Viagem & Gastronomia

Eurotrip ativar! HT está na cola de Flávia Alessandra e Otaviano Costa pela Europa, num giro que começou na República Tcheca e está na Rússia

Taberna medieval, pub de gelo, museu, barco....a viagem do casal global é um sucesso só e a gente conta tudo agora!

Publicado em 30/09/2015 | Por Lucas Rezende

Otaviano Costa está de férias do “Vídeo Show”, e aproveitou que sua mulher Flávia Alessandra ainda não começou a gravar a próxima novela das 18h “Candinho”, de Walcyr Carrasco, para organizar uma surpresa: fez mala, comprou passagens, reservou hotéis, pensou num roteiro e embarcou com ela para uma eurotrip. Só que com um detalhe: Flávia não sabia por quais países iria passar e ainda não sabe como vai terminar esse périplo. HT, assim que soube dos planos de Ota, tratou de segui-los no Velho Continente e compartilha agora uma espécie de álbum de viagens. Pega na nossa mão e vem já!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Há quatro dias longe do Brasil, o casal decolou do Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo, e fez a primeira parada em Praga, capital e a maior cidade da República Checa. Por lá, conheceram a Catedral de S. Vito, que fica colada no Castelo de Praga, também batizado de Castelo do Rei Carlos; posaram juntos ao lado do Monumento a Franz Kafka, romancista natural do país, e curtiram a night checa num Ice Pub, onde tudo, como o nome já sugere, é revestido de gelo. Ainda em Praga, quando visitou um castelo medieval em Czechy Krumlov, Flávia se lembrou de um trabalho antigo que também se passava em boa parte dentro de um castelão daqueles. “Me senti no cenário de ‘O Beijo do Vampiro’ (novela de Antonio Calmon). Só que aqui é tudo real. Tão preservado que virou Patrimônio Histórico da Humanidade”, contou.

Depois de bebericar em uma taberna medieval e se divertir com artistas de rua, Flávia e Otaviano partiram para o segundo destino do roteiro misterioso: São Petersburgo, uma cidade da Rússia, onde puderam conhecer mais um grande monumento europeu, a Catedral do Sangue Derramado, de vertente ortodoxa, construída no mesmo metro quadrado que Czar Alexandre II da Rússia foi assassinado, vítima de um atentado no século XIX. De lá, partiram para museu Hermitage, às margens do rio Neva, conhecido por ser um dos maiores do mundo quando o assunto é arte. Pós passeio cult, mais uma surpresa de Otaviano Costa: um giro pela profusão noturna russa de….barco.

Se você acha que acabou, está enganado. O giro do casal só está começando e, enquanto você lê essas linhas, eles estão degustando a mais pura vodka russa no Museu da Vodka. Tá bom ou quer mais? Siga a seta!

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Pesquisas relacionadas