Cinema & TV

Em papo exclusivo com HT, Rodrigo Lombardi fala sobre volta à TV com “Velho Chico”: “Os mocinhos também podem ser legais”

Durante a entrega do prêmio Cariocas do Ano, o ator comentou com HT sobre a realização de participar de "Urinal, o Musical", e seu personagem heroico na próxima trama das 21h, escrita por Benedito Ruy Barbosa: "Vilão é mais legal, mas depende do entendimento da história"

Publicado em 02/12/2015 | Por João Ker

Durante a cerimônia de entrega do prêmio Cariocas do Ano, no Copacabana Palace, oferecido pela revista Veja às personalidades que se destacaram pelo afeto à urbe maravilha, uma das muitas celebridades presentes era alvo constante de pedidos para selfies e elogios espontâneos: Rodrigo Lombardi, que venceu a categoria de ator graças ao seu desempenho na pele do duvidoso e ambíguo Alex, de Verdades Secretas” (Globo). Acompanhado da esposa, Betty Baumgarten, o ator comentou com HT sobre sua estreia nos musicais com a peça “Urinal, o Musical”, em cartaz no Teatro do Núcleo Experimental, em São Paulo. “Tem sido uma das melhores experiências da minha vida, com um elenco incrível. A única dificuldade tem sido o tom das músicas, porque é sempre diferente”, contou ele, que nos revelou ter feito aulas de canto ainda criança, o que ajuda – e muito! – na nova empreitada.

Rodrigo Lombardi, acompanhado da esposa, Betty Baumgarten

Rodrigo Lombardi, acompanhado da esposa, Betty Baumgarten (Foto: Agnews)

E quem já sente falta de ver Rodrigo diariamente na telinha não precisa se preocupar muito. O ator está confirmado na primeira fase de “Velho Chico”, próxima trama global das 21h escrita por Benedito Ruy Barbosa, com estreia prevista para março do ano que vem. “Meu personagem é o Capitão Rosa, um visionário que decide trabalhar com terras e se torna um latifundiário de médio porte. É aí que ele bate de frente com o personagem do Tarcísio Meira, porque não aceita ser explorado e luta pelos seus direitos e dos outros companheiros”, nos explicou Rodrigo, empolgado com o papel.

Rodrigo Lombardi aprende a andar a cavalo para "Velho Chico" (foto: Reprodução)

Rodrigo Lombardi aprendendo a andar a cavalo para “Velho Chico” (Foto: Reprodução)

Ele, pelo visto, não poderia se distanciar mais do antigo Alex de “Verdades”, já que viver um herói não cabia muito nos planos do empresário da indústria têxtil. Pensando exatamente nisso, HT quis saber o que dá mais prazer: interpretar um vilão sacana ou um mocinho justiceiro? “Ah, vilão é mais legal, né? Mas depende muito do entendimento que você tem da história. É preciso sempre encontrar o tom certo de um personagem, e assim até os mocinhos podem ser divertidos e legais”, contou abrindo um sorriso que não deixa dúvida de que ele conseguirá emplacar mais um papel no gosto do público de casa.

Pesquisas relacionadas