Cinema & TV

Em conversa com HT, Paloma Bernardi fala de cinema, do namoro e constata: “a carreira do ator é muito inconstante, existem altos e baixos”

A atriz, que vai para os cinemas com o filme "Apaixonados", ainda falou sobre o desejo de subir ao altar com o cantor Thiago Martins: "quero casar com tudo que tenho direito"

Publicado em 03/06/2015 | Por Lucas Rezende

2015-06-02 13.27.53

Paloma Bernardi, hoje com 30 anos, mal sabia escrever quando deu start em sua carreira artística. Ainda novinha, com quatro anos, emprestou seu rosto para peças publicitárias e dali não parou mais. Já foram seis novelas, um seriado, oito filmes – entre curtas e longas -, e 19 peças teatrais. Um currículo suficiente para mostrar que, se ela começou por um rostinho bonito, hoje sobrevive pelo talento (aliado ao belo par de olhos verdes). “Nesse meio específico, a beleza chama mesmo a atenção e abre portas. Mas com o decorrer do tempo, fui estudando, lapidando um dom que sentia ter dentro de mim e fui mostrando nos meus trabalhos algo além, mostrando a atriz que sou hoje”, explica ela, que também admite: “talvez o ‘rostinho bonito’ te traga algumas oportunidades, mas não é isso que faz você se manter firme no meio artístico. O diferencial, o carisma, a dedicação, o estudo, a entrega valem muito mais e é isso que busco provar a cada trabalho”.

Trabalhos esses que, ao contrário do que muitos podem pensar, não vêm tão fácil quanto aparentam. Em entrevista ao HT, Paloma contou que já escutou – e continua escutando – muitos “nãos” por aí. O motivo? “A carreira do ator é muito inconstante. Existem altos e baixos e a concorrência é muito grande. Por isso, precisamos manter sempre os pés no chão, estudar sempre e correr atrás do nosso. Já dizia Shakespeare: ‘estar pronto é tudo’”, filosofou. Mas, felizmente, não é essa a situação da atriz, que está no elenco de “Apaixonados”,  longa de Paulo Fontenelle onde será rival da personagem de Roberta Rodrigues. A peleja se dá pelo fato de Soraia (Roberta) sonhar em se tornar rainha de bateria, posto ocupado por Sabine (Paloma). “É uma comédia romântica. Mostra o universo do carnaval carioca e a Sabine está em busca da fama. É uma garota metida, esnobe e extravagante”, contou ela.  O longa tem roteiro de Alessandro Marson, é produzido pela TotalFilmes e ainda não tem data de estreia.

2__t1t9201

E, ao contrário do que saiu na imprensa afora, Paloma não precisou descolorir mechas para a produção. Ela apenas usou o truque do aplique. Mas nada que fosse um problema, caso precisasse. “Acredito que dentro de qualquer profissão a entrega total é fundamental para que o trabalho dê certo. Meu corpo, minha voz, minha mente são instrumentos do meu ofício e eu geralmente mergulho de cabeça, faço o que for necessário para dar vida a uma personagem. Acho que tudo deve ser discutido e analisado antes, e se a proposta é válida, digna para aquele determinado contexto, eu topo. Confio nos profissionais que estão ali comigo e deixo a vaidade, a vergonha e qualquer medo que possa surgir de lado”, disse a atriz, que durante sua ida ao Festival de Cannes, com os grandes nomes da cena artística, sacramentou o que já sabia: “meu maior objetivo profissional é continuar nesse processo de viver da arte dentro da TV, teatro, cinema, onde eu me realizo”.

Nossa conversa com Paloma Bernardi não parou aqui. Continuamos falando do namoro com o ator e cantor Thiago Martins, sonhos e outras cositas más. Vem!

HT: Você vai morar com o Thiago, seu namorado, durante as gravações no Rio, né? Planos para casamento? Quem acha que pensa mais nisso: você ou ele?

PB: Acho que quem pensa mais nisso são vocês da imprensa (gargalha). Estamos tranquilos vivendo um dia após o outro.

HT: Você tem aquele sonho de se casar na igreja, véu, grinalda, e tudo mais?

PB: Com certeza! Quero casar com tudo que tenho direito…igreja pedindo a benção de Deus, véu, grinalda, vestido branco, buquê, festa até de manhã e muita emoção! (ri).

2015-05-18 15.32.21

 

HT: Lembra do teste mais difícil para um trabalho?

PB: Na minha adolescência fiz um teste para uma série que rolava dentro do Carandiru. O teste aconteceu ali mesmo e eu fiquei uma hora dentro de uma daquelas celas. Experimentei uma realidade forte e pesada.

HT: O que Thiago faz que mais te tira do sério?

PB: Como moramos em cidades diferentes, temos o costume de avisar aonde estamos e com quem estamos. Às vezes ele esquece de dizer que chegou bem em casa e eu fico preocupada, penso logo que aconteceu algo grave. Fico maluca!

HT: A personagem que queria ter vivido?

PB: Nossa, vários! Ainda quero viver muitos: a mocinha, a vila, a drogada, a puta, a santa, a paraplégica etc…

HT: O sonho perfeito é aquele…?

PB: …que se sonha junto ! Sonho que se sonha só é só um sonho. Mas sonho que se sonha junto é realidade!

HT: Filme ou novela das nove?

PB: Não consigo escolher. Filme e novela das nove, pode ser?!

HT: Monólogo ou musical?

PB: Monólogo.

HT: Uma coisa que ninguém sabe sobre você?

PB: As pessoas estanham quando digo que gosto de tomar banho no escuro.

Pesquisas relacionadas