Cinema & TV

Rafael Cardoso, mocinho de ‘Espelho da Vida’, comenta triângulo amoroso na novela: “Sinto muito para o Alain, mas já era”

o ator é perfeito para as novelas de Elizabeth Jhin, que geralmente abordam temáticas que ele adora: reencarnação e vida após a morte. Entre as gravações de uma cena e outra, Rafael conversou o site HT e nos revelou mais sobre os mistérios da novela e sua vida pessoal

Publicado em 21/02/2019 | Por Leticia Sabbatini

Quem assiste a novela Espelho da Vida com certeza já se derreteu pelo companheirismo e doçura dos personagens Danilo e Daniel. O que muitos não sabem é que o ator que os interpreta, Rafael Cardoso, consegue ser ainda mais gentil e atencioso. Pai de Aurora e Valentin, e marido da youtuber Mariana Bridi, o ator é perfeito para as novelas de Elizabeth Jhin, que geralmente abordam temáticas que ele adora: reencarnação e vida após a morte. Entre as gravações de uma cena e outra, Rafael conversou o site HT e nos revelou mais sobre os mistérios da novela e sua vida pessoal.

Danilo, em “Espelho da Vida, é um pintor apaixonado (Foto: Reprodução)

As variações entre passado e presente que acontecem a todo instante em Espelho da Vida são a tônica da novela que fez muitos espetadores se apaixonarem. Um dos grandes responsáveis por esse apego é Rafael Cardoso. E ele conversou sobre os dois personagens na trama. “Eles são muito parecidos, têm a mesma essência, mas uma diferença de contexto. Eu acredito que somos fruto daquilo que vivemos, e, na época em que o Danilo, viveu eram outras experiências e referências. Já o Daniel foi influenciado por esse mundo maluco que temos hoje. Então, é uma casca um pouco mais grossa”, afirmou ele sobre o pintor da vida passada, Danilo, e o fotógrafo do presente, Daniel.

O triângulo amoroso formado por Danilo/Daniel (Rafael Cardoso), Cris/Júlia (Vitória Strada) e Alain/Gustavo (João Vicente de Castro) vem dividindo os telespectadores (Foto: Reprodução)

Muito querido pelos telespectadores desde sempre, o ator se orgulha da repercussão positiva que sua experiência trouxe para o enredo e afirmou acreditar que esse carinho do público é fruto do seu trabalho e esforço: “ Eu acho que a colheita é certa e isso quer dizer que eu plantei a sementinha direito lá trás e venho colhendo devagarzinho”. Mesmo com todo o carinho recebido, o público vem se mostrando dividido quando o assunto é o final feliz da mocinha Cris, interpretada por Vitória Strada. De um lado, aqueles que torcem por um amor puro e de outras vidas, desejando que Cris e Daniel se reencontrem. Do outro, as pessoas que almejam um amor mais real, com erros e acertos, e que pode ser ajustado a todo tempo por Alain, interpretado por João Vicente de Castro, e Cris.

Comentando todas as reviravoltas com muita naturalidade, o ator demonstrou já estar acostumado com a forma da autora Elizabeth Jhin trabalhar. Isso porque ele esteve presente também no elenco de “Além do Tempo”,  novela de Jhin, como Renato. Ainda que demonstrasse ser um mocinho no início, o personagem se revelou um vilão inteligente e estratégico com o desenrolar da história. “Com o Renato, eu precisei de uma preparação grande. Eram dois personagens ligados pela mesma loucura, mas completamente diferentes”, comentou.

Para Rafael, a mudança de ares de uma novela para a outra se adequou mais ao que ele é na realidade: “Ele [Daniel/Danilo] é um bálsamo. Depois de viver aquela coisa intensa em Além do Tempo, vim para Espelho da Vida com esses personagens que são só amor”. Além da mudança de caráter que os seus personagens tiveram de uma novela para a outra, Rafael precisou mudar também o visual, mas acabou não agradando a todos. “Eu estava de barba e todo mundo reclamando que eu não tirava a barba. Agora estou de cara limpa, visual novo e está ótimo. Minha filha que não gostou muito, né? Ficou perguntando onde estava a minha barba e pedindo para eu deixar crescer de novo”, admitiu.

Mais um ponto a favor de Rafael nas histórias de Jhin é a familiaridade dele com os temas geralmente propostos por ela. Em Espelho da vida, por exemplo, a reencarnação e a presença de espíritos desencarnados são tópicos que entram em cena diariamente. “Eu gosto, curto e acredito. Eu frequento de tudo um pouco, desde centro espírita à casa de umbanda e candomblé. Eu sou espiritualista e realmente acredito. Cuido da alma, porque o corpo, a mente e o espírito têm que estar alinhados para que consigamos seguir em frente”, revelou, para logo em seguida explicar melhor quais são esses cuidados: “Faço terapia da floresta. Vou para o mato, plantar, levo os meus filhos para a fazenda, vou para a cachoeira, para o mar, faço as minhas rezas. As energias do bem por todos esses lugares. Então, vamos trabalhar”.

Com a mulher, Mariana Bridi, na época em que ela ainda estava grávida de Valentin, hoje com 8 meses (Foto: Reprodução)

Ainda assim, mesmo demonstrando uma grande estabilidade no que diz respeito a sua vibração e aos seus sentimentos, ele passou por um momento de revolta e medo no final de 2018. Após ser vítima de um arrastão em uma rodovia do Rio, Rafael chegou a pensar em largar tudo e sair do país. “Esse trauma me fez ficar um tempo recluso até para organizar os pensamentos, sabe? Eu queria ir embora na hora, porque a violência no Brasil parece que está cada vez pior, principalmente no Rio, mas repensei tudo. Eu vou deixar um ato e algumas pessoas influenciarem como eu penso ou eu vou pensar direito e agir racionalmente?”, afirmou.

Agora, já estabilizado e recuperado, ele admitiu que o ocorrido modificou a forma como enxerga a própria vida: “Uma vida é uma vela que pode se acabar a qualquer momento. Não quero mais perder o meu tempo com besteira. Vou cuidar dos meus filhos, dar o meu melhor em tudo”. Seguindo nessa linha de raciocínio, em 2019, após o término da novela, Rafael deseja descansar e focar mais em sua vida pessoal. “Quero viajar, desligar um pouquinho, ver os meus filhos crescendo. Eu venho emendando um trabalho em outro e tempo é qualidade de vida, porque por mais que eu esteja todo dia em casa, se eu estiver fazendo milhões de coisas, não há a menor diferença. Preciso de um tempo para estar com a família”, concluiu.

Pesquisas relacionadas