Cinema & TV

“Espero ajudar as mulheres e estou dando passos firmes nessa direção”, afirma a atriz Gabi Costa

Assim como na ficção viverá a síria Nazira, sua personagem em ‘Órfãos da Terra’, próxima novela das 18h da Globo, ela batalha por liberdade, independência e sororidade

Publicado em 22/03/2019 | Por Heloisa Tolipan

(Foto: Alexia Maltner)

Morreu agora, domingo, dia 2, a atriz Gabi Costa, vítima de uma parada cardiorrespiratória. Aqui, a última entrevista de Gabi ao site HT, antes de a trama das 18h estrear. Veja abaixo:

*Por Jeff Lessa

A personagem Nazira, na próxima novela das 18h da Globo, “Órfãos da Terra”, que estreia dia 2, caiu como uma luva para a atriz Gabi Costa. É que Nazira é uma mulher síria muito forte que permanece no país em guerra civil enquanto seu marido, o médico Farouq (Eduardo Mossri), vive como refugiado no Brasil. Em comum, as duas têm a luta pela independência e a alma feminista, características das quais Gabi, de 33 anos, se orgulha e que a novela ajuda a explorar, levando sua mensagem libertária a mais gente. (Em seu facebook, Gabi compartilha mensagens feministas, de apoio à igualdade de gênero e críticas políticas.)

Gabi Costa durante a coletiva da novela 'Órfãos da Terra'. Atriz interpreta Nazira, uma mulher síria que não se deixa abater pela guerra. Foto Selmy Yassuda - TV Globo

Gabi Costa durante a coletiva da novela ‘Órfãos da Terra’. Atriz interpreta Nazira, uma mulher síria que não se deixa abater pela guerra. Foto Selmy Yassuda – TV Globo

– Já fui agredida por um ex-namorado. Isso me deixou marcas psicológicas terríveis no passado. Eu não tinha a compreensão de como é vital denunciar. Os homens olham para nós como se fôssemos coisas – conta Gabi. – Hoje eu luto por mulheres que estão na posição em que eu estava. Espero ajudar as mulheres, estou dando passos firmes nessa direção. Para isso, me inspiro na história de luta da Malala (a ativista paquistanesa Malala Yousafzai, que batalha pelos direitos das mulheres e é a pessoa mais jovem a receber o Prêmio Nobel da Paz), entre outras.

Gabi tem um perfil forte nas redes sociais no qual defende causas humanitárias (Foto: Alexia Maltner)

A trama principal da novela escrita por Duca Rachid e Thelma Guedes conta a saga de Laila (Julia Dalavia), a mais jovem entre as esposas do poderoso sheik Aziz Abdallah (Herson Capri) que foge para o Brasil para recomeçar a vida. Indignado, o sheik manda um empregado (Renato Góes) resgatá-la. A questão é que os dois se apaixonam e tentam viver seu amor livremente.

– A novela é muito realista. Tem um teor documental impressionante – ressalta Gabi. – Os personagens passam a vida em estado de alerta e como se o lugar não lhes pertencesse. Mas a Nazira minimiza ao máximo os efeitos da guerra para criar um ambiente harmônico para sua família. É uma mulher forte que não teme conversar com o marido sobre tudo, sempre de igual para igual.

Gabi Costa como Nazira, sua personagem em 'Órfãos da Terra', próxima novela das 18h da Rede Globo

Gabi Costa como Nazira, sua personagem em ‘Órfãos da Terra’, próxima novela das 18h da Rede Globo

Para a atriz, uma das maiores qualidades da novela é o realismo, que fez com que a produção tenha optado por trabalhar com figurantes sírios. Tudo em nome da verossimilhança e, claro, da empatia. Afinal, a guerra civil no país, que completa oito anos neste mês, mexeu profundamente com a população de 24 milhões de pessoas e já deixou quatro milhões e 800 mil refugiados:

– Estamos contracenando com os refugiados. Pessoas que estão com dificuldade para encontrar trabalho aqui no Brasil. Eles falam português muito bem, mas com um sotaque forte. Fiquei muito emocionada com um rapaz com quem conversei. Ele é de Alepo e não sabe como está sua família. Aliás, eles não têm notícias de lá. Apesar de estar como figurante na novela, esse jovem tinha o olhar meio perdido e sem brilho. Isso me choca muito. Espero honestamente que essa trama abra as cabeças dos brasileiros.

Gabi conta que fez teste com a produtora de elenco Bruna Bueno há cerca de três meses. Ela foi indicada por conta de seus conteúdos produzidos para o Facebook (além de atriz, ela é poeta e ativista em prol dos direitos humanos).

– Fui chamada pela produtora de elenco e pelo diretor Gustavo Fernandez, mas quem falou sobre meu nome foi a Thelma Guedes depois de ver meus vídeos experimentais com poemas e contos no Facebook. Considero a Thelma minha madrinha. Ela e a Duca realmente estão tratando a novela com muito, muito carinho e toda a realidade que merece – conta, emocionada, a atriz.

Por conta própria, Gabi decidiu emagrecer para viver sua personagem.

– O país está em guerra e, na tela, eu sou mãe de três filhos, de dois, três e sete anos. Por conta do conflito, a gente deixa de fazer muitas coisas em família. A ideia de emagrecer veio naturalmente – diz.

Os primeiros passos de Gabi Costa na TV foram em humorísticos. Entre 2010 e 2012, ela atuou em “Aventuras do Didi”, “Zorra Total” e “A Grande Família”. Em 2013 interpretou Jessica na novela “Tapas e Beijos”. A atriz participou do bem cuidado remake de “O Rebu” em 2014, com direção de José Villamarim e fotografia do premiado Walter Carvalho. No ano seguinte, repetiu a parceria na série “Nada Será Como Antes”, vivendo Gabriela, uma figurinista de TV nos anos 60. Em “Sol Nascente”, de 2016, foi a repórter Vanessa. Em 2017 entrou para “Malhação” como Antônia, mãe de uma das protagonistas.

Gabi Costa foi roteirista do curta ‘Amor suspenso’, de 2015, que trata do amor ‘proibido’ entre duas mulheres

Paralelamente, ela iniciou uma carreira como roteirista e teve seu primeiro curta-metragem, “Amor suspenso”, lançado em 2015. O filme fala sobre um casal formado por duas mulheres (Gabi e Lorena Comparato), que sofre por não ser aceito pela família. Filmado em um único plano sequência de onze minutos, está disponível em seu canal no youtube, no link https://youtu.be/jzrSOgcoJok

 

 

 

Gabi Costa lembra que os refugiados sírios com quem contracena participam do Instituto Abraço Cultural, com sedes no Rio e em São Paulo. A atriz pede para avisar que quem quiser ter aulas de árabe com gente que entende do assunto pode se inscrever nos dois links abaixo:

Rio:

http://www.abracocultural.com.br/cursos/arabe-rj/

São Paulo:

http://www.abracocultural.com.br/

Pesquisas relacionadas