Cinema & TV

“Eu não defendo tudo por amor. Não sou a favor de relação tóxica”, afirma Sheron Menezzes

A atriz interpreta uma mulher ambiciosa, amante de Diogo, Armando Babaioff, que juntos, não medirão esforços para roubar a fortuna de Alberto, vivido Antonio Fagundes. "Gisele é uma mulher ambiciosa e com duas caras", comenta

Publicado em 29/07/2019 | Por Heloisa Tolipan

Sheron Menezzes mudou o visual para interpretar a ambiciosa Gisele, em Bom Sucesso (Foto: AgNews)

*Por Rafael Moura

“Uma mulher ambiciosa e duas caras”, foi assim que Sheron Menezzes começou a contar ao site HT quem é Gisele, sua personagem na nova novela das 19h, Bom Sucesso, que estreia dia 29 de julho. Mesmo falando de humanidade e afeto, a trama escrita por Rosane Svartman e Paulo Halm tem um espaço cativo para os vilões. A atriz será assistente de Nana (Fabíula Nascimento), na editoria Prado Monteiro, e amante do marido da chefe, o advogado Diogo, interpretado por Armando Babaioff. Juntos, eles não medirão esforços para roubar a fortuna de Alberto (Antonio Fagundes), que é dono o fundador da editora e pai de Nana.

Para Sheron, Gisele é uma grande cara de pau e traiçoeira. “Minha personagem se diz amiga da chefe, mas tem um caso com o marido dela. Os dois vão tentam convencê-la a vender a editora. A Gisele é uma mulher de duas caras: uma profissional extremamente atenciosa com a chefe, mas quando vira as costas é outra pessoa. É muito desafiador”, revela a atriz. Esse papel marca o retorno de Sheron logo após ser mãe, do pequeno Benjamin. “Diferente da maioria das mulheres, eu tive o privilégio de ficar em casa e me dedicar, um pouco mais de um ano, ao meu filho, depois comecei a fazer alguns trabalhos rápidos, que não demandavam tempo e, quando ele estava com 1 ano e 5 meses, tive de cortar o cordão que não foi fácil, mas necessário”, revela, acrescentando: “Acredito que foi no tempo certo. Estava com muita saudade e vontade de trabalhar, nunca fiquei tanto tempo parada. Gosto muito do processo de criação de uma personagem, de entender o que acontece… É saboroso para mim”, explica.

Sheron Menezzes interpreta a vilã Gisele, em Bom Sucesso (Foto: AGNews)

Sheron mudou o visual para viver essa vilã, que vem cheia de estilo, com um cabelo mais claro e com um corte assimétrico, trazendo um ar misterioso para essa mulher de ‘duas caras’. “O cabelos está bem claro, né? Eu vim de uma novela de época (Novo Mundo, 2017), então ele estava preto, por conta da Diara e, acabei mantendo. Estava sem química alguma e a caracterização veio com essa proposta para dar fazer uma quebra busca nas personagens. Eu achei ótimo! Agora estou com uma franja que eu não tinha, sempre usei o cabelo de lado, uso muito preso, com a franja, que deixa com a cara mais esnobe”, brinca.

Segundo a atriz, Gisele nasceu muito das nuances do texto e de intensas conversas com os autores. “Acredito que vocês vão gostar dela, porque apesar de ser uma vilã e uma traíra, ela tem um toque de humor muito bom. Eu lia as falas da personagem e ficava chocada. Acho que, em algum momento, as mulheres vão gostar da Gisele porque ela sofre por amor dentro da vilania dela, e isso aparece muito nas atitudes. Mas, a pessoa que faz maldades é uma vilã. Eu já tinha feito a Berenice, de ‘Lado a Lado‘, que era sapeca. A Gisele tem uma ‘maldade’ safada, é realmente apaixonada por aquele homem e faz isso para nutrir esse forte sentimento. Suas atitudes são para garantir seus objetivos e perde as estribeiras porque gosta dele, se vê apaixonada. Um típico caso de relacionamento tóxico”. E faz um adendo: “Eu não defendo tudo por amor. Não sou a favor de um amor tóxico, mas quando a gente está neste caminho não percebe. Sempre precisa que alguém que alerte para sair”.

Gisele, de Bom Sucesso, é o primeiro grande papel de Sheron depois da maternidade (Foto: AGNews)

Gisele, de Bom Sucesso, é o primeiro grande papel de Sheron depois da maternidade (Foto: AGNews)

Armando Babaioff e Fabíula Nascimento são seus grandes parceiros de cena, dos quais ela mantêm uma relação de ‘amor e ódio’, na trama. “Minha relação com o Baba é incrível, somos amigos há muitos anos e, temos uma química muito boa e, agora, como casal. Estou muito feliz! Nunca tinha trabalhado com a Fabíula. Me identifiquei demais com ela: somos duas sulistas, extremamente diretas, que falam o que pensam e estamos neste clima. Estou satisfeita! É um elenco que estou muito feliz de integrar”, conclui.

Pesquisas relacionadas