Moda & Beleza

Levi’s®encerra em São Paulo maratona de shows e debates sociais com apresentação de Karol Conka com o saldo positivo e casa cheia todos os dias

“Esperávamos receber 170 pessoas, mas passamos de 200 em todas as noites. Tinham mais de 1.000 convidados assistindo ao show da Karol. Foi surreal! Demos visibilidade para causas que precisam ser discutidas e isto é o nosso grande diferencial e legado como empresa. Estamos falando de um movimento atemporal que vai continuar”, comentou Marina Kadooka, gerente de marketing da Levi’s®. A celebração chegará ao Rio de Janeiro na quinta-feira, dia 24, no Instituto Europeo di Design

Publicado em 21/05/2018 | Por Ana Clara Xavier

O projeto Geração 501® encerrou, neste domingo, a temporada de shows e debates relevantes em São Paulo. Nos últimos dois finais de semana, a Levi’s® abriu as portas da Casa de Francisca para recepcionar fãs, amantes da música independente brasileira e celebridades. Esta maratona de festa foi uma forma que a grife encontrou de celebrar os 145 do jeans mais icônico do mundo, o Levi’s 501®, que deu início a tudo. Ontem, inclusive, foi a data oficial do lançamento desta peça e, por isso, uma galera de peso do ramo musical foi selecionada para tocar, como Filipe Catto, Fióti, Rico Dalassam e Karol Conka. “Esperávamos receber 170 pessoas, mas passamos de 200 em todas as noites. Competimos com outro evento cultural na cidade que tinha atrações bem fortes, mas conseguimos trazer um público muito interessante devido todo o conceito da marca. Além disso, cada noite fechamos com um artista que defendia alguma causa social importante e o resultado foi impressionante. Tinham mais de 1.000 convidados assistindo ao show da Karol. Foi surreal!”, comentou Marina Kadooka, gerente de marketing da Levi’s®. “Demos visibilidade para causas que precisam ser discutidas e isto é o nosso grande diferencial e legado como empresa. Estamos falando de um movimento atemporal que vamos continuar”. A celebração chegará ao Rio de Janeiro na quinta-feira, dia 24, no Instituto Europeo di Design.

Leia também: O icônico e irreverente jeans Levi’s 501® completa 145 anos de inovação no mundo e como comemoração aposta no cenário independente da música nacional e no debate de causas relevantes

Este slideshow necessita de JavaScript.

O Geração 501® fomentou o cenário independente mesclando personalidades conhecidas com artistas novos. “Achei muito bacana o posicionamento da grife, porque movimenta a cena nacional. Isto não acontece na nossa rotina. Neste ramo, sempre tentamos tirar do nosso bolso renda necessária para proporcionar uma troca cultural, mas temos muita dificuldade de conseguir patrocínio. Esta visibilidade foi muito importante por nos estimular a continuar investindo na música”, comemorou Helen Nzinga. A cantora é um dos novos rostos que estão surgindo e foi uma das escolhidas para tocar neste projeto. “Foi incrível participar, afinal é uma marca com reconhecimento mundial. Me senti muito lisonjeada. Ainda foi incrível para a minha carreira. Acho que muitas portas vão se abrir a partir deste convite”, completou. Ela também irá tocar no evento do Rio de Janeiro.

Leia também: Levi’s dá o start no projeto Geração 501® do icônico jeans e atrai famosos para show de independentes e linn da quebrada

Este slideshow necessita de JavaScript.

Leia também: Alerta São Paulo: Levi’s inaugura nova loja no shopping Anália Franco e já apresenta novidades e destaques para eles e para elas

Na última sexta-feira, o grupo Cigana, que lançou recentemente a música Natureza, foi o primeiro a subir ao palco do Original’s Studio. Na sequência, o palco ficou aberto para um bate-papo sobre consumo sustentável e o uso dos espaços públicos. A conversa foi mediada pelo jornalista Álvaro Pereira Júnior e teve participação integral da platéia que soltou o verbo para discutir estas causas sociais. Cada um teve a oportunidade de expor suas vivências e opiniões sobre o tema devido a abertura do microfone. “Nós conseguimos abordar causas latentes que queríamos incentivar a discussão. Acho que o Palco Aberto foi um dos pontos altos do projeto. Realmente tivemos a participação dos convidados que trouxeram poesia, questões e muitos outros conteúdos que agregaram. Fui um momento muito rico da noite”, explicou Marina. Logo depois, foi a vez de Abstrato + Lado B, dono de sucessos como Indecente e Rising. A atração mais esperada da noite foi Francisco, El Hombre que encerrou o dia com temas como La Pachanga, Minha Casa e Calor da Rua.

Leia também: Após ser construída por skatistas voluntários e com uso de material reciclado, skatepark do projeto  DIY – Do It Yourself da Levi’s vira documentário

Este domingo estava recheado de atrações. Os shows começaram às 11h da manhã e só terminaram às 18h. O 501 Day foi celebrado ao som de Felipe Cordeiro, Filipe Catto, Danna Lisboa, Rico Dalassam e Fióti, que convidou Drik Barbosa. A última apresentação da noite foi da rainha da música independente e dona de um som empoderado, Karol Conká. Além destes artistas, a maratona foi completada com a sonoridade do DJ Luis Franco.

Pesquisas relacionadas