Moda & Beleza

Em cada edição, Minas Trend custa de cerca de R$ 10 milhões para cinco dias de evento e gera quase o triplo do montante na economia do estado

Desta vez, a semana que comemora o ano.dez do evento reúne 212 marcas no Salão de Negócios mais de 100 jornalistas de todo o Brasil, compradores de todos os estados e 22 empresários internacionais. "A gente nota pelas conversas com os empresários que a crise está ficando no passado", disse Olavo Machado Junior, presidente da FIEMG, federação promotora do Minas Trend

Publicado em 04/10/2017 | Por Julia Pimentel

Uma década, centenas de grifes, milhões investidos e um propósito: fazer a moda de Minas Gerais ganhar o Brasil e o mundo. É assim que o Minas Trend escreve sua história e a cada edição reforça o conceito com parceiros fundamentais para que esta simbiose de tendências e negócios continue a mil por hora. Nesta 21ª edição, que segue comemorando o ano.dez do evento, o incentivo para o crescimento da fashion week mineira não foi diferente. Promovido pela Federação das Indústrias de Minas Gerais (FIEMG) e com apoio da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig), o Minas Trend é uma máquina de investimento e incentivos.

Leia também: Até sexta-feira, os negócios e as tendências do Inverno 2018 se encontram na 21ª edição do Minas Trend que comemora a década de sucesso do evento no ano.dez

Para que 212 marcas ocupem o Salão de Negócios, dezenas de jornalistas e influenciadores se reúnam em Belo Horizonte por cinco dias e ainda 22 compradores internacionais escolham as marcas mineiras para conhecer e investir, um montante de quase R$ 10 milhões de reais é necessário a cada edição do evento. O valor, divulgado hoje em coletiva que apresentou as novidades e os desafios da fashion week mineira à imprensa, no entanto, tem um retorno ainda maior para o estado.

Leia também: Day1: com desfile marcado pela religiosidade e diversidade do estado, Minas Trend inicia edição ano,dez com homenagem a Minas Gerais

Coletiva de imprensa da 21ª edição do Minas Trend com o presidente da FIEMG, Olavo Machado Junior (direita), e o diretor-presidente da Codemig, Marco Antônio Castello Branco (Foto: Henrique Fonseca)

Coletiva de imprensa da 21ª edição do Minas Trend com o presidente da FIEMG, Olavo Machado Junior (direita), e o diretor-presidente da Codemig, Marco Antônio Castello Branco (Foto: Henrique Fonseca)

De acordo com o diretor-presidente da Codemig, Marco Antônio Castello Branco, o Minas Trend gera um impacto de até R$ 30 milhões para Minas Gerais em áreas como hotelaria e gastronomia. “Este é um segmento que mais gera empregos. E a economia funciona pelo consumidor. Em um país que tem essa quantidade de desempregados como vemos hoje no Brasil, toda vez que apoiamos um evento deste setor, significa que estamos criando oportunidades, empregos e abrindo o mercado para o giro”, comentou o presidente da FIEMG, Olavo Machado Junior.

E, de fato, o Minas Trend é um impulsionador de empregos e engrenagem para a roda da economia mineira e brasileira. Por aqui, as dezenas de empresas que participam do Salão de Negócios enxergam nos quatro dias de evento a oportunidade de alavancar as transações. Segundo Marco Antônio, diretor-presidente da Codemig, as duas edições anuais do Minas Trend representam entre 60 e 70% das vendas esperadas para o ano todo. Entre marcas veteranas e novatas, que nesta edição são 20 grifes estreantes no Salão de Negócios, etiquetas buscam o seu espaço no mercado nacional e internacional. “De uma maneira geral, o foco do governo é dinamizar a interiorização das iniciativas de desenvolvimento e o Minas Trend nos permite isso. Entre as ações, temos um concurso que permite que marcas que não tenham capacidade para ter um estande próprio consiga isso com o mérito de suas criações”, disse o diretor-presidente da Codemig sobre o Ready to Go, evento que visa ser uma plataforma impulsionadora de novos talentos.

Coletiva de imprensa da 21ª edição do Minas Trend com o presidente da FIEMG, Olavo Machado Junior (direita), e o diretor-presidente da Codemig, Marco Antônio Castello Branco (Foto: Henrique Fonseca)

Neste sentido, como apontamos, os empresários mineiros têm a chance de terem seus produtos vistos por compradores de todo o Brasil e de diversos países do mundo. Nesta edição, por exemplo, são 22 compradores internacionais que estão em Belo Horizonte para conhecer e investir nas coleções da grifes mineiras. Além de representantes de todos os estados do Brasil, também circulam pelo Salão de Negócios empresários da Austrália, Estados Unidos, Argentina, Panamá, Colômbia, Alemanha, Espanha, Grécia e Peru. “Este é um fato muito importante para os negócios a longo prazo, uma vez que a exportação é uma grande oportunidade para as marcas se inserirem em novos mercados e terem riquezas baseadas em moeda forte”, comentou o diretor-presidente da Codemig que foi completado pelo presidente da FIEMG, Olavo Machado. “Nós vivemos em um mundo globalizado. Por isso, a primeira grande preocupação de todo empresário deve ter é com a concorrência externa. Hoje, o mercado internacional é uma realidade e todos sabemos que o comércio nacional está aberto”, acrescentou.

Assim, com esta reunião de sotaques e idiomas no Salão de Negócios do Minas Trend, o evento traduz um movimento que, de acordo com o presidente da FIEMG, vem ganhando cada vez mais força: o afastamento da crise financeira. Para Olavo Machado Junior, hoje vivemos tempos de mais esperança e otimismo na economia nacional. E, assim, mais negócios na fashion week mineira. “A gente nota pelas conversas com os empresários que a crise está ficando no passado e está na cabeça de cada um de nós fazermos um mercado melhor com novas oportunidades e, principalmente, gerar empregos. Com isso, transformamos pessoas em consumidores e temos um avanço na moda como em toda a cadeia produtiva”, apontou.

Por isso, o Minas Trend não pode parar. Há algumas edições com a união de forças da FIEMG e da Codemig nos bastidores da fashion week, este é um evento que, de fato, já entrou para o calendário da moda e dos negócios no Brasil. Com importância reconhecida por todos os lados, dos produtores aos executivos de moda, o Minas Trend é a oportunidade de lançar tendências e propósitos para um público interessado na capital de Minas Gerais. “Esse evento para nós é um divisor de águas importantíssimo para o crescimento do setor”, comentou o presidente do Sindicato do Vestuário (Sindivest) de Minas Gerais, Luciano Araújo. Avante!

 

Pesquisas relacionadas