Moda & Beleza

Evocando a profusão cultural e o badalo noturno do Soho londrino, Fred Perry reúne star system masculino da Globo no Fashion Mall

Rapazes de "Império" como Paulinho Vilhena, Joaquim Lopes e Paulo Rocha, além de outros galãs do horário nobre como Kayky Brito, Juliano Cazarré e Thiago Martins, foram conferir o lançamento da nova coleção

Publicado em 10/12/2014 | Por Alexandre Schnabl

*Por João Ker

Um agito fortíssimo e recheado de celebridades do dream team da TV tomou conta da filial carioca da Fred Perry, nesta noite de terça-feira (9/12), no Fashion Mall. O número de rapazes carregando a fama de galã global era poderoso, todos oriundos da lista power de contatos da RP Carol Sampaio. Bonitões como Juliano Cazarré, Kayky Brito, Marco Antônio Gimenez, Thiago Martins, Marco Antonio Gimenez, Paulo Rocha, Joaquim Lopes  e Paulinho Vilhena passaram por São Conrado a fim de conferir o lançamento da nova coleção da marca britânica e, claro, aproveitar o badalo com direito à setlist sempre on point do DJ Memê.

Batizada SOHO NEON, a linha de roupas foi lançada em primeira mão na capital fluminense e traz nos detalhes todas as luzes que encantam os jovens habituês da região mais movimentada culturalmente na noite londrina. Pelas camisas, as golas e mangas geralmente trabalhadas no pretinho básico ganham um ar mais esportivo através de toques de verde, azul, rosa e laranja que, alinhados aos botões transparentes, imprimem um ar de casualidade chique às peças, perfeitas para o clima do Rio. Afinal, se tem uma coisa que carioca entende bem é mistura de tribos, assim como neste famoso bairro da capital inglesa, conhecido por abrigar toda sorte de tribos em um panorama humano que sempre faz o deleite dos estudiosos da antropologia urbana. Bolsas, sapatos e carteiras também chegam com essa repaginada mais cool, afirmando a verve casual chic da coleção e reinventando a clássica Fred Perry Shirt, imortalizada pelo tenista que deu origem ao nome da grife.

E não foi por acaso buscar influências para a nova coleção nas luzes do SoHo, berço do rock ‘n’ roll britânico, da estética mod e dessa verve cosmopolita-transgressora da cidade. Reconhecida por sua coroa envolta em louros de ouro, a marca já se fazia presente naquele pedaço desde o início dos anos 1950, quando a sua camisa polo se tornou sucesso absoluto da noite para o dia e passou a frequentar o guardarroupa de uma turma grande de personalidades. Mais tarde, a brand começou a atender às culturas underground que foram surgindo uma após outra, e é curioso ver que ela consegue penetrar universos tão distintos quanto o dos rebeldes skinheads quanto o de descontraídos ouvintes de jazz, se firmando com autenticidade através dos anos e se revelando como suprassumo do espírito cosmopolita.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Portanto, a grife, célebre por ter ajudado a apimentar a febre de camisas pólo em meados dos anos 1950, continua mantendo aquela imagem perfeita para os garotões de todas as idades e qualquer que seja a urbe.

Com detalhes minimalistas e sapatos sociais imperando por todas as coleções, os itens são discretos o suficiente para manterem aquele ar comportado, mas, a exemplo da linha SOHO NEON, trazem toques pop que os tornam grandes representantes do british style, no qual tradição e transgressão são duas faces de uma mesma moeda. E que fique bem claro: aqui elegância não pode ser confundida com formalidade, até porque não se pode esquecer de que até irreverente Amy Winehouse já assinou uma coleção-cápsula para a marca – assim como Raf Simons, comandante da Dior – e formalidade, no caso, é o substantivo que menos se associa a qualquer um desses dois personagens. Além disso, grandes nomes do rock, como os artistas do Oasis e do The Specials também já receberam o apoio da marca, que escolhe a dedo seus representantes.

O climão de pista de dança impera entre os usuários europeus da Fred Perry, por aqui a coisa não é diferente, já que a descontração no badalo capitaneado por Maurício Saade foi genuína, graças à ausência de fãs assediando essa cobiçada turma de medalhões da Rede Globo, sublinhada pela sempre eficiente combinação de boa música boa com borbulhas de Veuve Clicquot e doses de Belvedere. Até porque ninguém é de ferro nesse calor carioca. Maurício, representante da marca aqui no Brasil, teve motivos de sobra para estampar seu sorriso pela loja transformada em salão. Se grande parte daquele time estelar se faz presente diariamente na casa de todos os brasileiros através de “Império” e outras atrações do horário nobre, por outro lado prestigiar em massa o lançamento de alguma coleção não é algo que eles costumam fazer com frequência e, muito menos ainda, em um clima tão a la vonté como o de ontem. E olha que a loja está há menos de seis meses no Rio!

Com seu olhar arguto, HT revela abaixo um pout-pourri de cabeças estreladas que deram o ar de sua graça no agito. Confira!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Pesquisas relacionadas