Cinema & TV

Sai de Baixo, sitcom de sucesso da TV brasileira, vira filme e conta com a icônica atuação de Miguel Falabella, Marisa Orth e Tom Cavalcante

O longa tem lançamento previsto para o final do ano e foi roteirizado por Falabella, produzido por Daniel Filho e dirigido por Cris D’Amato. Infelizmente, Luis Gustavo, que fazia o Vavá, teve que se ausentar das filmagens por problemas de saúde. Além do pessoal das antigas, a montagem terá novos personagens e, consequentemente, novos atores como Lúcio Mauro Filho, Katiuscia Canoro, Cacau Protásio e Castrinho

Publicado em 06/06/2018 | Por Ana Clara Xavier

Sai de Baixo é aquele tipo de programa de televisão que conseguiu conquistar diversas gerações diferentes e, por isso, Miguel Falabella resolveu eternizar este sucesso através de um longa-metragem. As gravações já começaram e haverá tomadas no Rio de Janeiro e em São Paulo e a estreia está prevista para o final deste ano. O humor irreverente dos personagens será mantido, obviamente, com a direção de Cris D’Amato e a produção de Daniel Filho, que foi o idealizador junto com Luis Gustavo em 1996. “O filme será tão inconsequente quanto o seriado. A única emoção é fazer rir, é uma verdadeira chanchada”, afirmou Daniel Filho. O público terá a oportunidade de ver, mais uma vez, Miguel Falabella, Marisa Orth, Tom Cavalcante e Aracy Balabanian interpretando Caco Antibes, Magda, Ribamar e Cassandra, respectivamente. Infelizmente, Luis Gustavo, que fazia o Vavá, teve que se ausentar das filmagens por problemas de saúde.

Miguel Falabella, Marisa Orth, Daniel Filho e Tom Cavalcante trabalharam juntos no programa televisivo e se reúnem, agora, para fazer o filme (Foto: Mariana Vianna)

Além dos famosos atores, o elenco também conta com novos personagens como Lúcio Mauro Filho, Katiuscia Canoro, Cacau Protásio e Castrinho. O ator Rafael Canedo irá interpretar o filho de Caco e Magda, que nasceu na temporada de 1999 e, atualmente, seria um jovem adulto.

Aracy Balabanian e a diretora Cris D´Amato nos bastidores do filme (Foto: Mariana Vianna)

O programa, que deu origem ao filme, conquistou o público por anos no horário nobre aos domingos na TV Globo. O show era famoso pela quantidade de improviso durante a gravação, que era feita sem cortes, em um palco, como se fosse uma peça de teatro diferente por domingo, que garantia a risada dos espectadores. A trama retrata uma família de classe média de São Paulo e ainda tem a presença icônica da empregada doméstica e do porteiro. O show inicial foi exibido entre 1996 e 2002 na TV Globo e, atualmente, é reprisado no canal Viva. Ao todo, foram gravados 244 episódios que acumularam muito êxito. O longa tem produção da Lereby, coprodução da Globo Filmes e é distribuído pela Imagem Filmes.

Ficha técnica

Supervisão geral: Daniel Filho

Direção: Cris D´Amato

Roteiro: Miguel Falabella

Produção: Daniel Filho / Lereby

Produtor Executivo: Angelo Gastal

Diretora de produção: Fernanda Mandriola

Diretor assistente: Pedro Barbalho

Diretor de fotografia: Tuca Moraes

Diretor de arte: Mario Monteiro

Figurinista: Sonia Soares

Maquiador: Adriano Manques

Técnico de som: Marcel Costa

Continuísta: Flavia Quartino

Coprodução: Lereby e Globo Filmes

Distribuição: Imagem Filmes

Pesquisas relacionadas