Moda & Beleza

Do YouTube para a TV Globo, Luane Dias decreta: “Esquenta é um programa não só de pobres, e sim de todos”

Cria da web, a comentarista de Regina Casé agora lançou um blog. Em conversa com HT, Luane Dias, naquele seu estilo peculiar, deu a dica de moda: "dentro do bom senso vale tudo"

Publicado em 25/05/2015 | Por Lucas Rezende

Se conselho fosse bom, não se dava, vendia. Mas não no caso de Luane Dias, que desatinava a colocar ordem na bagunça das redes sociais com suas observações de comportamento por meio de vídeos no YouTube. “Como você vai arrumar um namorado assim? Aí todo mundo reclama: ‘tô solteira mas tô feliz’. Caô [mentira], sabe que não tá. Terminou? Suave. Cada um vai pra sua casa, rasgas as fotos, chora. Não fica colocando no Facebook. Essa !@#$% virou diário?”.

luane_dias

(Foto: George Sami/TV Globo)

Dentre várias gravações, Luane já deu alerta até sobre excesso de creme no cabelo. “Eu gosto de dar uns toques para melhorar a vida de todo mundo. Acho que essas meninas, antes de ir para o baile, tomam banho de cachoeira, e não se enxugam. Aí elas querem dançar, jogar o cabelo, e pinga em tudo. Sou obrigada? O creme já escorre para a cara, já mistura com lápis de olho. Não sei quem é pior: você ou quem anda contigo”, ironizou. Ah, e sobrou também para a turma do mau hálito. “As pessoas que tão com bafo querem falar rente da nossa cara. Eu ofereço a bala para a pessoa que tá com bafo, e a pessoa não aceita. Ninguém é obrigado a conviver no social com a pessoa que tem bafo. A pessoa abre a boca, já derrete seus cílios”, disse.

As tiradas de Luane Dias começaram a quebrar a internet e chamaram atenção do “Esquenta”, capitaneado por Regina Casé nos domingos da TV Globo. Certa vez, quando a atração trataria de virais, Luane foi chamada e daquele palco multicolorido nunca mais saiu se juntando ao time formado por Arlindo Cruz, Mumuzinho, Leandro  Sapucahy, e cia. Em conversa com HT, o fenômeno da web e agora comentarista global explica como tudo isso começou. “Eu postei [os vídeos] porque na época as minhas amigas achavam engraçado e pediram que eu fizesse para ser uma brincadeira nossa. Não tinha objetivo em ser famosa”, contou. Segundo Luane, os milhares de acessos não chegaram tão rápido assim. “Percebi [que bombou] no ano seguinte da postagem , quando começaram do nada compartilhar e em uma semana eu tive 1 milhão de acessos. Aí os jornais começaram a me procurar e eu fui tendo noção das coisas”.

Luane junto de Regina Casé (Foto: Divulgação)

Agora o crachá da Vênus Platinada no pescoço, Luane garante que a realidade é bem diferente da época de youtuber. “Tudo mudou, e não foi só financeiramente. O emocional conta muito mais”, considera ela, que diz que passou a poder ajudar mais as pessoas próximas. Sobre as críticas de que o “Esquenta” é um “programa de favelado”, Luane não titubeia: “é um programa não só de pobres , e sim de todos”. Mas quando o assunto são as brincadeiras sobre um affair entre ela e o pagodeiro Mumuzinho – que, bom citar, tem namorada! -, ela se estende para explicar. “Acho que não tem boato. As pessoas decidiram concluir isso devido ao tratamento que ele tem por mim no programa – o que não passa de brincadeira. Ele é um parceiro pra mim”.

E já que Luane ficou conhecida por seus conselhos, HT aproveitou o papo para pedir umas indicações. Como, por exemplo, qual pior tipo de mulher que existe? “A que não se valoriza”. Ok, e por parte dos homens? Qual maior defeito deles? “Serem todos iguais e só mudar o endereço”, rebateu. De poucas palavras – bem aos moldes da imagem que vende na TV – Luane ainda disse que sente “vergonha alheia de quem não tem personalidade” e preferiu se abster de um conselho de look do dia. “Acho que não tem erro e acerto. Você tem que se vestir para o seu prazer e não seguir padrões onde inventaram não sei aonde o que é bonito ou feio. Acho que dentro do bom senso vale tudo”, disse.

Há menos de um mês, Luane, cria da web, resolveu voltar a apostar no território lançando um blog que leva seu nome, onde fala de tudo e todos. Segundo ela, o lado blogueira não nasce da modinha que infestou a rede. “Eu sempre fui [blogueira] porque dava dicas nas minhas redes. Só formalizei. Não sei se é moda, mas acho que [um blog] bem administrado é uma boa fonte de grana”, avaliou. Para quem ficou curioso, Luane dá o chamariz:  “Meu blog é mais popular , dentro da realidade de todos. Não falo só de moda, mas de assuntos cotidianos e reais. A minha personalidade torna ele diferente”, garantiu, sem modéstia.

Pesquisas relacionadas