Cinema & TV

Em editorial exclusivo, Letícia Lima mostra seus muitos talentos e conta: “Em Três Rios, não tem a Letícia estrela. Sou a Lelê, a menina que sempre foi muito feliz”

A atriz falou sobre a paixão pelas artes, o sucesso do canal de humor “Porta dos fundos” que a consagrou e o poder da internet: “Qualquer tipo de reconhecimento é demais para mim. Eu sou uma menina que vim do interior e quando coloquei meu primeiro vídeo na internet pensava que, se chegasse a 300 visualizações, eu teria lotado o teatro de Três Rios. Acordei de manhã e tinham 300 mil views”

Publicado em 06/05/2016 | Por Karina Kuperman

Ela pinta, brinca de marcenaria – e faz seus próprios móveis, vale dizer -, cozinha, fala pelos “cotovelos”, entende e opina sobre make e penteado e fez todo mundo rir no set da nossa sessão de fotos – realizada no incrível ateliê do artista plástico Carlos Vergara, em Santa Teresa – e inspirada no maravilhoso filme “A Garota Dinamarquesa”. Ideia dela, Letícia Lima. Não sabemos de onde vem tanta energia. Provavelmente do prato caprichado que fez questão de bater antes das fotos – com direito à arroz, feijão, carne e banana e, como se não bastasse, refrigerante para acompanhar.

Letícia é uma mulher real, do tipo que não faz jejum por boa forma nem mesmo antes de uma sessão de fotos. Em certos momentos lembra a funkeira Alisson, sua personagem na novela “A regra do jogo” – seja por conta da paixão pela comida ou até pelo jeito desinibido. “Quando eu era bem pequena, minha mãe já tinha notado que eu me destacava nas atividades artísticas do colégio. Lembro de, aos seis anos, ter subido ao palco sozinha para fazer uma apresentação na escola, Não tinha nenhuma outra criança atuando. Aí a minha mãe me inscreveu em um curso de teatro e eu engatei. Não tive pausa. Sempre me dei bem nas artes, mais no teatro. Eu me envolvia em todas as atividades artísticas na minha cidade (ela nasceu em Três Rios, estado do Rio de Janeiro). Fiz dança, pintura, artesanato… tanto que até hoje amo criar mil e um objetos com madeira” contou.

Chemise branca Leader (R$ 69,90) | Macacão Yasmin Velasquez (preço sob consulta) - Fotos: Robert Schwenck

Chemise branca Leader (R$ 69,90) | Macacão Yasmin Velasquez (preço sob consulta) – Fotos: Robert Schwenck

Com tanto talento, nunca teve dúvidas de que seria artista: “Naquela fase de adolescente, de escolher profissão, não tive dificuldade, porque era o que eu mais tinha aptidão e achava que sabia fazer, já que as pessoas se divertiam comigo. Não teve um estalo. Acho que minha carreira já estava definida desde que eu tinha seis anos”, explicou ela, que chegou a cursar cinema: “Mas não me formei, porque comecei a trabalhar muito. Já tinha entrado no mercado e não dava conta de tudo, mas a faculdade me agregou demais. Me especializei em direção de arte e usei muito, até porque não conseguia, por conta de grana mesmo, viver só de atuação. Eu fazia da cenografia à caracterização. Fiz programas de televisão a cabo nos quais eu era diretora de arte e, várias vezes, também participava como atriz”, lembrou. Um bom exemplo? “Barata flamejante”. “Era uma série sobre super-heróis, então a direção de arte era complicadíssima por conta das roupas, etc. E eu ainda era a mulher do Barata. Essa fase foi punk, mas com a grana que eu juntei, consegui reformar minha cozinha, porque eu queria uma semi-industrial”, contou.

Vestido A. Teen (R$ 989,00) | Pelerine de plumas Martu (R$ 3.300,00) | Scarpin com amarrações Cecconello (R$ 239,90) | Anel ametista Tereza Xavier (preço sob consulta) | Brinco oriente Tereza Xavier (preço sob consulta) - Foto: Robert Schwenck

Vestido A. Teen (R$ 989,00) | Pelerine de plumas Martu (R$ 3.300,00) | Scarpin com amarrações Cecconello (R$ 239,90) | Anel ametista Tereza Xavier (preço sob consulta) | Brinco oriente Tereza Xavier (preço sob consulta) – Foto: Robert Schwenck

Falando em cozinha… foi ela quem rejuntou as paredes da sua. Quando falamos que Letícia é mil e uma utilidades, podem acreditar. “Eu rejuntei tudo, porque achava que os operários não faziam tão bonitinho. Sou muito agitada e perfeccionista. Acho que cozinhar também é arte. Pintar, trabalhar com madeira, tudo isso agrega. Eu amo arquitetura, estudo, conheço e teria cursado, sou tão maluca que sou capaz. Meu closet já é quase todo criado por mim. Comecei por um móvel e foi indo. Agora, aprendi através de um curso na internet a fazer pintura em lacca. Olha eu já desvirtuando todo o assunto”, comentou, aos risos. Do tipo de pessoa que nos faz sentir amigas íntimas, ela garantiu: nas ruas a abordagem é bem assim. “Acho que existe intimidade, porque eu sou um produto da internet. As pessoas encontram comigo achando que podem falar tudo! Primeiro, porque o humor aproxima muito, segundo, porque a internet é meio terra de ninguém, cada um fala e escreve o que quer – tem gente que fala até o que não pode como essas polêmicas que vimos recentemente sobre racismo. Um absurdo. Enfim, os fãs me encontram e gritam: ‘Quer rola?’ por causa do vídeo do ‘Porta dos fundos’. Aí eu: ‘Não, obrigada’. Mas nunca foi ofensivo. Eu tenho personalidade espontânea, então todos se sproximam alegres, rindo, lembrando de algo engraçado que eu fiz. Fico lisonjeada”, declarou.

Vestido Fabiana Milazzo (R$ 8.049,00) | Sandáliao Cecconello (R$ 249,90) | Anel Fane’s (R$ 110,00 cada) | Colar de pérola ( acervo) | Casquete Victoria Grant (preço sob consulta) - Foto: Robert Schwenck

Vestido Fabiana Milazzo (R$ 8.049,00) | Sandália Cecconello (R$ 249,90) | Anel Mires Brandão (R$ 110,00 cada) | Colar de pérola (acervo) | Casquete Victoria Grant (preço sob consulta) – Foto: Robert Schwenck

O canal “Porta dos fundos”, aliás, ocupa lugar todo especial no coração de Letícia. “Eu sinto saudades”, confessou. “Começamos juntos e sem esperança nenhuma. Era uma maneira de mostrar um grupo de atores, roteiristas e diretores com dificuldade de entrar no mercado de trabalho. Então, nós precisávamos de algo para provar que sabíamos fazer arte. Foi despretensioso e o sucesso foi uma surpresa enorme. É uma família, como não sentir saudades? Não consigo nem tratar como trabalho”, contou ela, que até hoje confere as performances dos amigos na web e não quis comentar a recente polêmica política (o grupo fez um vídeo “Delação”, no qual insinua que o PT é perseguido por outros partidos). “Não acho nada sobre isso. Fiquei muda. Mas esse vídeo eu não assisti. Aí também não tem como achar”, disse ela, que tem, sim, seus episódios preferidos: “Amo a trilogia de ‘Minha gostosa’, ‘Ciúmes’ e ‘Pra mim chega’ e também adoro um do comecinho, que pouca gente lembra: o ‘Barata no banheiro’, que filmamos antes do ‘Porta’ ir ao ar. Rodamos seis meses antes de estrear o canal”, entregou.

Blazer Cavalera (R$ 676,00) | Saia A.Teen (R$ 679,00) | Colares de pérola (acervo) | Anéis Tereza Xavier (preço sob consulta) - Foto: Robert Schwenck

Blazer Cavalera (R$ 676,00) | Saia A.Teen (R$ 679,00) | Colares de pérola (acervo) | Anéis Tereza Xavier (preço sob consulta) – Foto: Robert Schwenck

E a ideia inicial de ser uma vitrine deu certo. Foi através dali que João Emanuel Carneiro e Amora Mautner conheceram o trabalho de Letícia e a convidaram para integrar o elenco de “A regra do jogo”. “Eu entrei em coma quando recebi a ligação. Não foi de medo, não, foi de alegria. Acordei para fazer a novela (risos). Quando a Amora ligou, eu achei que era brincadeira de amigos, porque passamos trote e fazemos pegadinhas o tempo todo. Já era um papel muito pronto, que o João Emanuel estava escrevendo há seis meses pensando em mim. Uma personagem para mim, imagina? Fiquei felicíssima, foi incrível, um deleite”, elogiou ela, que não sentiu tanta diferença entre fazer humor na internet e integrar um núcleo cômico de uma novela global. “Eu me considero atriz, não humorista. Então, de repente, o humorista vê muita diferença em transitar de áreas, mas eu sou uma atriz que faz humor. Claro que, no ‘Porta’, eu estava acostumada, porque a gente se conhece há muito tempo, era uma família, uma empresa que fundamos juntos, tinha isso.. Na novela foi tudo novo, questão de rotina de adaptação aos amigos de elenco, dia a dia, mas a atuação não vi grande diferença. E também porque o João Emanuel pediu para eu levar o meu humor. Ele queria aquela referência do que eu fazia, mas em uma personagem dele. Então, não era algo que eu nunca fiz, um gênero diferente. Eu tive a liberdade de fazer uma simbiose do meu trabalho com o dele e fizemos essa mistureba que eu acho que deu certo”, analisou.

Chemise branca Leader (R$ 69,90) | Macacão Yasmin Velasquez (preço sob consulta) | Scarpin Vizzano para Leader (R$ 99,90) | Óculos Chilli Beans (R$ 298,00) | Gravata borboleta Eduardo Guingle (R$ 98,00) | Anel Tereza Xavier (preço sob consulta) - Foto: RobertSchwenck

Chemise branca Leader (R$ 69,90) | Macacão Yasmin Velasquez (preço sob consulta) | Scarpin Vizzano para Leader (R$ 99,90) | Óculos Chilli Beans (R$ 298,00) | Gravata borboleta Eduardo Guingle (R$ 98,00) | Anel Tereza Xavier (preço sob consulta) – Foto: RobertSchwenck

A menina “mais magrela e feia” de Três Rios, de acordo com suas próprias palavras, tornou-se fenômeno, acumula indicações a grandes prêmios e é unanimidade entre espectadores. “Qualquer tipo de reconhecimento é demais para mim. Eu sou uma menina que vim do interior e quando coloquei meu primeiro vídeo na internet pensava que, se chegasse a 300 visualizações, eu teria enchido o teatro de Três Rios. Acordei e tinham 300 mil. Fico muito contente com qualquer passo, porque é uma carreira difícil de se escolher, que dá medo. Sou de família humilde e todos também tinham medo”, confessou ela, que, sempre que pode, arruma tempo na agenda para passear pelas ruas de Três Rios, comer o pão da vizinha de sua mãe e visitar o avô. “Não é longe, duas horinhas. Sou a mesma pessoa, cria de lá. Estou sempre com a minha família e tenho contato com meus professores do colégio e meus amigos. Lá não tem a Letícia estrela, sou a Lelê. Chego e a vizinha faz um pão maravilhoso. Meu avô tem 93 anos e acompanha tudo que é divulgado nas mídias, guarda qualquer foto minha, me conta tudo. Ele é lindo e lúcido”, disse.

Pois como será que a Lelê reage ao ver manchetes sobre sua vida pessoal estampadas em jornais e sites? “Ainda estou aprendendo a lidar com tudo, para ser sincera. Por exemplo: quando é para o meu trabalho, sou exposta e transparente. Tanto que, nas minhas postagens, eu gosto de colocar os bastidores de trabalhos e tudo o mais. Lembro que tinha uma menina que era minha fã da época da Amanda, do ‘Anões em chamas’ (canal que teve antes do ‘Porta dos fundos’). Ela me mandava roupas dela e pedia para eu montar looks, porque ela não sabia. As meninas do colégio implicavam… Eu acho incrível quando levo algo positivo e influencio no sentido de ser do bem, positiva, usar o que te agrada, se inspirar. Essa troca é saudável”, analisou.

Vestido Fabiana Milazzo (R$ 8.049,00) | Sapato Cecconello (R$ 249,90) | Anel Fane’s (R$ 110,00 cada) | Colares de pérola (acervo) | Casquete Victoria Grant (preço sob consulta) - Foto: Robert Schwenck

Vestido Fabiana Milazzo (R$ 8.049,00) | Sapato Cecconello (R$ 249,90) | Anel Mires Brandão (R$ 110,00 cada) | Colares de pérola (acervo) | Casquete Victoria Grant (preço sob consulta) – Foto: Robert Schwenck

Como sucesso da internet e repleta de projetos na televisão, cinema e teatro, Letícia tem gabarito para, melhor do que ninguém, analisar como o humor se encaixa em cada veículo. “O que acontece é que a televisão escolhe falar ou não de certos assuntos. Já na internet, quem publica é o criador do conteúdo, que expõe o que quer. E sofre as consequências disso também, porque sempre tem. Mas não acho que a televisão tenha menos espaço para o humor, não. Hoje a gente vê programas como o ‘Tá no ar’, que é só a TV querer e ela está querendo”, disse ela, que ressaltou: “O ‘Tá no ar’ é um humor novo. ‘Porta’ praticamente trouxe essa liberdade. Acho que também, porque começou na internet. Precisamos fazer muito sucesso e ter muito público para a televisão ver que isso era realmente interessante, legal e bacana e que tem muita aceitação. Eu mesma fui para a TV, porque o autor da novela viu meu trabalho pela internet”, analisou.

Mas Letícia não tem preferências entre os veículos. “Houve uma época, no passado, que a TV não era muito valorizada. Incrível era só ser de teatro e cinema e a televisão era comercial. Mas é claro que é comercial, e que bom. Temos que ter veículos apontando para todos os lados para termos atores trabalhando e podermos diversificar, inclusive”, defendeu ela, que acha a televisão complexa no dia a dia. “A rotina é desgastante, a obra não é fechada do começo ao fim. Então, você sabe mais ou menos como é seu personagem, mas não tem ideia de quem ele é de fato e só vai saber mesmo na hora H. No teatro e cinema, você pega ele inteiro, refaz toda trajetória. Já na televisão, tudo acontece à medida que os capítulos vão sendo entregues. Eu adorei a experiência de integrar o elenco de uma novela, porque sou muito curiosa e estudiosa. Estudo tudo. Se eu cismar vou pesquisar, então, para mim, o desafio foi incrível”, disse.

Vestido A. Teen (R$ 989,00) | Pelerine de plumas Martu (R$ 3.300,00) | Scarpin com amarrações Cecconello (R$ 239,90) | Anel ametista Tereza Xavier (preço sob consulta) | Brinco oriente Tereza Xavier (preço sob consulta) - Foto: Robert Schwenck

Vestido A. Teen (R$ 989,00) | Pelerine de plumas Martu (R$ 3.300,00) | Scarpin com amarrações Cecconello (R$ 239,90) | Anel ametista Tereza Xavier (preço sob consulta) | Brinco oriente Tereza Xavier (preço sob consulta) – Foto: Robert Schwenck

Tanto que ela quer repetir. Mas, cotada, ainda não reservou a agenda para as telinhas. “A novela acabou numa sexta-feira e, no sábado, eu engatei o longa ‘Ninguém entra, ninguém sai’,  que protagonizei. Agora tenho outro que estou começando e já recebi mais uma proposta incrível, mas ainda não posso falar dos detalhes. Posso te contar do que já rodei: chama ‘Ninguém entra, ninguém sai’, tem direção de Hsu Chien Hsin, do ‘Pé na cova’, que é muito talentoso, principalmente na estética. Vide o ‘Pé na cova’. O filme segue essa linha também. É o primeiro longa dele, que é diretor de TV há muito tempo. Recebi o convite para protagonizar, fazer a Suellen, que, apesar de ser uma menina do subúrbio é o oposto do que eu tinha feito na TV. Esse foi também um dos motivos pelo qual aceitei o trabalho. Era desafiador! É uma menina trabalhadora, batalhadora, estudante de direito, que quer ser juíza e que já conseguiu trabalhar em uma empresa de advocacia. E é muito romântica, apaixonada, mas não é boba, é meio piriguete”.

Vestido com miçangas Vivaz para Lutsy (R$ 8.799,00) | Sapato oxford Arezzo (R$ 279,90) | Anéis Tereza Xavier (preço sob consulta) | Brinco citrino Tereza Xavier (preço sob consulta) | Chapéu Yasmin Velasquez ( preço sob consulta) - Fotos: Robert Schwenck

Vestido com miçangas Vivaz para Lutsy (R$ 8.799,00) | Sapato oxford Arezzo (R$ 279,90) | Anéis Tereza Xavier (preço sob consulta) | Brinco citrino Tereza Xavier (preço sob consulta) | Chapéu Yasmin Velasquez ( preço sob consulta) – Fotos: Robert Schwenck

Além dos filmes que vem emendando na sétima arte, Letícia também tem projetos na TV a cabo. “Tenho uma proposta do Multishow. Adoro variar, fazer cada hora um trabalho para um veículo diferente. Já estou com um texto para o teatro. Mas ainda é algo embrionário. E já penso em 2017! Quero internet… sou inquieta!”, disse ela, que sonha em interpretar uma vilã. Se abordamos a internet, vamos voltar a falar de humor… o que tem de verdade na história de que comediante precisa ser feia e do preconceito com a mulher no gênero, Letícia? É lenda? “Eu não peguei esse período. Então, não sinto essa diferença. Também, porque eu me enquadro no grupo de atrizes e faço humor como faço outros gêneros. Mas falando pelo que observo, sinto que já deu uma quebrada nessa besteira de humorista feia. A Miá Mello, minha amiga, é linda, incrível. Marisa Orth é um mulherão”, analisou.

Blazer Cavalera (R$ 676,00) | Sapato Vizzano para Leader (R$ 99,90) | Saia ATeen (R$ 679,00) | Colares de pérola (acervo) | Anéis Tereza Xavier (preço sob consulta) - Foto: Robert Schwenck

Blazer Cavalera (R$ 676,00) | Sapato Vizzano para Leader (R$ 99,90) | Saia ATeen (R$ 679,00) | Colares de pérola (acervo) | Anéis Tereza Xavier (preço sob consulta) – Foto: Robert Schwenck

Talvez porque as comediantes sejam mais desprendidas de vaidade? “Acho que ator, de um modo geral, tem que estar totalmente exposto, disponível. Eu, graças a Deus, não tenho medo do ridículo. Sou tão desencanada que já fui pagar conta no banco de toalha na cabeça. Saí do banho e esqueci. Sabe como percebi? Sabe quando a gente passa pelo vidro do banco e reflete? Ainda pensei ‘que mulher louca, de toalha na cabeça’… virei para ver e vi que era eu. Já tinha ido ao banco assim”, contou, aos risos. A descontração é tanta que a atriz chegou a ser convidada para substituir Monica Iozzi na bancada do ‘Vídeo Show’. “Foi em outubro do ano passado, mas eu estava fazendo a novela. Não sou apresentadora, sou atriz e estar ali de Letícia Lima é diferente. Como a novela estava no auge e talvez estendesse, não fechamos”.

Vestido A. Teen (R$ 989,00) | Pelerine de plumas Martu (R$ 3.300,00) | Scarpin com amarrações Cecconello (R$ 239,90) | Anel ametista Tereza Xavier (preço sob consulta) | Brinco oriente Tereza Xavier (preço sob consulta) - Foto: Robert Schwenck

Vestido A. Teen (R$ 989,00) | Pelerine de plumas Martu (R$ 3.300,00) | Scarpin com amarrações Cecconello (R$ 239,90) | Anel ametista Tereza Xavier (preço sob consulta) | Brinco oriente Tereza Xavier (preço sob consulta) – Foto: Robert Schwenck

Já os fãs que ainda têm esperança em vê-la integrar a equipe do “Porta dos fundos” terão que se contentar, ao menos por agora, em matar a saudade de Letícia em outros meios. “Não sei como voltar para o ‘Porta’. Engatei um trabalho atrás do outro. Então não consigo encaixar. Claro que amaria fazer uma participação, algo pontual”, disse ela, que é só elogios ao canal que a consagrou: “O povo ficou surpreso de ber a menina do ‘Porta’ na TV. Acho que todos puderam matar um pouco as saudades. E quem não conhecia meu trabalho e viu na novela, também passou a procurar pelos vídeos do canal. É bom, porque conquistei públicos distintos. Vou agregando”, concluiu. E se depender de tanto astral, Letícia ainda agregará muita gente pelo caminho.

Créditos:
Foto: Robert Schwenck
Styling: Anderson Vescah
Produção de moda: Herik Birkheuer
Beleza: Everson Rocha

Agradecimentos:
Ateliê Carlos Vergara
Ju Mattoni Comunicação

Onde encontrar:
http://www.leader.com.br/
http://www.cavalera.com.br/
https://www.arezzo.com.br/
https://pt-br.facebook.com/joalheriaterezaxavier/
http://www.martu.com.br/
http://www.cecconello.com.br/

Portfolio slider


http://www.ateen.com.br/
http://www.lutsy.com.br/
http://www.fanes.com.br/colecoes
http://chillibeans.com.br/

Pesquisas relacionadas

, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,