Teatro & Pensata

Musical “Meu Destino É Ser Star” traz homenagem a Lulu Santos e audição de novos talentos ao vivo

Fernando Campos, sócio da produtora Aventura, responsável pelo espetáculo, explicou que a ideia é retratar os bastidores de uma produção teatral ao som de Lulu Santos: "A plateia não conhece essa parte, mas é uma guerra e a concorrência é enorme”

Publicado em 03/01/2019 | Por Leticia Sabbatini

Um novo formato de musical irá homenagear Lulu Santos e contar um pouco da rotina dos jovens atores e cantores que buscam o sucesso. Com estreia prevista para o dia 19 de janeiro em solo carioca e produção da EmFoco e Aventura, “Meu Destino É Ser Star” pretende misturar realidade e ficção, inserindo audições ao vivo, na frente de todo o público e elenco. O site HT conversou com o sócio da Aventura, Fernando Campos, que explicou todos os detalhes do musical.

Elenco de “Meu Destino é Ser Star”, formado por Gabriel Falcão, Jéssica Ellen, Myra Ruiz, Victor Maia, Helda Nemetik, Carol Botelho, Mateus Ribeiro, Marina Palha e Leonardo Senna e Ana Elisa Schumacher (Foto: Markos Fortes)

Surgindo da ideia de homenagear a obra do grande Lulu Santos, a produção teve dois caminhos possíveis, segundo Fernando. “Nós poderíamos fazer um musical contando a vida e a história do Lulu ou utilizar as músicas dele para retratar a nossa realidade diária. Ficamos com a segunda opção porque ele ainda está aqui, construindo a própria história, não fazia muito sentido fazer uma biografia assim”, explicou. Dessa forma, o espetáculo terá um repertório de 40 músicas do cantor que ilustrarão o dia a dia em busca do sucesso nos palcos. “Existem vários outros artistas talentosos no Brasil, mas as canções do Lulu são as que melhor retratam essa rotina. Falando de pop aqui no país, ele é o rei”, afirmou. E prosseguiu, dando mais detalhes sobre a realidade que o público não vê: “É importante contar essa história vivenciada pelas produtoras, teatros e atores, que é o processo de seleção de talentos. A plateia não conhece essa parte, mas é uma guerra e a concorrência é enorme”.

Depois, com o amadurecimento da ideia inicial, foi acrescentado ao musical algo inédito: audições de uma seleção ao vivo. Em cada apresentação, um novo ator participará dessa audição, estando vulnerável à reação do público e exposto ao experiente elenco do espetáculo, aumentando ainda mais a pressão e a responsabilidade. “Nós já temos esse musical que conta o que fazemos por meio da ficção. Por que não, através dessa linguagem selecionar um novo talento em um momento real? Teremos então essa cena ficcional da audição e, nessa janela, entra a pessoa previamente selecionada para cantar uma música X ou Y. Eu acredito que é uma forma muito interessante e criativa de atrair o interesse do público”, informou. Depois da temporada de apresentações, serão selecionados cerca de 40 participantes que disputarão as próximas fases, devidamente repassadas ao público pela Internet. O grande vencedor assinará um contrato com a Aventura para participar do próximo musical, que ainda não pode ter sua chamada divulgada.

O espetáculo fará uma homenagem a obra de Lulu Santos, utilizando 40 músicas do cantor como repertório (Foto: Reprodução)

De acordo com Fernando, dentre as exigências do regulamento, há uma crucial que condiz com os valores da produtora: “Os participantes não podem ter participado de nenhum outro musical profissional. Queremos novos rostos e novos talentos, precisamos dar novas oportunidades. Esse é o nosso DNA”. Ciente da participação que a Aventura tem no mercado do teatro Musical, ele afirmou que essa exigência dá continuidade ao trabalho da empresa na descoberta de novos grandes atores: “Nós estamos há 10 anos nesse ramo e quando eu olho para o passado, vejo um retrato completamente diferente. Se tirássemos uma foto dessa indústria de musicais do Brasil há 10 anos, os atores eram os mesmos e os diretores também. Com a nossa entrada, começamos a criar um mercado que não existia e outras produtoras surgiram, surfaram nessa onda e o mercado de musicais foi estabelecido”. Dessa forma, os atores multifacetados, que além de atuar, cantam e dançam, começaram a ser mais valorizados, chegando um pouco mais perto da produção exterior ao Brasil. “Nós descobrimos e formamos muitos dos grandes atores que todos veem estampados na Rede Globo. Eles só estão lá porque ganharam reconhecimento através dos nossos musicais”, revelou ele.

No palco, nomes como Helga Nemetik (“Chaplin, O Musical”), Ana Elisa Schumacher (“Chacrinha, O Musical”), Gabriel Falcão (“Les Miserables”) e Myra Ruiz (“Wicked”) terão a responsabilidade de contar essa história similar às suas histórias pessoais. E além da mistura entre realidade e ficção por meio das audições, esses atores darão aos personagens os seus respectivos nomes. A ideia surgiu da tentativa de trazer mais um toque de veracidade à história contada. “O elenco é muito forte e são pessoas que passaram em suas vidas por esse processo que iremos contar. Por que criar um nome diferente para o Mateus [Ribeiro], se na verdade ele vai interpretar um processo vivenciado por ele?”, reforçou. Para fechar o pacote de novidades que “Meu Destino É Ser Star” promete trazer à indústria teatral, o também ator Diego Montez (“Noviça Rebelde”) fará uma participação especial nos bastidores do espetáculo, interagindo nas redes sociais e mídias digitais, transitando e costurando o conteúdo do espetáculo online. “Para quem não conhece o trabalho desses atores e do Lulu, é uma ótima oportunidade de conhecer. E para quem já está por dentro e é fã de algum deles, será um deleite repleto de coisas novas”, finalizou.

A atriz Jéssica Ellen vai estrear na indústria dos musicais com “Meu Destino é Ser Star” Foto: Markos Fortes)

Para se inscrever, basta o candidato enviar um e-mail, com o currículo, informando ainda nome completo, nome artístico, telefones, endereço, bairro, município, estado, data de nascimento, idade, gênero, RG, CPF, línguas estrangeiras que tenha fluência, números da camisa e do calçado, peso, altura, manequim, se pertence a alguma agência, contando ainda, em cerca de três linhas, sobre a sua relação com o teatro musical e um vídeo cantando alguma música do Lulu Santos. Para participar da seleção, a princípio, é preciso encaminhar o material, até o dia 7 de janeiro, para sejaumstar@aventuraentretenimento.com.br

Serviço:

Teatro Riachuelo Rio

Temporada: 19 de janeiro de 2019 a 24 de fevereiro de 2019

Preços promocionais: Na semana de estreia do espetáculo – 19 e 20 de janeiro-  o valor do ingresso terá um desconto de 50%

Horários: Sexta-feira – 20h / Sábado – 20h / Domingo – 18h

Preços: Sexta-feira: Plateia VIP – R$ 110,00 – Inteira / R$55,00 – meia-entrada

Plateia – R$ 90,00 – Inteira / R$ 25,00 – meia-entrada

Balcão Nobre – R$ 70,00 – Inteira / R$ 35,00 – meia-entrada

Balcão – R$ 40,00 – Inteira / R$ 20,00 – meia-entrada

Sábado: Plateia VIP – R$ 150,00 – Inteira / R$ 75,00 – meia-entrada

Plateia – R$ 130,00 – Inteira / R$R$ 65,00 – meia-entrada

Balcão Nobre – R$ 110,00 – Inteira / R$55 – meia-entrada

Balcão – R$ 50,00 – Inteira / R$ 25, 00 – meia-entrada

Domingo:Plateia VIP – R$ 140,00 – Inteira / R$ 70,00 – meia-entrada

Plateia – R$ 120,00 – Inteira / R$ 60,00 – meia-entrada

Balcão Nobre – R$ 90,00 – Inteira / R$ 45,00 – meia-entrada

Balcão – R$ 50,00 – Inteira / R$ 25,00 – meia-entrada

Local: Rua do Passeio, 38 – Centro

Funcionamento da bilheteria: Terças e quartas das 12h às 20h, de quinta a domingo das 12h até 1 hora após o início do espetáculo.

Capacidade: 1.000 pessoas

Venda de ingressos: Bilheterias do teatro, internet (www.ingressorapido.com.br ), aplicativo e loja Riachuelo Ipanema.

Atendimento via telefone: Terça a sábado de 13h às 20h – (21) 3554-2934 / 2533-8799

Classificação indicativa: Livre

Pesquisas relacionadas