Cinema & TV

No ar em “Os Dez Mandamentos”, Babi Xavier fala sobre sucesso da novela e surpresas com a história: “As mulheres são mais livres que imaginei”

A musa vive Taís, esposa de Meketre (Luciano Szafir), na terceira fase da trama da Rede Record

Publicado em 06/08/2015 | Por João Ker

É inegável o sucesso avassalador que a novela “Os Dez Mandamentos” tem feito na grade da Rede Record, retratando de forma esteticamente cuidadosa e historicamente repaginada uma trama bíblica. Além de cair no gosto do público, o folhetim ainda traz um elenco de ponta, com nomes como Luciano Szafirque falou recentemente com HT -, Sérgio Marone, Larissa Maciel, Zécarlos Machado, Camila Rodrigues, Tammy di Calafiori, Giselle Itié e, dentre muitos outros, Babi Xavier. A atriz vive, desde a terceira fase da história, a personagem Taís, esposa de Meketre (Szafir), e fala em um bate-papo descontraído com HT sobre como tem sido participar dessa megaprodução.

“Eu sou muito sortuda de participar desse projeto. Tem sido incrível e eu só tenho o que agradecer a todos. Estamos todos empolgados com a novela, em um momento onde tudo está dando certo. Estamos ganhando o campeonato”, comentou, com o sorriso largo no rosto.

Babi Xavier caracterizada como Taís, de "Os Dez Mandamentos" (Foto: Divulgação)

Babi Xavier caracterizada como Taís, de “Os Dez Mandamentos” (Foto: Divulgação)

Com o ritmo intenso de gravações e a imersão total em uma era cheia de detalhes culturais e comportamentais que não poderiam ser mais diferentes da sociedade atual, Babi conta que não teve problema algum em abandonar as madeixas e ficar careca para encarar Taís. “Não me arrependi até agora. É bom porque eu já acordo vivendo a personagem. Você sabe, para um ator, o mais difícil é se desconectar do papel que ele vive nas telas”, conta a atriz, comentando ainda sobre a preparação intensas que fez para entrar na trama . “Já cheguei com o bonde a todo vapor! E, vou falar, não parei de pesquisar e aprender até hoje”.

Curioso, HT quis logo saber o que a musa mais gostou de descobrir sobre a época: “Estou apaixonada pela dança egípcia! Tem sido muito divertida essa parte do trabalho”, entrega. E a maior surpresa? “Olha eu descobri que as mulheres no Egito Antigo eram bem mais livres do que eu pensava. Claro, ainda há uma submissão, mas elas têm um pouco mais de poder do que tinham antigamente”, diz Babi Xavier, irradiando felicidade pela personagem e o jeito de dever bem cumprido. Sucesso!

Pesquisas relacionadas