Moda & Beleza

Enjoy #7: Regina Guerreiro ataca a gula e vai da Dolce Vita de Fellini às comilanças de Hitchcock

Em "Comidinhas e Comidonas", a jornalista fala sobre a porção fast da comida e a extravagância de clássicos diretores de cinema

Publicado em 13/11/2014 | Por Alexandre Schnabl

*Por João Ker

Regina Guerreiro fez uma de suas raras aparições durante a São Paulo Fashion Week, como HT contou aqui. Muita atenção aos looks desfilados e muita passarela depois, significa que é hora de voltar ao trabalho. No caso da ex-editora da Vogue Brasil, isso se traduz em mais um capítulo da “Enjoy!”, websérie que ela e Alberto Hiar têm divulgado semanalmente através do canal da Cavalera. E, no sétimo episódio, batizado “Comidinhas e Comidonas”, a jornalista fala sobre o pecado capital da gula.

“Comer agora tem que ser fast. Mais fast, queridinha. E vê se não complica, tá?”, comenta Regina, direto do seu apartamento luxuoso em São Paulo. Mas não pense que o único tópico a aparecer aqui é a fast food. Atenta a tudo, ela também percebe que hoje há uma certa proliferação de programas culinários na TV, que parecem exaltar uma nova tendência onde tudo mundo quer ter seu momento Jamie Oliver. O tema parece familiar? Bem, é porque HT também já comentou sobre isso, em matéria que você  lê aqui.

Tratando-se de Regina Guerreiro é impossível imaginar que a jornalista não acabaria fazendo um link do tema da conversa para a moda. Antes de chegar nos vestidos comestíveis, ela dá uma voltinha pelo cinema clássico e relembra a gula e comilança de diretores como Federico Fellini e Alfred Hitchcock, sobrando até para Anita Ekberg, que a jornalista diz parecer um “pedaço de pão fresco mergulhado em um copo de leite”, no clássico “La Dolce Vita” (1960). Ficou curioso para saber o que mais ela relaciona nesse papo saboroso? Play aqui embaixo!

 

Pesquisas relacionadas