Cinema & TV

Vencedor de um prêmio Bibi Ferreira no teatro, o ator Filipe Bragança fala sobre seu papel em ‘Órfãos da Terra’

Seu personagem vive um relacionamento com uma mulher mais com mais idade, interpretada por Paula Burlamaqui. Filipe não considera o assunto um tabu: "A idade é um número. O importante é crescer e aprender com o outro"

Publicado em 23/09/2019 | Por Heloisa Tolipan

*Por Karina Kuperman

Aos 18 anos, vivendo seu primeiro personagem na TV Globo, Filipe Bragança até poderia ser um novato, mas ele está longe disso. No ar como Benjamin, em “Órfãos da Terra”, o ator já havia trabalhado, por dois anos, em “Chiquititas”, no SBT. E mais: é vencedor de um Prêmio Bibi Ferreira, fruto de sua atuação como Marius Pontmercy em “Les Miserábles Brasil”. Além desse troféu, o musical ainda lhe rendeu o Broadway World Brasil Awards. “Isso foi incrível. Eu esperava ser pelo menos indicado, mas ganhar? Não. Então foi uma surpresa maravilhosa que foi uma recompensa muito bem-vinda pelo musical, um trabalho delicioso, mas árduo”, conta. “Foi uma das experiências mais importantes da minha vida. Um processo de praticamente dois anos, já que as audições começaram bem antes. Encenar uma história poderosa como aquela, cantando durante três horas em um palco para uma plateia de mais de mil pessoas não é fácil, mas vale a pena. Vale muito. Além disso, cresci como artista, como ser humano e conheci pessoas incríveis”, diz.

Filipe Bragança ganhou o Prêmio Bibi Ferreira como Ator Revelação em 2017 (Foto: Vinicius Mochizuki)

Muitos atores que migram do teatro para a televisão falam da dificuldade com o novo formato, já que a linguagem é muito diferente, mas Filipe teve tempo de se acostumar. “Não me sinto novato, é uma experiência incrível por ser uma novela diferente com pessoas diferentes e em uma emissora diferente”, analisa, acrescentando: “Eu fiz alguns testes, não só para o Benjamim mas para outros personagens também. Depois descobri que tinha passado para o Benja e fiquei muito feliz”, conta. Agora, com a trama se encaminhando para o final, Filipe já pensa em voltar aos palcos. “Teatro é e sempre será uma necessidade pra mim, tenho que sempre visitá-lo de vez em quando. A novela me mudou como pessoa e como artista e foi um aprendizado único em vários sentidos”.

Ele vive Benjamin em “Órfãos da Terra” (Foto: Vinicius Mochizuki)

Seu Benjamin passou a novela dando aulas para refugiados. Falar desse assunto, aliás, é algo fundamental, na visão do intérprete. “Essa é uma questão importantíssima de ser abordada, principalmente em uma novela que atinge tantas pessoas. Acima de tudo, no momento político de construção de ‘muros’ em que vivemos, mostrar o outro lado é ainda mais importante”, analisa. Além disso, o personagem abordou um tema bastante polêmico: o relacionamento com uma mulher mais velha, Letícia, vivida por Paula Burlamaqui. “É surpreendente, porque as pessoas receberam super bem. A maioria apoia o casal, acredito que por uma boa construção pela Duca Rachid e Thelma Guedes“, diz ele, que não considera o assunto um tabu. “A idade é um número. O importante é crescer e aprender com o outro, sempre”.

Filipe tem 18 anos e já atuou em Chiquititas (Foto: Vinicius Mochizuki)

Solteiro, Filipe se considera romântico, mas acha bem difícil se apaixonar. “Eu já tive paixões platônicas, sempre fui de me entregar aos sentimentos. Com certeza me iludi também, mas isso faz parte. Hoje em dia, eu acho difícil me apaixonar, mas é bem pessoal, não digo que todas as pessoas se sentem assim. É que eu tenho me sentido tão bem sozinho que, naturalmente, não tenho me apaixonando. Vai ver que só não apareceu a pessoa ainda”.

Pesquisas relacionadas