Moda & Beleza

Para um público estimado em 100 mil pessoas, cerca de 50 grifes têm a oportunidade de esgotar seus estoques no Pop Fashion Bazar, no Rio

O encontro, promovido pela Escala Eventos, ocorre entre os dias 23 de agosto de 10 de setembro no shopping Conviva, na Barra da Tijuca. Por lá, os descontos médios serão entre 50 e 70%. “A expectativa é que tudo que seja colocado à venda acabe. Nós calculamos uma média de que cada marca venda entre cinco mil e oito mil peças”, disse o CEO da empresa promotora, Jerônimo Vargas

Publicado em 08/08/2017 | Por Julia Pimentel

Pop Fashion Bazar irá reuniu cerca de 50 grandes marcas (Foto: Divulgação)

O que já era bom só está ficando melhor. Por aqui, já adiantamos que durante 19 dias, o Rio de Janeiro será a capital da oportunidade fashion. Para quem não anotou na agenda, o HT relembra: de 23 de agosto a 10 de setembro, a urbe sediará o Pop Fashion Bazar, encontro promovido pela Escala Eventos que tem como principal objetivo reunir as grandes marcas da moda nacional com descontos médios de 70%. No evento, que ocorrerá no shopping Conviva, na Barra da Tijuca, a ideia é atender a duas propostas: de um lado, as marcas terão a oportunidade de vender produtos estocados e obter receita naquilo que está parado e, de outro, o público terá a chance de comprar peças de lojas super badaladas e com extrema qualidade por valores bem abaixo do mercado.

Leia também: Pop Fashion Bazar: evento outlet de marcas brasileiras estimula a moda consciente 

Se de um lado a expectativa é receber 100 mil pessoas em 19 dias de evento, do outro, as marcas também correm para garantir seus espaços neste super encontro da moda com a oportunidade. No primeiro momento, já havíamos divulgado algumas das grifes confirmadas no Pop Fashion Bazar deste ano. Mas, agora, além de Afghan, Wollner, Limits e AD, que já estavam garantidas, dezenas de outras também estarão no evento. São elas: CCM, Maria Filó, Via Mia, Ellus, Salinas, Richard’s, Bobstore, Herchcovitch, Farm, Foxton, Reserva, Eva, Armadillo entre outras. Em comum, além do reconhecimento do mercado da moda, todas terão os descontos imbatíveis como destaque. “No Pop Fashion, nós temos as melhores marcas com os melhores preços. Como é um evento off, a gente procura as lojas mais significativas do mercado, mas que tenham preços convidativos para o nosso público”, disse Adolfo Jorge, curador do evento há 15 anos.

No total, cerca de 50 marcas terão a oportunidade de esgotar seu estoque em um evento que, além de tradicional e referência no calendário da moda carioca, também oferece uma super estrutura para garantir o sucesso da experiência. E, aliás, os números impressionam. De acordo com Jerônimo Vargas, CEO da Escala Eventos, empresa promotora do bazar, a expectativa é que cada grife participante do Pop Fashion esgote tudo o que levar nos 19 dias de venda. “A expectativa é que tudo que seja colocado à venda acabe. Nós calculamos uma média de que cada marca venda entre cinco mil e oito mil peças”, disse o empresário.

Como condição para esta super oportunidade de negócio, Jerônimo destacou que o preço atrativo é a principal necessidade. “A marca pode escolher vender a coleção passada, retrasada ou até fazer lançamentos no bazar. O mais importante, que é o que a gente monitora o tempo inteiro, é o desconto. No mínimo, as marcas precisam oferecer entre 50 e 70% do valor que está na loja para participar do evento. Porém, se a loja do shopping já está em liquidação oferecendo promoções em cima do preço original, a marca precisa pôr ainda mais desconto para vender no Pop Fashion. Ou seja, no bazar, ele vai vender com o menor preço que ele pode praticar no mercado”, explicou o CEO que completou. “É a chance dessas grifes conseguirem vender de uma maneira mais vantajosa do que se fosse em sites multimarcas, por exemplo, que cobram taxas muito altas para vender essas coleções anteriores. Ou seja, é um ponto off mais justo e que pode imprimir toda a identidade da loja”, destacou.

Aliás, este é outro ponto super interessante do Pop Fashion Bazar. Sem o conceito de feirinha ou de um evento simples, o encontro promovido pela Escala Eventos tem a preocupação de manter a identidade de cada grife em um espaço comum. Por lá, tudo o que encontramos nas lojas próprias das marcas também estarão presentes. Até porque, com uma empresa tradicional do Rio comandando todos os bastidores, as grifes participantes só se preocupam com os produtos e a identidade visual. “As empresas têm bem menos preocupação do que se fosse um evento próprio de outlet, como algumas fazem. No nosso caso, já existe uma produtora responsável pela estrutura, divulgação e montagem. Então, cada marca só chega ao espaço para imprimir sua identidade e rechear as lojas com os produtos que serão vendidos. De resto, nós fazemos tudo”, disse Jerônimo Vargas, responsável pelo Pop Fashion Bazar.

Pesquisas relacionadas