Cinema & TV

Do livro de cabeceira e do prato preferido à playlist e série mais viciantes: 10 perguntas para Sarah Oliveira

A apresentadora recebe Jô Soares em seu programa "Calada Noite", no GNT, nesta quarta feira (6/5)

Publicado em 06/05/2015 | Por João Ker

Uma das VJs mais queridas da época de ouro da MTV Brasil, Sarah Oliveira já passou por programas como o “Mais Você” e o “Vídeo Show” da Rede Globo, fez coberturas especiais de réveillon e Carnaval, e agora está no GNT, mais recentemente com o “Calada Noite”. Na produção, a jornalista entrevista grandes personalidades como Ney Matogrosso, Baby do Brasil, Malu Mader, Patrícia Pillar e bate um papo sobre os hábitos e peculiaridades noturnas de cada um.

Ney Matogrosso no “Calada Noite”

Nesta quarta-feira (6/5), às 23h30, Sarah invertes os papeis e entrevista Jô Soares, o apresentador que tem feito companhia a tantas pessoas por tantos anos durante a madrugada. Antes disso, ela, que é pós-graduada em Jornalismo Cultural, bateu um papo com HT e contou tudo o que tem consumido ultimamente: do seu livro de cabeceira às músicas que não saem dos seus fones. Confira abaixo:

 

HT: Qual o último livro que você leu e o que achou?

SO: “Nu de botas”, do Antônio Prata. Me vi e vi meus irmãos em vários ‘causos’ que o Antônio conta. Amo suas crônicas exatamente por causa disso: a gente se identifica.

HT: Quais séries/programas de TV que você mais assiste?

SO: Neste momento, voltei a ser uma “Mad Men” maníaca. Estou alternando a série com “House of Cards”. Comecei a ver a última temporada e parei quando começou a última do “Mad Men”. Sou muito aquariana: caótica. hahaha

HT: Quais as cinco músicas que você não para de ouvir ultimamente?

SO: Não tem como eu não citar as canções que estão na trilha do “Calada Noite”. Fico pesquisando e escolhendo a cada episódio e acabo não as tirando da cabeça. ” There’s a light that never goes out”, do The Smiths; “Alta Noite”, do Arnaldo [Antunes]; “Tonight, Tonight”, do Smashing Pumpkins; “Telúrica”, da Baby [do Brasil]; “Let’s Spend the Night Together”, na versão dos [Rolling] Stones… Todas essas são músicas que estavam em episódios recentes do programa.

Sarah Oliveira está no ar todas as quartas-feiras com o programa "Calada Noite", às 23h30 no GNT (Foto: Bob Wolfenson | Reprodução)

Sarah Oliveira está no ar todas as quartas-feiras com o programa “Calada Noite”, às 23h30 no GNT (Foto: Bob Wolfenson | Reprodução)

HT: Qual seu filme/diretor preferido e por quê?

SO: Eu amo tudo do Pedro Almodóvar, pelo interesse sensível dele no universo feminino, pela sua linguagem moderna e pelas fotografias cheias de vida.

HT: O lugar que você é louca para conhecer e aquele que você mais gostou de visitar? 

SO: Sou louca para conhecer o Japão, não vejo a hora de ir para lá! Tem viagens muito especiais que fiz ao lado do Thiagão [Lopes, administrador de empresas], meu marido há 10 anos e namorado há 15: fomos para Cuba, Egito, Tunísia, Marrocos, Mexico… Enfim, ugares com culturas distintas e fortíssimas. Estas viagens ainda ecoam em mim.

HT: Qual seu prato preferido (pode ser o que você gosta de cozinhar ou o de um restaurante que você recomenda)?

SO: Um nhoque de tapioca, recheado de queijo da canastra e molho verde, da chef Morena Leite, do restaurante “Capim Santo”, em São Paulo.

HT: Qual sua rede social preferida?

SO: Eu sou tuiteira, não adianta. Fico encantada com a conexão rápida e em tempo real que você pode estabelecer com o outro. Acho que todo comunicador gosta do Twitter, não? Amo o Instagram porque amo imagens e agora estou até começando a postar mais por lá. Nesta temporada do “Calada”, postei bastante. Mas sempre fui mais do Twitter. No Facebook eu compartilho as coisas, mas as pessoas de lá ficam meio chatas.

HT: Qual o último videoclipe que chamou a sua atenção e por quê?

SO: O do Felipe Cordeiro q estreou hoje hahahaha Coincidência, acabei de ver! Estreia amanhã no VEVO, na real. Chama-se “É Fogo” e tem um plano-sequência charmoso com a atriz Cristina Lago. Acho o Felipe talentoso, original e bem brasileiro, seus clipes e canções também são assim.

HT: Qual sua ideia de um dia perfeito?

SO: Clichê total: acordar tarde, tomar sol e ficar o dia todo com minha filha Chloe e com meu marido. Ainda bem que faço isso sempre… Thiago trabalha em horário convencional, mas eu não. Então, curto a Chloe em momentos que sei que todas as mães gostariam de curtir e não podem por causa de trabalho. Somos muito grudadas: qualquer coisa que remeta a felicidade, para mim, é com ela.

Pesquisas relacionadas