de Sapiranga e Sindicato da Indústria de Calçados, Componentes para Calçados de Três Coroas. Frederico apostou também no turismo de negócios, proporcionando a expositores e compradores a experiência de se aliar trabalho e turismo em uma cidade que tem 80 dias de Natal. Isto mesmo. Gramado respira o clima natalino com as festas mais lindas do país e uma cidade totalmente envolvida pela beleza da data.

Um dos espetáculos mais emocionantes que pude conferir foi “Eu sou Maria”, realizado em uma grande estrutura armada à beira do lago Joaquina Rita Bier, bem na entrada da cidade. Fui ao backstage conferir o mega trabalho de figurino criado para 200 atores e cantores. Que beleza! Digno de estar em qualquer passarela pela leitura contemporânea. Vocês não fazem ideia do apuro para a idealização das vestes de cada uma das santas, como Nossa Senhora Aparecida, Nossa Senhora de Fátima… sem falar nos trajes de Maria, a mãe de Jesus.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O espetáculo gira em torno da figura feminina e tem início logo na visão que a mãe do Senhor teve do Anjo Gabriel aceitando e se comprometendo com a maior missão: dar à luz ao Salvador. Como se trata de um grande musical, a idealização do espetáculo foi mesclar passado e presente, portanto as músicas são atualíssimas e o público canta junto. Mas um dos momentos que mais me emocionou foi ouvir a “Ave Maria” de Gounod. Os espectadores interagem acendendo velas que são dadas logo à entrada. E se deslumbram com o show pirotécnico. Algo para nunca se esquecer.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Contei que milhares de turistas invadem a serra gaúcha nesta época do ano. A gente sabe que enquanto boa parte da programação natalina do país foi cancelada, como a famosa árvore de Natal na Lagoa Rodrigo de Freitas, no Rio, o Natal Luz de Gramado apresenta números crescentes e que impressionam. Segundo o diretor de eventos da Gramadotur, Enzo Arns, a ocupação média dos três grandes espetáculos do Natal Luz em novembro foi 10% superior a igual período de 2015.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Só para lembrar: além de toda a programação pelas ruas da cidade, eu fui conferir o Grande Desfile de Natal, realizado no ExpoGramado, uma arena enorme com capacidade para 5 mil pessoas. Eu fui em plena segunda-feira e vocês não fazem ideia de como o local estava lotado. Crianças, adultos e representantes da terceira idade vindos de Norte a Sul do país para conferirem um verdadeiro cortejo repleto de elementos lúdicos por trás de uma história singular e tocante a todas as idades.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O enredo é o seguinte: a aventura de uma família na neve, viajando por suas memórias de Natal! “Uma menina deseja conhecer a história dos seus pais e reviver o amor, a alegria e o espírito de Natal que os uniu. Para isso, essa menina terá a ajuda de um personagem muito especial, enviado diretamente pelo Papai Noel: o Senhor do Tempo. Ele a conduzirá em uma viagem pelas memórias natalinas da sua família. Os carros alegóricos relembrarão a infância do pai e suas barulhentas festas de Natal com muitos irmãos e brincadeiras de rua, na neve.

Este slideshow necessita de JavaScript.

As lembranças da mãe virão à tona quando a família puder ver o desfile dos brinquedos preferidos da sua infância. Sempre pontuados com muita neve, veremos passar o dia de Natal em que os pais da menina se conheceram, se apaixonaram e trocaram presentes em um ringue de patinação no gelo, com interação de patinadores, ballet, belíssimos figurinos e alegorias, ao som de muita música natalina. O público participará do casamento deles em uma época de Natal; e vibrará com aquele Natal especial em que seu maior presente foi descobrir que esperavam uma filha… O primeiro Natal deles como uma nova família, e o sentimento de que todas as suas lembranças importantes estão, de alguma forma, ligadas ao Natal”.

Carros e mais carros alegóricos com um figurino muito bem executado nos transportam a este mundo de magia. E o que dizer da chegada apoteótica do Papai Noel? Uma festa debaixo de muita neve para alegria de todos que invadem a pista para festejar. A intenção é esta mesma de levar o público a uma verdadeira viagem pelo tempo e pelas suas memórias de Natal.

Vamos recordar o que escrevi aqui: a cidade respira e exala o clima natalino dia e noite com concertos de Natal em frente à igreja matriz, a Parada de Natal pela rua principal no cair da tarde com a presença de Papai Noel e mamãe Noel para delírio das crianças e adultos, a famosa Rua Coberta tem uma mega árvore cantante, apresentação de orquestra de violões, show de acendimento, além de espetáculos magistrais como o Grande Desfile de Natal, o Natal pelo Mundo e Eu sou Maria, à beira do lago.

Quando estivemos em maio, em Gramado, a cidade já mostrava uma prévia do que aconteceria por agora. Aliás, vamos ser sinceros: o espírito natalino pulsa 365 dias por ano na região serrana do Rio Grande do Sul, porque lá existe o Parque Aldeia do Papai Noel. Desde maio, a cena é corriqueira e, por isso, facilmente de ser vista: um calhambeque, dirigido por um senhor, conduzindo Papai Noel, circula pela principal rua do Centro de Gramado, à luz do dia. Entre tchauzinhos e raras paradas estratégicas para fotos com crianças, o bom velhinho saracoteia, dia a dia, por ali, com um motivo principal: convocar e convencer o máximo de turistas a conhecer o seu parque-aldeia.

Segundo o presidente da GramadoTur, João Pedro Till, 67,3% da previsão de venda de ingressos para essa edição do Natal já foi cumprida antes mesmo de novembro terminar. De uma previsão de 270,3 mil ingressos, já foram comercializados 182.078. O Grande Desfile de Natal lidera a preferência do público, com 81.743 tíquetes vendidos, seguido pelo espetáculo Eu Sou Maria, com 71.979 e do Natal Pelo Mundo com 28.356 ingressos. “Vários espetáculos já estão com 100% dos ingressos vendidos, e quem pretende visitar Gramado nas próximas semanas deve consultar o site oficial e as agências o quanto antes”, aconselha Till.

Vocês não fazem ideia de como é lindo ver o show de Acendimento em frente ao Palácio dos Festivais, onde anualmente é realizado o Festival de Cinema de Gramado, um dos mais importantes do país e consagrado pela entrega do troféu Kikito. Reza a lenda que um avô tem a missão de acender a sua árvore de Natal e, com isso, a cidade inteira. Mobilizando toda a população em torno dessa energia positiva, o turista se depara com um espetáculo de luzes coloridas por toda a cidade de Gramado. As lojas são enfeitadas, os restaurantes, os famosos pontos de vendas de chocolates ganham luzes, uma praça inteira é transformada em um local de confraternização com enfeites feitos em vidros, garrafas pet, simbolizando anjos, bonecos e neve e árvores mil.

Mas como explicar este crescimento em plena crise? “No momento de crise a tendência do consumidor é buscar investimentos seguros. E Gramado é um investimento seguro”, afirma Enzo Arns. Ele também atribui o bom desempenho dos espetáculos ao acerto da edição de 2015, que celebrou os 30 anos do Natal Luz. “O público gostou e está retornando”, resume Arns. Nos últimos três anos, período em que o Natal Luz foi realizado pela GramadoTur, que é autarquia municipal de turismo para gerir todos os grandes eventos, o Natal Luz é autossustentável e não necessita de recursos da Prefeitura. A autarquia chega a realizar mais de 150 licitações para o Natal Luz, sempre procurando unir qualidade e preço competitivo, e com o aval do Conselho Deliberativo, formado por nove membros, sendo seis representantes da iniciativa privada.

A rede hoteleira chega a registrar ocupação acima de 85% em dezembro. Além disso, a municipalidade, comemora os resultados da movimentação natalina, quando Gramado recebe cerca de 2,3 milhões de visitantes durante os 80 dias de programação, movimentando principalmente a hotelaria, gastronomia, comércio e parques temáticos.
Um levantamento feito pela secretária da Fazenda, Sônia Sperb Molon, revela que entre novembro de 2014 e janeiro de 2015, período do último Natal Luz, Gramado arrecadou R$ 10,3 milhões de Imposto Sobre Serviços (ISS) e mais de R$ 5 milhões em ICMS. “É o período de maior arrecadação de tributos para Gramado, superando inclusive as férias de julho, outro período de alta temporada”, destaca Sônia Molon.

Na quarta-feira, dia 7, quem vai estar em Gramado é o Padre Fábio de Melo para participar do 31º Natal Luz de Gramado. O espetáculo está sendo preparado especialmente para encantar o público que deve lotar o palco da ExpoGramado. O show foi batizado “Iluminar” e Fábio de Melo subirá ao palco, acompanhado de teclados, guitarra, violão, baixo, acordeom, bateria e três backing-vocals. “O clima de Natal e a reunião familiar em torno da fé são resgatados pelo Padre Fábio de Melo nesse show emocionante. O show revisita importantes momentos da música religiosa e popular brasileira e traz ao palco o universo de mensagens de esperança, amor e fé, através das obras musicais, de sua própria autoria, de Milton Nascimento, Ivan Lins, Roberto Carlos, Eros Biondini, poetas que cantam com amor e delicadeza a alma de fé do povo brasileiro”, nos contam os dirigentes da Gramadotour. Portanto, fé em um cenário incrível é a perfeita conjugação de união e confraternização reinantes em Gramado nesta época do ano.

Pesquisas relacionadas

, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,